Categorias
Auto e Ferramentas

Estepe: cuidados necessários

Geralmente escondido no seu carro – quando não é guardado na parte externa –,  o estepe é normalmente esquecido até você precisar dele. Mas quando esse momento chegar pode ser tarde demais. O pneu reserva do seu carro precisa de manutenção regular para garantir que possa ser usado quando um dos pneus principais furar ou estourar. Para garantir que o estepe tenha uma manutenção adequada, adicione as dicas a seguir à sua rotina de cuidados com o carro.

Mantenha o estepe calibrado

O ideal é calibrar os pneus do carro a cada 15 dias, e sempre que o fizer, não esqueça do estepe. Calibre na quantidade indicada no manual do veículo. Isso vai compensar a perda de pressão ao longo do tempo e se você for viajar, garante que está com a calibração em dia para suportar a carga do carro.

Pneu mais baixo apenas para emergências

Hoje em dia é normal que o estepe seja menor do que os pneus de uso diário. Importante: estamos falando da largura da banda de rodagem, não do tamanho da roda, que deve ser idêntica às outras rodas. O estepe mais fino é mais barato e mais leve, só que é feito para emergências e não para usar por muito tempo ou em alta velocidade. Use-o apenas para não ficar na mão caso ocorra um imprevisto na estrada, seguindo lentamente até uma posição onde consiga consertar o pneu.

Verifique o desgaste do pneu

Assim como os pneus de uso diário, o estepe não pode estar careca. A lei diz que os sulcos  devem ter profundidade mínima de 1,6 mm, ou você pode ser multado. A maneira mais fácil de evitar isso é não rodar com esse pneu reserva mais do que o necessário, e não incluí-lo na rotação dos pneus principais.

Se trocar a roda, substitua os parafusos

Exceto em alguns carros que vêm com roda de liga leve, o normal é que o estepe tenha uma roda de aço. Se preferir deixá-lo com uma roda como as demais, não esqueça de trocar também os parafusos de acordo com a especificação da nova roda. Se forem diferentes, podem não encaixar da maneira correta, correndo o risco de não segurar bem o estepe com o carro em movimento.

Verifique se o estepe está em boas condições

Um pneu tem um prazo de validade de, em média, cinco anos. A partir daí, a borracha passa a deteriorar devido aos efeitos da umidade, temperatura e pressão, afetando toda a sua estrutura. Ao calibrar o estepe, certifique-se de que não apresenta rachaduras na borracha, o que indica que o pneu está danificado e pode causar acidentes.

Preste mais atenção caso o seu pneu reserva esteja localizado fora do veículo, como em muitos SUVs e versões aventureiras. Mesmo protegido, fica mais exposto, reduzindo sua vida útil em relação a um estepe armazenado no interior do carro.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda a calibrar corretamente os pneus do carro

A calibragem dos pneus é essencial para a boa manutenção do veículo, além de prevenir possíveis acidentes. Mas você sabe como calibrar corretamente os pneus do seu carro? Confira!

Como calibrar

A calibragem deve ser verificada quinzenalmente com os pneus frios num posto de gasolina próximo de você. Lembre-se de que o estepe também precisa ser examinado e calibrado.

– Digite o número no visor do calibrador

– Retire a tampa da válvula do pneu

– Aperte a trava na ponta do calibrador (quando existir)

– Encaixe a mangueirinha na válvula

– Aguardar o aviso sonoro do equipamento indicando a pressão ideal

– Recoloque a tampa da válvula do pneu

Pressão correta

A pressão correta é um item fundamental para garantir a boa dirigibilidade e o menor desgaste. Isso sem falar no aumento da segurança, da economia e da redução de emissão de CO2 na atmosfera.

É preciso respeitar a calibragem recomendada pela montadora – indicada pelo manual do proprietário. Caso você não tenha mais o manual do carro disponível, a informação pode ser encontrada na tampa de combustível, na lateral da porta, na tampa do porta-luvas ou nos próprios pneus.

Importante: Pneu calibrado com pressão acima da recomendada pela montadora também aumenta o desgaste e reduz o conforto, pois a suspensão tem mais dificuldade para absorver as irregularidades da pista.