Categorias
Auto e Ferramentas

Dicas para dirigir com segurança na chuva

As chuvas ocorrem periodicamente na maioria das regiões do Brasil, em diferentes épocas do ano, muitas vezes de forma imprevisível. Dirigir na pista molhada, com menos visibilidade e ventos fortes, aumenta as chances de sua família, você e outros motoristas se envolverem em um acidente.

Aqui, falamos sobre os cuidados que você deve tomar ao dirigir na chuva para aumentar a sua segurança e de sua família.

Acenda as luzes

Mesmo que seja durante o dia, acender as luzes em caso de chuva ajudará outros veículos a vê-lo ou, em todo o caso, a perceber que outro carro se aproxima.

Reduza a velocidade

Quando chover, lembre-se disto: não dirija com pressa, ou você muito provavelmente causará um acidente. Reduzir a velocidade ajuda o seu carro a aderir melhor à estrada, evitando assim a aquaplanagem.

Segure o volante com as duas mãos

O carro pode derrapar inesperadamente, e segurar o volante com as duas mãos ajudará você a ter maior controle no caso de desestabilização do veículo, especialmente se você estiver dirigindo um SUV ou outro carro grande.

Aumente a distância do resto dos veículos

Em uma estrada molhada, o carro precisa de mais distância para parar com segurança, pois pode derrapar. Quando chove, é aconselhável dobrar esse distanciamento.

Mantenha as janelas limpas

Use a velocidade adequada de seu limpador de para-brisa e acione os sistemas disponíveis para evitar embaçamento dos vidros.

Verifique o pneu de seu carro com frequência 

A combinação de chuva e pneus carecas é um convite a um acidente grave. Com o pneu liso, a possibilidade de derrapagem aumenta muito, até mesmo em curvas feitas em baixa velocidade. Portanto, sempre confira seu pneu para não ser pego de surpresa. 

Concluindo, deve-se ter em mente que qualquer acidente pode ser evitado tomando os devidos cuidados. Dirija de forma intuitiva, sem pressa e respeitando a distância dos demais veículos.

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Como comprar pela Internet com segurança

Comprar em lojas virtuais é prático, rápido e já faz parte da realidade de milhares de brasileiros. Porém, alguns cuidados são fundamentais. Confira!

Desconfie de preços muito baixos

Apesar dos descontos oferecidos serem grandes, é preciso ficar atento para não cair em golpes. Se determinada loja oferece um produto por um preço muito abaixo dos concorrentes, é preciso desconfiar e procurar sobre sua reputação na internet. 

Uma das possibilidades é realizar uma consulta em sites como o Reclame Aqui, em que é possível filtrar as reclamações dos consumidores por empresa e checar a resposta dela. Procure informações cadastrais como CNPJ, razão social e telefone fixo para contato.

Verifique se o site é seguro

Para as compras online, uma das formas de checar se as informações do site são seguras é conferir os ícones que aparecem no próprio navegador. Um dos indicativos é quando a URL do site começa com “https” – em que S vem de ‘segurança’.

Outra opção é consultar a lista do Procon-SP de lojas virtuais suspeitas. Desde 2011, ela conta com a URL das páginas não recomendadas, empresa ou pessoa física responsável, CNPJ e a situação do site. 

Cuidado com boletos fakes

Sites maliciosos costumam enviar boletos para seu e-mail, mesmo que você não tenha comprado nada. A intenção deles é confundir os clientes que estão fazendo compras e pagando vários boletos no mesmo dia. Por isso, verifique sempre os boletos, os emissores e valores para não cair neste tipo de golpe.

Uma boa dica é optar pelo pagamento via cartão de crédito. Assim, caso você tenha problemas com a compra, é mais fácil suspender o pagamento e cancelar a compra.

Não use WiFi público para comprar

Devido a sua vulnerabilidade, não é recomendável usar redes de WiFi público para fazer compras ou acessar dados bancários. Você pode realizar pesquisas nas lojas, mas na hora da compra use sempre a internet particular do seu smartphone ou computador.

Categorias
Auto e Ferramentas

Segurança: veja como dirigir com neblina

Viajar com neblina é perigoso. A neblina pode ocorrer em variações de temperatura, como em vales, subidas de serras e, principalmente, no amanhecer ou entardecer do dia. Algumas podem ser mais densas e outras menos, mas os cuidados são os mesmos para ter uma viagem segura e tranquila. Saiba algumas dicas de como dirigir com neblina de forma que nenhum imprevisto grave aconteça.

Tipos de neblina

Há dias em que a neblina é muito espessa, impossibilitando o motorista de ver mais que a alguns metros à sua frente. Outros dias, ela pode ser mais fraca e permitir que quem está dirigindo tenha uma visão com maior alcance. Porém, nos dois casos devemos tomar muito cuidado ao dirigir com neblina. A seguir, vamos ver quais são essas precauções.

Dicas de como dirigir com neblina

Atenção aos veículos ao seu redor – Dependendo de como está a neblina fica mais difícil ver que horas o carro que está à sua frente ou atrás irá parar ou frear, por isso mantenha distância e atenção aos carros ao seu redor.

Freadas bruscas – A neblina acaba molhando a pista – se nessa há manchas de óleo, o chão tem menos aderência. Por isso a dica é que não freie bruscamente quando tiver neblina, pois os pneus podem perder a aderência e fazer com que o carro derrape.

Faróis – Use sempre os faróis baixos, nunca os altos. Se o seu carro for equipado com farol de neblina, acione-o quando estiver passando por uma.

