Como usar presunto em suas receitas?

Não é só sanduíche não! Esse ingrediente saboroso também pode ser utilizado no preparo de diversas receitas.

O presunto é um alimento embutido muito popular no Brasil. Geralmente associado ao preparo de sanduíches, ele também pode surpreender como ingrediente das mais variadas receitas. 

E existem tipos diferentes de presunto no mercado. O Parma, por exemplo, é uma variação italiana com sabor delicado que costuma ser usado em receitas com presunto mais sofisticadas, como risotos e massas requintadas. Já o presunto defumado, é conhecido pelo seu sabor intenso, geralmente condimentado com temperos e especiarias.

Porém o presunto mais consumido nos lares brasileiro é o cozido. Feito a partir do pernil suíno, corte nobre da carne de porco, ele apresenta pouca gordura e não é maturado por muito tempo. 

O presunto cozido é um ingrediente muito versátil, pois pode ser usado no preparo de sanduíches, massas, pizzas, outras carnes, petiscos, enfim, a quantidade é muito grande. Pensando nisso, selecionamos algumas receitas bem práticas do CyberCook para você se inspirar. Confira!

Arroz com presunto

Uma forma criativa para incrementar o seu arroz. Você pode adicionar cenoura e ervilhas.

Torta de presunto e mussarela 

A famosa combinação presunto e queijo pode servir de recheio para uma deliciosa torta. 

Salada de batata com presunto

Uma versão para deixar sua salada de batata ainda mais gostosa. 

Macarrão com presunto

Seu espaguete vai ficar uma delícia! Simples de fazer e fica pronto rapidinho. 

Cenoura: saborosa e muito versátil

Seja no almoço ou na sobremesa, este ingrediente traz mais cor e sabor para suas refeições.

Um dos alimentos mais frequentes na mesa do brasileiro, a cenoura pode ser encontrada o ano todo no mercado. De sabor adocicado e muito agradável, ela pode ser consumida crua, cozida ou em suco. Podendo ainda ser acrescentada em bolos, sopas e em ensopados para preparar carne ou peixes. 

Além do tradicional bolo de cenoura com cobertura de chocolate, existem diversas outras receitas deliciosas que você pode preparar em casa. No CyberCook, você encontra o passo-a-passo para fazer farofa de cenoura, torta de cenoura, suflê de cenoura, pão de cenoura e muito mais!

Curiosidade: Existem cenouras de várias cores. Esse vegetal pode aparecer com cinco tons diferentes: laranja, roxa, vermelha, branca e amarela. 

Manter o bronzeado 

Além dos benefícios já conhecidos, consumir cenoura durante o verão também pode ajudar a manter o bronzeado durante mais tempo, já que os beta-carotenos da cenoura estimulam a pigmentação da pele. Além disso, ela pode exercer um efeito protetor na pele contra os raios UV. Muito bom, hein?

Ah, e no Carrefour tem Feira Todo Dia. Tudo bem fresquinho e selecionado para você todos os dias da semana. Confira! 

Sem graça nada! Descubra o sabor do chuchu

Veja nossas dicas e aprenda a realçar o sabor do chuchu.

O chuchu é um vegetal de sabor suave, o que fez com que o alimento ficasse conhecido como “sem graça”. Mas, ao contrário do que muitos pensam, se for bem preparado ele fica uma delícia. Esse sabor mais delicado e neutro, inclusive, é uma vantagem do chuchu, pois pode ser incluído em diversas receitas.

O vegetal pode ser preparado em caldos, sopas, suflês ou simplesmente fervido e cortado em cubos. E como sabemos que você adora receitas saborosas, nutritivas e fáceis de preparar, vamos mostrar algumas receitas com chuchu para você conhecer um pouco de sua versatilidade. Confira!  

Saladas: nada de cara feia! Sabendo usar os ingredientes certos, a salada de chuchu fica uma maravilha. Experimente temperar bem com os seus condimentos preferidos e você vai ver esse alimento com outros olhos.  

Suflê: preparar essa receita pode ser um pouco complexo, mas com a ajuda do Cybercook, você vai tirar de letra. Esse prato pode ser servidos em lanches especiais, almoços ou jantares. O suflê de chuchu é ótimo para quem busca refeições leves e deliciosas!

