Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda como fazer pintura texturizada

As texturas dão um tom diferenciado na parede onde são aplicadas e representam um toque de personalidade no ambiente. E a pintura texturizada nada mais é do que dar uma cor na textura que foi feita na parede. Também é possível encontrar no mercado a massa para textura já colorida, o que facilita mais ainda na hora de saber como fazer pintura texturizada e ter um resultado perfeito.

Pintura texturizada

A textura é um composto de base acrílica que tem consistência similar a uma massa corrida e sua aplicação necessita de apenas uma demão. Pode ser aplicada na cor branca, depois coberta com tinta acrílica na sua cor favorita e você terá uma parede nova em folha! A massa texturizada também pode ser encontrada em diversas cores, mas, se você quiser, poderá criar a cor na hora por meio da máquina que faz a mistura e resulta em uma massa de cor exclusiva e criada por você (o mesmo pode ser feito com a tinta acrílica).

Como fazer pintura texturizada

Para fazer a pintura texturizada, você vai precisar das seguintes ferramentas e materiais:

– Um pano dentro de um balde de água;

Fita crepe;

Desempenadeira lisa de metal 30 cm;

– Desempenadeira lisa de plástico 30 cm;

Espátulas de 10 cm e 15 cm;

Trincha média;

– Lixa de parede.

Antes de começar a aplicar

Existem alguns cuidados que você deve ter antes de começar a aplicação da textura na parede desejada. O primeiro deles é forrar o chão com jornal para evitar respingos e manchas no piso. Depois, é bom limpar a parede de toda sujeira (principalmente gordura).

Se achar necessário, você pode lixar a parede para garantir que a superfície vai ficar lisa. Por fim, use a fita crepe para proteger portas, janelas, interruptores, tomadas e tudo mais que estiver na parede e que não vai receber textura. Dica: se optar por lixar a parede, limpe toda a poeira resultante com um pano seco, pois a parede deve estar totalmente lisa e limpa.

Os macetes na hora de aplicar

Usando a desempenadeira metálica lisa aplique a textura sempre de cima para baixo e dos lados em direção ao meio (do mesmo jeito que a massa corrida). Procure não expandir muito na hora de aplicar: trabalhe com faixas de 3 a 5 m².

O macete na hora de dar o efeito na textura é que ela deve estar ainda fresca – caso seque, use um borrifador com água. Outro segredo é que a parede deve ser feita toda no mesmo dia para evitar emendas e defeito na textura.

Efeitos

O efeito na textura pode ser dado com rolo específico no desenho que você quer. Assim, com a massa ainda fresca você passa o rolo (de coraçõezinhos ou outro desenho qualquer) de cima para baixo.

Rústico – A textura rústica fica linda em ambientes com essa pegada e em tons de terra. Para conseguir esse efeito basta passar uma desempenadeira de plástico lisa em movimentos de cima para baixo. Assim, a areia que tem na massa da textura se desprende, dando esse efeito.

Listras – Um pente de dentes largos dá conta do recado e cria listras que deixam a parede com um toque muito elegante. Escolhendo tons metálicos e discretos, o efeito das listras fica potencializado e bem interessante.

Quadriculados – O mesmo pente que faz as listras passado de cima para baixo pode ser passado na horizontal para criar um efeito quadriculado.

Círculos – Com uma escova, desenhe círculos na textura para criar um efeito bem legal. Ondas, listras verticais e horizontais também são possíveis apenas passando a escova no sentido desejado. Esses são alguns truques de como fazer pintura texturizada. Aproveite e faça em sua casa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como pintar azulejos e decorar a sua casa com um estilo diferenciado

Você quer renovar o visual da sua cozinha ou do banheiro, mas a grana está curta e não existe sequer a possibilidade de fazer aquela reforma completa? Pois saiba que, a partir do momento que você aprender como pintar azulejos, certamente vai conseguir dar uma cara nova a qualquer ambiente sem precisar desembolsar um alto capita.

Poucas pessoas sabem, mas pintura de azulejos é algo completamente comum e possível. Trata-se de uma técnica eficaz, com um ótimo resultado, e que é frequentemente usada para renovar o visual de um ambiente usando poucos recursos financeiros. Para que a “minirreforma” dê certo, é essencial usar uma tinta de boa qualidade e empregar as ferramentas certas para um acabamento com aspectos profissionais.

Existe uma série de tintas que podem ser usadas para fazer a pintura da cerâmica, como epóxi e acrílicas, disponíveis tanto em acabamento fosco quanto brilhante. Também é possível usar tintas à base de solvente; porém, por necessitarem de catalisadores e terem um odor mais forte, geralmente não são recomendadas para iniciantes.

Como pintar azulejos com a ferramenta ideal

Também é importante escolher bem qual será a ferramenta utilizada para realizar a pintura. Muitas pessoas utilizam os bons e velhos pincéis, ou até mesmo rolos de pintura para trabalhar com as tintas. Porém, se você deseja maior praticidade e almeja uma pintura com acabamento uniforme, o mais recomendado mesmo é empregar uma pistola de pintura, mantendo uma distância média de 30 cm entre os azulejos e o bico da ferramenta.

Com a pistola, você deve fazer movimentos rápidos e precisos, sem ficar espirrando jatos por muito tempo no mesmo lugar. Caso não siga essa instrução, acabará criando bolhas e escorrimentos, que você vai precisar lixar posteriormente. Vale lembrar que, antes de tudo isso, é essencial fazer uma limpeza completa nos azulejos que receberão o tratamento, pois a tinta pode não aderir em regiões afetadas por gordura, pó e produtos químicos.  

