Categorias
Auto e Ferramentas

O que não pode faltar na sua caixa de ferramentas

Confira os itens essenciais para ter na sua caixa de ferramentas.

Uma torneira que vaza, um parafuso solto…Estas são apenas algumas das coisas que acontecem com bastante frequência em nossas casas e para as quais não é necessário ser especialista em reparos. Basta ter uma caixa de ferramentas com os itens corretos para que você mesmo possa consertar.

Para você não ficar na mão quando mais precisa, listamos as ferramentas mais importantes. Já pode começar a anotar.

Chaves de fenda: um clássico. Nossas casas são cheias de parafusos por todos os lados, de diferentes tamanhos e formas. Portanto, é imprescindível ter um conjunto de chaves de fenda.

Parafusos: pequenos, médios, grandes e com cabeçotes diferentes. Garanta parafusos de vários tamanhos para você poder fixar qualquer item na superfície que desejar.

Martelos: é recomendável um menor para reparos que exigem pouca força, e um grande para um trabalho mais pesado.

Alicates: servem tanto para cortar cabos como para torcer fios ou coisas semelhantes. Além disso, eles são muito úteis para dar um suporte quando seguramos pequenos itens que estamos consertando.

Fita isolante: grande aliada nos pequenos reparos devido à sua versatilidade. É essencial, por exemplo, para garantir a segurança em certos consertos elétricos, pois pode evitar a fuga de energia e ocorrência de acidentes.  

Trena: essencial para fazer medições e não cometer erros nas distâncias, por exemplo, quando você estiver posicionando alguns quadros na parede.

Chave inglesa: esta ferramenta é imprescindível para afrouxar ou apertar porcas.

Você já tem tudo?Este é um bom momento para revisar sua caixa de ferramentas. Se notar que falta algum item importante, visite o site do Carrefour para encontrar o que você precisa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda como fazer pintura texturizada

As texturas dão um tom diferenciado na parede onde são aplicadas e representam um toque de personalidade no ambiente. E a pintura texturizada nada mais é do que dar uma cor na textura que foi feita na parede. Também é possível encontrar no mercado a massa para textura já colorida, o que facilita mais ainda na hora de saber como fazer pintura texturizada e ter um resultado perfeito.

Pintura texturizada

A textura é um composto de base acrílica que tem consistência similar a uma massa corrida e sua aplicação necessita de apenas uma demão. Pode ser aplicada na cor branca, depois coberta com tinta acrílica na sua cor favorita e você terá uma parede nova em folha! A massa texturizada também pode ser encontrada em diversas cores, mas, se você quiser, poderá criar a cor na hora por meio da máquina que faz a mistura e resulta em uma massa de cor exclusiva e criada por você (o mesmo pode ser feito com a tinta acrílica).

Como fazer pintura texturizada

Para fazer a pintura texturizada, você vai precisar das seguintes ferramentas e materiais:

– Um pano dentro de um balde de água;

Fita crepe;

Desempenadeira lisa de metal 30 cm;

– Desempenadeira lisa de plástico 30 cm;

Espátulas de 10 cm e 15 cm;

Trincha média;

– Lixa de parede.

Antes de começar a aplicar

Existem alguns cuidados que você deve ter antes de começar a aplicação da textura na parede desejada. O primeiro deles é forrar o chão com jornal para evitar respingos e manchas no piso. Depois, é bom limpar a parede de toda sujeira (principalmente gordura).

Se achar necessário, você pode lixar a parede para garantir que a superfície vai ficar lisa. Por fim, use a fita crepe para proteger portas, janelas, interruptores, tomadas e tudo mais que estiver na parede e que não vai receber textura. Dica: se optar por lixar a parede, limpe toda a poeira resultante com um pano seco, pois a parede deve estar totalmente lisa e limpa.