Caldos: nada como usar o chuchu como base para preparar um caldo nutritivo e bem levinho quando chega a frente fria. Fica incrível! Você pode personalizar e complementar com outros ingredientes que preferir.

Recheado: nada de deixar o chuchu estragando na geladeira! Escolha o recheio que mais te agrada e mãos à obra. Você pode usar diversos ingredientes, afinal, com o sabor suave do chuchu, você não vai precisar se preocupar se os sabores estão brigando.  

Refogado: quem fala que chuchu não tem gosto, é porque nunca provou um bom refogado. Preparado na manteiga fica saborosíssimo! Use e abuse dos temperos para dar um toque ainda mais especial.

Com todas essas opções, fica fácil dar uma nova chance ao chuchu, não é?

As melhores receitas com banana

Acessível, gostosa e muito versátil. Veja como inserir a banana no seu cardápio.

A banana é uma das frutas mais populares no Brasil. De origem asiática, conta-se que ela foi trazida para cá pelos portugueses no início do século 16. 

Existem muitos tipos de banana, e cada uma delas tem uma cor, textura e sabor únicos. São mais de mil ao todo. Não é à toa que o brasileiro, em média, consome cerca de 25 quilos de banana por ano individualmente.

E dá pra preparar a banana de muitas formas diferentes: amassada, flambada, cozida, frita, entre outras. Isso sem falar nas mais variadas receitas que levam a fruta. Uma mais gostosa que a outra!

Confira abaixo os principais tipos de banana e algumas receitas que você pode preparar com cada uma delas:

Banana-nanica: Por ser mais doce e macia, é muito utilizada em tortas como a Cuca de Banana – um prato típico da região sul. 

Banana-ouro: A menor e mais doce das bananas. Vai muito bem em sobremesas, como esse Crepe Crocante de Banana. Sirva com bolas de sorvete. 

Banana-da-terra: É a maior de todas e perfeita para ser cozida, assada ou frita. Muito comum na culinária baiana. Veja aqui essa deliciosa receita de Chips de Banana

Desperdício zero

Que tal utilizar 100% da fruta em suas receitas? Assista abaixo a live que o Carrefour fez sobre o assunto, e aprenda 3 opções deliciosas que aproveitam completamente a banana.

Camarão sem segredo

Veja como preparar receitas deliciosas com esse fruto do mar delicado, mas de sabor muito marcante. 

O camarão é um alimento presente na gastronomia mundial. Muito popular no Brasil, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, o crustáceo faz grande sucesso também em países como Portugal e Espanha. 

Existem várias receitas que incluem camarão. Moqueca, risoto, bobós, torta, escondidinho e até mesmo frito, como aperitivo. Mas você sabe qual tipo de camarão escolher na hora que vai ao supermercado?

Existem mais de 2 mil espécies de camarão que habitam oceano, rios e lagos. Sete Barbas, Rosa, Cinza e VG estão entre os tipos mais comuns. Mas a boa notícia é que existem algumas regras usadas pelos chefs que ajudam na escolha certa desse crustáceo. Confira!

Camarões pequenos: têm sabor mais intenso e são indicados para caldos, molhos, massas e risotos;

Camarões grandes: têm o sabor mais leve e devem ser servidos sozinhos. Em alguns casos, são servidos inteiros e com casca.

Receitas

As receitas com camarão são excelentes para inovar na cozinha e surpreender a todos! Como é um ingrediente muito versátil, o camarão possibilita uma infinidade de preparos diferentes. 

Selecionamos algumas receitas do CyberCook para você se inspirar e preparar em casa. E tem para todos os gostos e ocasiões! Moqueca de camarão, Risoto de camarão, Torta de camarão, Vatapá, Camarão à Paulista e, claro, Bobó de Camarão. Experimente!

Ah, e no CyberCook você ainda conta com um excelente recurso para evitar o desperdício: é o Aproveitômetro! Basta selecionar os ingredientes que sobraram da sua receita para saber quais outros pratos você pode preparar com esses alimentos. Muito bom, hein?  

Cachorro-Quente para todos os gostos

Muito além do pão e salsicha. Veja as mais variadas formas de preparar o famoso hot-dog.