Evite ultrapassagens – Como a visibilidade fica comprometida, não é seguro fazer ultrapassagens em dias com neblina.

Evite parar no acostamento – Procure não parar em acostamento. Se precisar parar procure um posto de combustível. Isso diminui as chances de acontecer algum acidente. Tenha bastante atenção quando estiver dirigindo com neblina.

Procure ver a previsão de tempo antes de viajar e, se for possível, não dirija na neblina. Mas, se for dirigir, tome os cuidados necessários para manter segura a sua vida e das pessoas que estão de carona e dos carros próximos.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como guardar dinheiro em segurança

Os prevenidos sabem que ter uma pequena reserva de dinheiro em casa é sempre bem-vindo. Apesar de guardar dinheiro em casa não ser um investimento, é essencial em casos de emergência e pode ser útil na hora de economizar para metas mais curtas, como comprar um item de valor baixo, dinheiro para levar em uma viagem ou até quitar alguma dívida pequena. Então, se você está diante de algumas dessas necessidades, mas está em dúvida de como guardar dinheiro em segurança na sua casa, vamos dar 5 dicas para você achar o lugar certo para isso.

1 – Compre um cofre eletrônico

Cofres são a forma mais segura de guardar dinheiro em casa. Cofres eletrônicos são os mais indicados nessa situação. Apesar de exigir um investimento mais alto que apenas estocar, a segurança é maior. Escolha um bom lugar para instalá-lo e uma senha que não seja fácil de descobrir, mas que também não seja impossível de lembrar.

2 – Escolha um bom local

Se você for instalar um cofre eletrônico, o que é mais seguro, ele vai exigir um pouco mais de espaço, por isso muitas pessoas acabam optando por colocá-lo no chão, embaixo do piso ou em paredes, cobertos por quadros, fotografias, livros e até tapeçarias.

Se você optar por apenas esconder o dinheiro em algum lugar, leve em consideração a  dificuldade de colocar e retirar o dinheiro nesse local. Óbvio demais é tão ruim quanto inalcançável demais.

3 – Pense na naturalidade do objeto

Escolher o local certo é fundamental, mas escolher o objeto certo é o grande segredo. Afinal, esse objeto precisa ser natural ao local em que ele está, precisa ser de acesso fácil, mas não pode ser muito requisitado na rotina da casa e tem que ter espaço o suficiente para armazenar o dinheiro em questão. Por isso, muitos consideram objetos que já são cofres disfarçados, mas você pode optar por livros, brinquedos, porta-retratos, quadros e até velas com o corpo oco. Observe bem o ambiente e o dia a dia da sua casa antes dessa escolha.

4 – O valor de um bom saco plástico

Existem também soluções bem simples de como guardar em segurança. E, nessas horas, um bom saco plástico, com sistema de fechamento é fundamental. É ele que vai proteger o seu dinheiro da água, terra ou outro componente que possa danificar as notas, na hora de guardar dinheiro em segurança.

5 – Soluções simples também têm seu espaço

Muitas vezes, pensamos em soluções super elaboradas, acreditando que a complexidade delas nos trará segurança, mas nem sempre. Munido de um bom saco plástico, como dito no item acima, você pode guardar dinheiro dentro do seu congelador, de um grande vaso em algum lugar na casa, dentro de uma tomada, dentro de saídas de ar-condicionado, embaixo de objetos pesados e até na parte da descarga em uma privada.

O grande pulo do gato mesmo é saber com quem você vai dividir essa informação, quem vai saber do seu esconderijo. Um esconderijo simples pode ser uma boa solução se você escolher com bastante cuidado com quem você vai dividir esse segredo.

Categorias
Auto e Ferramentas

Segurança: dirigindo na chuva

O motorista precisa ter atenção redobrada sobre todos os aspectos ao andar nas cidades e nas estradas em dias de chuva. Para não ter problemas em dias como esses, trouxemos algumas dicas para que você pegue o trânsito com mais tranquilidade e se saia bem dirigindo na chuva.

Não abra mão do GPS

O aparelho GPS hoje é fundamental na locomoção dentro e fora das grandes cidades e não apenas para indicar o caminho certo a ser pego. Os GPSs mais modernos ainda ajudam no acompanhamento do tráfego e dizem onde estão as barreiras e os controles eletrônicos de velocidade que geralmente provocam uma lentidão nas vias.

Dirigindo na chuva? Dobre a atenção

Em dias de chuva, mais do que nos outros dias, a atenção do condutor deve estar na via. Não se pode esquecer que, em dias chuvosos ou úmidos, a velocidade das avenidas acaba diminuindo naturalmente para que não ocorram acidentes e é importante se atentar sempre para a pista escorregadia ou os nada incomuns buracos provocados pelas enxurradas urbanas.

Sem celular na mão

As multas flagradas por motoristas com celular na mão têm aumentado a cada dia e, mais do que isso, já é comprovado como o celular gera problemas de falta de atenção ao trânsito. Não se pode manter as mãos ocupadas em momentos tão delicados como os que devem ser reservados à direção, muito menos se formos pensar em dias chuvosos e que sempre possuem imprevistos.

Aumente a atenção sobre as regras básicas de direção

Mantenha uma distância segura dos outros automóveis, deixe os faróis e lanternas ligados para que os outros vejam você com clareza e esteja ciente da possibilidade de aquaplanagem. Com todos os equipamentos ligados e sua atenção focada, diminui a chance de erros bobos na hora de dirigir em uma situação como essa.

Dirigir na chuva é um desafio tanto para motoristas experientes quanto novatos, por isso não é bom arriscar. Siga as nossas dicas e tenha uma boa viagem!