Os macetes na hora de aplicar

Usando a desempenadeira metálica lisa aplique a textura sempre de cima para baixo e dos lados em direção ao meio (do mesmo jeito que a massa corrida). Procure não expandir muito na hora de aplicar: trabalhe com faixas de 3 a 5 m².

O macete na hora de dar o efeito na textura é que ela deve estar ainda fresca – caso seque, use um borrifador com água. Outro segredo é que a parede deve ser feita toda no mesmo dia para evitar emendas e defeito na textura.

Efeitos

O efeito na textura pode ser dado com rolo específico no desenho que você quer. Assim, com a massa ainda fresca você passa o rolo (de coraçõezinhos ou outro desenho qualquer) de cima para baixo.

Rústico – A textura rústica fica linda em ambientes com essa pegada e em tons de terra. Para conseguir esse efeito basta passar uma desempenadeira de plástico lisa em movimentos de cima para baixo. Assim, a areia que tem na massa da textura se desprende, dando esse efeito.

Listras – Um pente de dentes largos dá conta do recado e cria listras que deixam a parede com um toque muito elegante. Escolhendo tons metálicos e discretos, o efeito das listras fica potencializado e bem interessante.

Quadriculados – O mesmo pente que faz as listras passado de cima para baixo pode ser passado na horizontal para criar um efeito quadriculado.

Círculos – Com uma escova, desenhe círculos na textura para criar um efeito bem legal. Ondas, listras verticais e horizontais também são possíveis apenas passando a escova no sentido desejado. Esses são alguns truques de como fazer pintura texturizada. Aproveite e faça em sua casa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda como lixar parede

Saber se uma parede está pronta para ser lixada é de suma importância para que se obtenha o resultado desejado e não tenha dores de cabeça depois. Você deve começar observando o estado geral da parede. Verifique se ela tem mofo, sujeiras, buracos, trincas ou se está esfarelando. Mas saber como lixar parede requer muito mais do que simples observações.

Preparos

Mesmo que a parede esteja em bom estado de conservação, existe uma maneira simples de preparar a parede para a pintura. Você deve lavar e secar a parede e depois usar uma lixa para ferro em toda a superfície.

Depois retire o excesso de pó com uma vassoura de pelo e um pano úmido. Toda parede antes de ser pintada precisa ser bem lixada para facilitar a melhor absorção da tinta e para não descascar depois. Tenha muita atenção nos pequenos detalhes antes de começar a lixar.

Como lixar parede usando uma lixadeira

Depois de lavada e completamente seca, chegou a hora de começar a lixar a parede. Pode parecer uma tarefa fácil, mas não é tão simples assim. Primeiramente coloque uma máscara de pintura com filtro e use roupa adequada antes do início dos trabalhos.

Outra dica importante é ter as ferramentas certas. Por isso, utilize a lixadeira com um disco para lixar de boa qualidade e comece a lixar a parede de cima para baixo para um melhor resultado. Faça movimentos circulares e comece a lixar sempre da parte superior esquerda da parede, indo até a parte inferior. Isso serve para você não ficar na dúvida se lixou determinada área ou não.

Se o ambiente tiver pouca iluminação, o ideal é que você faça o serviço com a ajuda de uma lâmpada que tenha boa claridade, para se certificar de possíveis imperfeições do trabalho. Se for uma superfície muito grande, um disco somente não dará conta do recado. Verifique o estado do disco e troque-o, caso seja necessário. Um disco novo vai lhe poupar tempo e esforço excessivo durante o serviço.  

Para verificar se a parede está totalmente nivelada, você pode usar um nível de mão quando tiver terminado de lixar. Não se esqueça de verificar o estado de sua máscara periodicamente, pois o pó proveniente da lixação é muito prejudicial à saúde se aspirado diretamente sem uma proteção eficaz.

