As melhores receitas com banana

Acessível, gostosa e muito versátil. Veja como inserir a banana no seu cardápio.

A banana é uma das frutas mais populares no Brasil. De origem asiática, conta-se que ela foi trazida para cá pelos portugueses no início do século 16. 

Existem muitos tipos de banana, e cada uma delas tem uma cor, textura e sabor únicos. São mais de mil ao todo. Não é à toa que o brasileiro, em média, consome cerca de 25 quilos de banana por ano individualmente.

E dá pra preparar a banana de muitas formas diferentes: amassada, flambada, cozida, frita, entre outras. Isso sem falar nas mais variadas receitas que levam a fruta. Uma mais gostosa que a outra!

Confira abaixo os principais tipos de banana e algumas receitas que você pode preparar com cada uma delas:

Banana-nanica: Por ser mais doce e macia, é muito utilizada em tortas como a Cuca de Banana – um prato típico da região sul. 

Banana-ouro: A menor e mais doce das bananas. Vai muito bem em sobremesas, como esse Crepe Crocante de Banana. Sirva com bolas de sorvete. 

Banana-da-terra: É a maior de todas e perfeita para ser cozida, assada ou frita. Muito comum na culinária baiana. Veja aqui essa deliciosa receita de Chips de Banana

Desperdício zero

Que tal utilizar 100% da fruta em suas receitas? Assista abaixo a live que o Carrefour fez sobre o assunto, e aprenda 3 opções deliciosas que aproveitam completamente a banana.

Categorias
Auto e Ferramentas

Conheça os tipos de trenas e como usá-las em cada situação

São diversos os tipos de trenas, desde aquelas usadas para medir distâncias longas até as que medem pequenos objetos. Então, para saber qual é a ideal para você, é preciso primeiro entender o que vai medir. Talvez você precise saber a medida de um terreno grande para começar uma construção ou então uma parede para colocar um móvel ou até determinada peça para um suporte metálico. O importante é saber a sua necessidade e ter sempre uma trena ao seu alcance para quando precisar. Quer saber quais os tipos que existem e suas funções? Então, confira a seguir:

1 – Trena longa

Essa trena é utilizada para a medição de grandes distâncias, como terrenos, áreas externas de construções e outros locais abertos ou fechados. A menor possui 15 metros, mas você pode encontrar trenas longas de 20, 30, 50 e até 100 metros. Ela é feita de material maleável, como fitas de fibras, e por ser muito utilizada em áreas externas, geralmente fica exposta ao sol, à chuva e ao pó, por isso é importante avaliar bem a qualidade do material antes de comprar para que a sua trena tenha uma boa durabilidade.

2 – Trena manual

Usada para medir peças menores, como quantidade de cabos e tamanho de eletrodutos, e pequenas distâncias, como paredes, a trena manual é a mais comum e muito conhecida pela maioria das pessoas. Leve, compacta e fácil de ser guardada, a menor tem 3 metros, mas você encontra facilmente de 5 e 8 metros. A fita de medição é metálica e pode ser quebrada caso não sejam tomados os devidos cuidados. Essa trena geralmente possui freio, trava e ponta magnética para ajudar a medir peças metálicas.

3 – Trena a laser, digital ou eletrônica

Essa trena possui funções matemáticas e é usada para medir grandes distâncias, como áreas e volumes em locais e estruturas. Ela é simples de usar, possui poucos botões e faz medições precisas com cálculos matemáticos que facilitam a medição de áreas para superfícies e volumes para cômodos ou estruturas. Ela é prática porque não precisa ser esticada, uma vez que a medição é feita com um laser ao ser apontada para uma barreira.

Agora que você já conhece os tipos de trenas, aproveite para ter uma à sua disposição.