Renovando sua casa

Concluída a pintura, você deve aguardar ao menos 24 horas para uma secagem completa. Pronto, seu ambiente já está com o visual renovado, e o melhor, não foi preciso investir em uma reforma completa. Agora que você sabe como pintar azulejos, pode reinventar sua casa sempre que quiser e acompanhar as tendências de decoração!

Categorias
Auto e Ferramentas

Como encerar moto na garagem de casa?

Para saber como encerar moto você precisa primeiro entender sobre lavagem de auto e ferramentas a serem usadas. A primeira diferença entre lavar um carro e uma moto é que o carro pode ser lavado com jato forte de água porque a carroceria o protege de danos, já a moto possui cabos e fios à mostra, e se você jogar um jato de água muito forte pode danificar essas peças e até provocar um curto-circuito.

Cuidados na hora da lavagem

Fora isso é importante ter cuidado com produtos químicos. Alguns componentes móveis da moto são protegidos por anéis de borracha, os o-rings. Em contato com esses produtos, as borrachas sofrem ressecamento e começam a rachar, permitindo a entrada de sujeira, o que é muito prejudicial. Uma prática comum e totalmente maléfica é o uso de querosene nos discos de freio.

Por ter óleo na composição, ele reduz o atrito dos freios, correndo o risco de danificá-los. Agora que você já sabe tudo que não deve fazer, confira algumas dicas para lavar e encerar a sua moto em casa.

Para começar a lavagem é importante usar luvas cirúrgicas para proteger as mãos dos produtos químicos. Se puder colocar óculos de proteção é melhor ainda, pois os produtos podem respingar nos olhos. Comece passando desengraxante nas partes que grudam mais sujeira como embaixo do motor, embaixo dos pára-lamas, no cárter, na balança traseira, nas bengalas, nas rodas traseiras, nos raios e no bloco do motor.

Depois jogue água sem pressão com a mangueira para enxaguar. Coloque água e sabão de coco em um balde, mergulhe uma esponja macia e lave toda a moto. Enxágue com cuidado. Antes de secar, balance a moto de um lado por outro para a água sair das conchas. Destape o escapamento e ligue o motor por 30 segundos para tirar a umidade. Seque toda a moto e depois ligue o motor por mais 2 minutos para secar completamente.

Dicas de Polimento

É importante polir e encerar a moto a cada 2 meses para evitar o desgaste das partes cromadas e pintadas. Nas cromadas use a cera com uma esponja macia e espalhe até que dê brilho. Nas partes plásticas é importante usar cera a base de silicone para não ressecar. No tanque use cera automotiva.

Cuidado com o polimento do tanque e o enceramento do banco, porque podem ficar escorregadios e causar acidentes com uma freada mais forte.

Agora que você já sabe como encerar moto e dicas importantes de lavagem, proteja sempre a sua!.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como polir carros em casa

O polimento no carro é algo que remove literalmente uma pequena camada de tinta do acabamento, expondo a camada de tinta mais fresca que está por baixo.

Fazer esse processo ajuda a restaurar o brilho original e melhora a aparência geral do carro. Se pequenos riscos e arranhões não forem prontamente sanados, podem provocar ferrugem, comprometer a beleza do veículo e diminuir o seu valor de mercado. Aprenda como polir carros, cuide do seu auto e ferramentas e evite aborrecimentos.

Polimento a máquina

Você pode usar uma Politriz de alta velocidade para alcançar os resultados esperados de uma maneira profissional, sendo que na sua própria casa. Politrizes de alta velocidade acabam completamente com as manchas superficiais e arranhões, resultando em uma cor brilhante e acabamento perfeito. Porém, o uso incorreto de uma Politriz de alta velocidade podem comprometer o acabamento, por isso, treine a sua habilidade em manusear essa máquina em uma outra superfície antes de usar no seu carro. Vídeos na internet podem ser de grande ajuda.

Uma Politriz orbital oferece ótimos resultados e brilho, sendo que exige menos esforço, pois é mais fácil de usar. A dica principal é não deixar nenhum grão de areia na lataria do carro nem na Politriz antes de começar o procedimento. Depois, espalhe a massa polidora e use a máquina para um resultado excelente.

Como polir carros

Se você não quer investir em uma máquina politriz agora, escolha o polimento manual. Esse tipo de polimento exige uma maior quantidade de massa polidora, o que requer mais tempo e dedicação. É necessário usar a massa de polimento para o caso de haver arranhões profundos no acabamento. Já o polidor é usado quando a pintura está em perfeito estado e precisa apenas aumentar o brilho.

Com o carro completamente limpo, molhe a região a ser polida, mergulhe a lixa d’água para polimento no balde com água e passe suavemente sempre na mesma direção até começar a diminuir ou apagar totalmente a mancha ou risco (se atingiu a lataria, o risco poderá ser apenas disfarçado), agora seque a região lixada com um pano velho ou estopa, passe um pouco de massa para polimento com os dedos sobre a região que foi lixada, pegue uma estopa limpa e esfregue com toda a força até a massa desaparecer da lataria.

Olhe de diversos ângulos para checar se o resultado do trabalho ficou satisfatório, caso contrário, aplique um pouco mais de massa e esfregue com a estopa outra vez até obter o resultado desejado. Essas dicas de como polir carros vão ajudar você a deixar o seu veículo cada vez mais bonito.