Essas são as maneiras de como lixar parede, agora é só colocar a mão na massa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como reformar a casa? Dicas de planejamento

Antes de saber como reformar a casa, é importante se atentar para alguns pontos. Afinal, toda reforma exige muito trabalho. Arquiteto, pedreiro, compra de materiais, pessoas circulando no espaço e poeira do cimento é o que vemos em nossa casa nessa situação.

Muitas vezes parece que está tudo de cabeça para baixo. Por outro lado, ter uma obra finalizada e ver a sua casa linda e novinha em folha é uma sensação muito especial e faz tudo valer a pena. Mas não pense que você tem que ter muito estresse na hora de reformar. Com as dicas a seguir, você vai conseguir se planejar muito bem e ter o mínimo de dor de cabeça possível. Quer saber como? Então confira a seguir.

1 – Faça um planejamento da obra e dos gastos

Uma boa opção é contratar um projeto para que você possa ter no papel tudo que precisa fazer. Assim fica fácil entender o que necessita em sua reforma e também facilita a pesquisa de preços. As chances de minimizar erros e de economizar são muito maiores com um projeto estruturado. Se não quiser contratar um profissional, você mesmo pode fazer o projeto. Faça um simples esboço, o importante é que você entenda e que ele tenha tudo que você precisa.

2 – Faça tudo com antecedência

Todos os profissionais que vão trabalhar na reforma devem ser contratados com bastante antecedência para que se planejem. Outra vantagem da antecedência é que você pode fazer uma pesquisa mais detalhada dos preços cobrados e da competência desses profissionais. A pesquisa de preços de materiais também deve ser feita com antecedência.

3 – Faça um cronograma

Reúna todos os envolvidos com a reforma, questione prazos, entenda os possíveis problemas e faça o seu cronograma. Basicamente ele deve começar com a demolição, depois com as alterações elétricas, a iluminação, o forro de gesso, o assentamento do piso e a marmoraria, a instalação de luminárias, o emassamento e a primeira demão de pintura, a marcenaria, a finalização dos acabamentos e por fim o retoque de pintura e a instalação de adesivos e de papel de parede.

4 – Atente-se às datas do ano

O fim do ano não é um bom período para começar uma reforma, pois a maioria das lojas de materiais de construção para de atender em dezembro e retorna somente em janeiro. Cuidado também com os períodos de chuva, como verão e primavera, caso queira fazer uma obra externa. Agora que já sabe como reformar a casa, planeje-se e renove a sua.

Categorias
Auto e Ferramentas

Conheça as melhores fechaduras para portas de madeira

Tão importante quanto à resistência do material das portas e janelas da sua casa, a escolha da fechadura para portas externas e internas precisa ser feita obedecendo a alguns critérios. Veja nossas dicas de fechaduras para portas de madeira.

Para portas externas

Se você precisa trancar uma ou mais portas da sua casa que dão passagem para ambientes externos como quintal ou hall, no caso dos apartamentos, opte por modelos com tetra chave ou ainda aqueles que possuem 2 trancas além da maçaneta. Assim, você impede o acesso de pessoas não autorizadas ao interior da casa, aumentando a segurança da sua família.

Fechaduras para portas de madeira

O modelo de fechadura escolhido precisa ornamentar ainda mais a decoração do ambiente, pois as boas fechaduras costumam durar bastante tempo, por isso escolha um modelo que possa combinar sempre que a sua decoração mudar. Uma boa dica é optar pelos acabamentos cromados ou os escovados, porque combinam com todas as opções de portas, sendo que o escovado não fica marcado pelas digitais.

Observe os detalhes

Observe se a porta possui detalhes como frisos com linhas retas ou contornos mais arredondados. No caso do primeiro, é indicado optar por fechaduras com formatos quadrados e maçaneta reta. Já para frisos arredondados, fechaduras com formatos curvos e linhas também redondas combinam muito bem.