Você sabia que dia 9 de setembro é o Dia do Cachorro-Quente? A data é uma homenagem à criação do popular sanduíche, em 1884, em Nova York, nos Estados Unidos. O lanche tem uma relação muito próxima com o beisebol, sendo vendido em todos os jogos até hoje. Uma grande tradição americana.

Muitas versões

Existem várias diferenças entre os cachorros-quentes ao redor do mundo. Se nos EUA, principalmente em Nova York, o lanche é composto por apenas pão, salsicha e um ou outro molho de acompanhamento, em outros lugares do mundo a história é outra. 

No Havaí, por exemplo, o hot-dog leva banana, mamão e até goiabada. Já na Colômbia, o sanduíche conta com presunto e cebola. Na Dinamarca, picles. No Chile, abacate. E na Noruega nem pão eles usam. No lugar, uma tortilla que enrolada na salsicha. 

No Brasil também é possível encontrar uma grande variedade, de acordo com cada região. No sul, é usada a salsicha do tipo alemã, mostarda escura e chucrute. No Pará, o lanche recebe um molho especial à base de tucupi (extraído da mandioca) e folhas de jambú (erva típica da região). E em Brasília, a pasta de alho é um ingrediente obrigatório.

E claro, não podíamos deixar de falar do cachorro-quente de São Paulo. O popular Dogão, além dos ingredientes tradicionais, leva também milho, vinagrete, ervilha, queijo ralado e purê de batata. Tudo isso bem prensado para nada cair do pão. 

Você sabia? O município de Osasco – SP é conhecido como a capital do cachorro-quente no Brasil e segunda cidade que mais vende o lanche no mundo. Segundo a prefeitura local, são vendidos cerca de 40 mil sanduíches diariamente nos mais de 350 carrinhos licenciados –160 só na região central da cidade.

Receitas

Aposto que toda essa conversa sobre cachorro-quente já te deixou com água na boca, não é mesmo? Então confira essas três receitas deliciosas do CyberCook e prepare em casa o seu hot-dog!

Cachorro-quente completo

Cachorro-quente vegano

Cachorro-quente de forno

Tilápia: 3 receitas incríveis para variar o menu

Macio e muito saboroso, esse peixe vai bem com quase tudo. Confira!

A tilápia é um dos peixes de água doce mais comercializados do Brasil. Além de muito rica em nutrientes, ela é bem versátil na cozinha. De carne branca e suave, a tilápia pode ser usada no preparo de ceviches, sashimis, moquecas, além de iscas e filés. 

Na hora de temperar, pode usar coentro, alecrim, cheiro verde, manjericão e limão. Essas especiarias realçam o sabor do pescado, deixando ele ainda mais gostoso.

Para te inspirar, separamos algumas receitas muito saborosas para você experimentar na cozinha. Uma das mais populares é a Tilápia Assada com Alecrim e Mix de Legumes. Uma delícia e perfeita para ser servida com arroz branco. 

Já quem busca uma receita diferente, a sugestão é o Ceviche de Tilápia. Esse prato tradicional da culinária peruana é muito gostoso e fica pronto em apenas 15 minutos!

E já que estamos falando de gastronomia internacional, outra receita que fica maravilhosa é o Poke de Tilápia. De origem havaiana, o prato é perfeito para os dias mais quentes do ano – já que ele é servido gelado. 

Ficou com água na boca? Então acesse o site do CyberCook e confira essas e muitas outras receitas!

Fica, vai ter bolo de micro-ondas!

Aprenda a preparar o seu bolo preferido de forma rápida e fácil. Você vai se surpreender com os resultados!

Quem disse que para fazer o bolo perfeito, fofinho e delicioso é preciso ter um forno? Existem diversas receitas de bolos de micro-ondas que ficam iguais às feitas com o auxílio do fogão. 

Fazer um bolo usando esse eletrodoméstico é uma maneira muito prática de economizar tempo e energia elétrica, além de simplificar sua vida na cozinha. Além disso, ao usar o micro-ondas, e não o forno, você evita que o doce queime. Afinal, não tem como “esquecer” ele lá dentro, não é mesmo?

Bom, mas vamos ao que interessa. Separamos para vocês 6 receitas do CyberCook para você experimentar em casa. E tem para todos os gostos e momentos. Confira!