Feitas para durar

Para que a sua fechadura tenha durabilidade garantida, é importante escolher uma marca de qualidade reconhecida e um profissional qualificado para instalar o produto. As fechaduras mais amplamente utilizadas na maioria das casas são aquelas com caixa de 40 mm e 55 mm. Dica: quanto maior a caixa, mais firme é a mola da fechadura. Geralmente a durabilidade costuma ser de aproximadamente 8 a 10 anos.

Um truque precioso para manutenção das fechaduras para portas de madeira é a aplicação periódica de grafite em pó no cilindro da fechadura. Assim, você garante o bom funcionamento do produto.

Categorias
Auto e Ferramentas

Melhor fechadura eletrônica para a segurança de sua casa

Na hora da reforma em casa ou na empresa, sempre priorizamos a beleza e o conforto como metas principais, mas não podemos nos esquecer da segurança de nossos bens e principalmente da nossa família. Por isso, escolher a melhor fechadura eletrônica faz você diminuir os riscos de arrombamentos e se sentir mais protegido.

Fechadura eletrônica

Existem atualmente vários modelos de fechadura eletrônica para todos os gostos e orçamentos. Desde as mais simples com teclado externo onde você digita o segredo com a senha numérica, até as mais modernas com identificação biométrica, por um sensor que lê a digital e autoriza ou não a entrada. A leitura da íris dos olhos é usada em fechaduras eletrônicas ultramodernas como forma de identificação de pessoas autorizadas a entrar em determinado ambiente.

Melhor fechadura eletrônica: cartão magnético

São fechaduras eletrônicas que funcionam com um cartão que pode ser daqueles com fita magnética ou com um “chip” inserido no cartão, como os cartões de banco, por exemplo. Nelas você passa o cartão ou insere, retirando assim a trava. Esse tipo de fechadura é muito comum em quartos de hotéis espalhados pelo mundo inteiro.

Senha numérica

As fechaduras eletrônicas mais simples são os modelos que autorizam o acesso com senhas numéricas. Somente pessoas autorizadas podem ter a senha que dá acesso ao interior de uma casa, escritório ou sala específica. Assim como as senhas bancárias, essa também não deve ser compartilhada com estranhos.

Biometria e leitura da íris

Biometria – é a fechadura com abertura por impressão digital. Alguns modelos conseguem registrar até 100 impressões digitais diferentes, assim o proprietário pode permitir acesso a várias pessoas à abertura da porta. Esse tipo de fechadura é o mais indicado para o acesso seguro em empresas ou indústrias.

Existe ainda a fechadura eletrônica com abertura por meio da leitura da íris, que é feita por uma pequena câmera digital com total segurança para o olho, sem uso de luzes fortes nem laser e a uma distância de 48 a 53 cm. A melhor fechadura eletrônica é aquela que junta segurança, funcionalidade e preço competitivo. Pesquise e escolha a sua.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como usar furadeira em diversas atividades em casa

Usar ferramentas, principalmente as elétricas, pode parece ser de outro mundo para iniciantes no mundo da bricolagem, mas o uso delas não é muito complexo e tem diversas aplicabilidades em pequenos reparos da casa. Aprender como usar furadeira é bem simples, vamos dar algumas dicas para você.

1 – Antes de começar os trabalhos, coloque no chão jornais ou plásticos para facilitar a limpeza de todo o pó depois.

2 – Marque com um lápis o ponto exato a ser perfurado. Meça com cuidado e sem pressa para não furar errado. Se errar, você pode apagar e marcar novamente.

3 – Se for pendurar quadros, organize-os no chão para verificar se a harmonização está do seu gosto. Verifique os tamanhos e a organização de cores e sentido para o ambiente.

4 – Não se esqueça de verificar se a bucha escolhida está de acordo com o parafuso e com a broca. Assim, você não acaba com um buraco grande demais.

5 – Sempre tenha à mão uma extensão, assim sua furadeira chegará a qualquer cantinho da casa.

6 – Ao terminar, tenha cuidado guardando a furadeira. Pontos de metal que a compõe podem estar quente após o uso.

7 – Outra ótima ferramenta elétrica que trabalha bem com a furadeira é a parafusadeira. Muitas pessoas tentam adaptar o uso da furadeira para fazer as vezes de parafusadeira, mas não faça isso! Invista nas 2 ferramentas em separado e evite acidentes.

Segurança em primeiro lugar

Não se esqueça de garantir a sua segurança antes de começar qualquer projeto dentro de casa. Ao operar a furadeira, esteja de sapatos com solado de borracha, caso haja algum curto-circuito. Proteja os olhos da poeira e verifique se a furadeira não é muito pesada para você. Assim, você terá firmeza na hora de fazer o furo e não correrá o risco de acidentes.  

Categorias
Auto e Ferramentas

Dez ferramentas essenciais para você ter em casa

Sabe aquela hora que o chuveiro queima, a torneira está com vazamento ou o parafuso da cama está bambo? Para piorar as coisas, você tem que recorrer ao vizinho porque não tem nenhuma ferramenta.

Conheça algumas ferramentas essenciais que você não pode deixar de ter um casa e dê adeus, de uma vez por todas, para aquele aperto na hora que você mais precisa. Lembrando que elas podem ser guardadas no armário, na caixa ou na maleta para ferramentas para que durem por muito mais tempo.

Ferramentas essenciais

Alicate – A mais versátil de todas as ferramentas, pois você consegue fazer várias coisas com ele. Desde cortar ou desencapar fios até bater pregos, se não tiver outra ferramenta.

Chave de fenda 1/8 – Você pode apertar ou afrouxar pequenos parafusos, além de diversas coisas. É a famosa chave da gambiarra, tamanha sua versatilidade.

Chave Phillips – Precisa apertar parafusos de computadores ou de outro aparelho eletrônico? Essa chave é uma das ferramentas essenciais mais eficazes nessa hora e sem improvisações.

Chave de fenda 3/16 –  Muito útil para apertar ou afrouxar parafusos maiores, essa ferramenta é outra mão na roda quando se tem em casa.

Chave Philips média – Muito usada para afrouxar parafusos maiores e que estão mais apertados. É a chave ideal para usar no dia a dia.

Martelo – Quer bater pregos com precisão ou precisa arrancá-los? O martelo não pode faltar.

Alicate de pressão –  Precisa fazer um serviço mais delicado, apertar ou afrouxar porcas ou parafusos sem danificá-los? Esse alicate é perfeito para você fazer isso, principalmente quando a porca está enferrujada e difícil de sair.

Arco e serra – Mais uma das ferramentas essenciais que você deve ter em casa, pois permite que você serre metal ou canos de pvc, por exemplo.

Estilete –  Bem mais afiado que uma faca, você pode cortar papel ou papelão com total precisão e muita segurança.

Trena – Precisa tirar alguma medida para pendurar um quadro ou instalar algum aparelho em um local pequeno? Essa ferramenta é perfeita para você. Tenha medidas com precisão na hora do serviço. Essas são as 10 ferramentas essenciais que você não pode deixar de ter em casa.

Com elas, o seu dia a dia será muito mais fácil e prático, principalmente na hora daquele aperto básico.

Categorias
Auto e Ferramentas

Escolha seu jogo de chaves combinadas e dê um show nas reformas

É sempre assim, começamos a fazer uma reforma e faltam as ferramentas, principalmente as chaves para os parafusos. Pensamos em usar o alicate para substituir, mas ele não foi feito para apertar e afrouxar parafusos. Então, se você não quer se surpreender mais com isso, o jogo de chaves combinadas é o ideal para ter à mão. Descubra qual jogo escolher e por que eles são tão importantes em uma reforma.

O que é chave combinada?

Diferente das chaves comuns que de um lado é a chave e do outro o cabo, a chave combinada tem 2 funções.