1 – Bolo de micro-ondas simples

2 – Bolo de cenoura

3 – Bolo de fubá

4 – Bolo de chocolate

5 – Bolo de coco 

6 – Bolo salgado de milho

Grana Padano: um dos queijos mais famosos do mundo

Saiba mais sobre esse queijo que possui mais de mil anos de história e é uma verdadeira delícia!

O Grana Padano é um dos queijos mais populares da Itália. Produzido desde o século XIX, ele tem sabor delicado e perfumado. Trata-se de um queijo duro semi-gordo produzido com leite de vaca a partir de duas ordenhas diárias. 

Para ser considerado um verdadeiro Grana, ele precisa passar por longa maturação – 12 meses no mínimo. Após esse período, o queijo adquire textura granulosa, daí vem o nome “grana”. Possui casca muito dura, de cor amarelo forte, de textura lisa e grossa. Curiosidade: possui baixíssimo teor de lactose.

O Grana Padano pode ser servido em lascas, antes das refeições, mas também é ótimo para a preparação de diversas receitas como pizzas, omeletes, massas, risotos e diversos molhos. 

Já quando o assunto é harmonização de vinhos, o queijo Grana Padano pode ser combinado com diferentes tipos. Tudo vai depender do tempo de maturação dele.

Os mais novos, de maturação menor de 16 meses, podem ser harmonizados com vinhos como Chardonnay, o qual possui sabor da fruta mais acentuado. Já os de maturação maior que 18 meses, combinam com vinhos com taninos mais equilibrados, como o Cabernet Sauvignon.

Selo de qualidade

Se você ainda está na dúvida sobre a qualidade do Grana Padano, saiba que ele possui o Certificado DOP, que é um selo de qualidade dado apenas aos queijos de qualidade elevada. Além disso, para receber esse título são considerados fatores humanos (tradições e receitas) e geográficos (clima, solo e altitude).

5 flores comestíveis para ousar em suas receitas

Inove e introduza o sabor inusitado e fresco das flores às suas receitas.

As flores não servem apenas para decorar o seu jardim ou decorar o interior da sua casa. Há muito tempo e em muitas partes do mundo, elas têm sido usadas ​​como alimento. Na China, México e Grécia, por exemplo, já fazem parte do cardápio, e nosso país também entra na lista das nações que as utilizam na culinária. Por isso, fizemos uma pequena lista de flores comestíveis que você pode incluir em suas receitas, para fugir do comum e dar mais cor aos pratos que for preparar.

Antes de qualquer coisa, não podemos adicionar à nossa alimentação nenhuma flor, por mais bonita que seja, sem primeiro saber se pode ou não ser ingerida, ok? Agora vamos lá! Confira algumas que você pode comer tranquilamente:

Amor-perfeito: esta elegante espécie pode ser adicionada tanto em receitas doces como salgadas. Servem de decoração em bolachas ou bolos e, também são ótimas preparadas como infusão. Vem ver uma receita de salada com amor-perfeito para você se inspirar. 

Capuchinha: a flor da capuchinha tem um sabor muito peculiar, pois tanto a flor como as suas folhas e sementes têm um sabor muito semelhante ao do wasabi, com notas picantes. 

Prepare essa incrível receita de abadejo com molho de capuchinha para provar seu interessante sabor. 

Lavanda: a lavanda é muito utilizada para adoçar alimentos, ou em infusões, doces e sorvetes. Tem um sabor suave e delicado, mas faz toda a diferença, se destacando nas receitas. Prepare um cupcake de lavanda e delicie-se! 

Flor de abóbora: são amplamente utilizados na culinária italiana e são caracterizadas por um sabor suave e doce. Podem ser consumidas tanto cruas como cozidas, acompanhando guarnições e com todo o tipo de comida. Confira a versão empanada da flor de abóbora com gorgonzola

Rosa: desta espécie, costuma-se usar as pétalas, que também são utilizadas para perfumar guisados. Elas darão um toque afrodisíaco às suas receitas e farão sucesso com o sabor que proporcionam. Não há nada igual! Aprenda a preparar um risoto de abóbora com pétalas de rosa e surpreenda! 

Para aprender outros pratos, visite o Cybercook e confira as melhores receitas com flores comestíveis