Como o próprio nome diz, a chave combinada possui 2 formatos, um em cada ponta. Uma de suas pontas é composta pela boca estrela, que encaixa e cobre todo o parafuso. A outra ponta é formada pela chave de boca fixa comum que, ao encaixar no parafuso, uma extremidade fica livre.

Assim, você tem a opção de escolher aquela que melhor se encaixa no parafuso para poder apertar ou afrouxar.

Deixe o alicate para a função dele e não incomode mais o vizinho pedindo ferramentas emprestadas. E, para melhorar ainda mais, essas chaves são vendidas em jogo.

Os diferentes tamanhos de jogo de chaves combinadas

Se você não sabe qual ou quais tamanhos de chave vai precisar, o ideal é comprar um jogo de chaves combinadas. Nele há várias numerações que talvez você necessite na hora da reforma.

Saiba que são comercializados kits que possuem diversas variações de tamanhos. Por isso, planeje se você vai trabalhar com parafusos pequenos ou grandes. Depois disso, compre o jogo que oferecer os tamanhos próximos àqueles que irá precisar.

Se for preciso compre mais de um jogo, principalmente se você trabalha com reformas, pois nunca se sabe quais parafusos vai encontrar pela frente. Por isso é melhor se preparar antes de realizar qualquer trabalho.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como economizar na reforma da casa?

Saiba como economizar na reforma da sua casa, assim você talvez não precise esperar ter todo o dinheiro que imagina para começar. Basta se dedicar e planejar tudo com cuidado e atenção. Os produtos, por exemplo, podem sair bem mais em conta se forem pesquisados com antecedência. Quer saber como fazer essa economia? Então confira algumas dicas:

1 – Contrate um arquiteto

Muita gente pensa que, ao contratar um arquiteto ou um designer de interiores, os gastos serão muito maiores, mas na verdade é aí que você vai poupar dinheiro. O profissional vai ajudar você a se planejar bem e escolher os melhores produtos, o que acaba compensando.

O projeto mostra toda a execução, detalha as etapas, o quanto vai custar e o prazo final. Um planejamento mal feito, que gera retrabalhos, compra de materiais errados, desperdício deles e consequentemente atraso no cronograma vai jogar muito dinheiro fora.

2 – Escolha bem os materiais

Você não precisa necessariamente comprar materiais nobres para deixar a sua casa linda, moderna e com peças duráveis. Existe a opção de porcelanatos que imitam mármore e revestimentos vinílicos e laminados que substituem a madeira e deixam o ambiente lindo e moderno.

Além disso, os fabricantes de acabamentos e louças costumam trabalhar com catálogos bastante amplos e oferecem linhas que atendem a todas as necessidades e gostos. Se planejar tudo com bastante antecedência, terá tempo suficiente para fazer as melhores escolhas de materiais.

3 – Faça negociações

Com uma boa negociação, você conseguirá baixar bem os preços, especialmente em armários planejados e marcenaria. Nessa hora é importante ter ao seu lado um bom arquiteto, que conhece bem os preços, os produtos e os requisitos técnicos e isso pode ajudar você na negociação.

4 – Faça um planejamento financeiro

Planeje os seus gastos e saiba com antecedência o custo global da reforma. Isso vai ajudar você a priorizar algumas áreas ou reformar tudo de uma vez. Alguns fornecedores fazem boas opções de parcelamentos e outros darão um ótimo desconto se pagar à vista.

5 – Contrate bons profissionais

Fale com amigos e faça pesquisas em sites de reclamações, mas contrate sempre bons profissionais, caso contrário todo o investimento pode ir pelo ralo, seja por conta de atrasos na obra, por uso de ferramentas erradas, seja porque os serviços tiveram que ser refeitos. Contrate pessoas que tenham referências, que disponibilizem contrato e que cumpram a legislação.

Agora que já sabe como economizar na reforma, faça o seu planejamento e mãos à obra.