Categorias
Dicas de Limpeza

Cachorro em casa: 5 dicas para manter a casa limpa

Ter cachorrinhos em casa é tão bom! Eles nos fazem companhia como ninguém, alegram nossos dias, mas manter a casa limpa pode ser um pouco mais complicado. O acúmulo de pelos e os odores fortes podem ser dois grandes problemas que sempre acompanham a convivência com um animalzinho de estimação. Mas para tudo tem uma solução! A seguir mostramos alguns truques fáceis para você manter sua casa limpa.

Escove seu cão diariamente: dessa forma, a maioria dos pelos que seu cão perde todos os dias acaba na escova, e não no sofá. Além disso, escovar seu cão o deixará com um pelo mais bonito e brilhante. 

Aspire sua casa diariamente com um aspirador portátil: existem no mercado aspiradores sem fio e muito leves que permitem que você faça uma rápida limpeza dos tapetes e sofás que o seu cão frequenta. O tempo que você vai gastar removendo alguns pelos a cada dia é muito menor do que o que você terá se fizer isso apenas uma vez por semana, acredite!

Mantenha sua casa bem ventilada: alguns minutos por dia são suficientes, mas se você sentir que o cheiro de cachorro está um pouco mais forte que o normal, abra as janelas algumas vezes por dia e por mais tempo.

Use neutralizadores de cheiro: para manter um perfume agradável e suave, você pode preparar uma solução com vinagre de maçã e bicarbonato de sódio. É só adicionar o preparo onde seu cachorro costuma passar mais tempo.

Limpe regularmente sua caminha e seus brinquedos: camas, brinquedos e até mesmo as coleiras podem ficar com um cheiro forte se não lavados com frequência. Confirme se os objetos podem ser lavados na máquina e, caso contrário, deixe de molho e esfregue-os bem. Tente fazer a higiene num dia de sol para que as peças sequem rapidamente e seu animal não sinta falta.

Esperamos que estes truques te ajudem e que viver com o seu cãozinho seja ainda mais prazeroso. 

O Carrefour apoia a causa animal. Visite nossa página para saber mais: https://www.carrefourpelosanimais.com.br/

Categorias
Auto e Ferramentas

Veja como fazer uma casinha de cachorro

Ter um animal de estimação traz muitos benefícios para a vida, incluindo diminuir o estresse após um longo dia de trabalho. Para ajudar a manter a vida do pet mais saudável e protegida, principalmente se ele ficar do lado de fora da casa, veja dicas de como fazer uma casinha de cachorro para montar um abrigo confortável. Há dois tipos principais de materiais que podem ajudar a montar uma casinha: madeira ou plástico.

Antes de começar a pensar em executar uma delas, veja o porte do cachorro; se ele for filhote verifique as medidas de um cão adulto semelhante, e se não tiver raça definida, pergunte ao veterinário para se ter uma estimativa de quanto o filhote pode crescer.

Escolha materiais que resistam às intempéries, separe as ferramentas e leia as dicas a seguir.

Casinha clássica de madeira

Após ter as medidas do seu cão, vá até uma marcenaria ou loja de construção e compre tábuas para comprimento e largura corretos, já peça o corte para não ter erros na montagem. Aproveite e separe pregos, parafusos, martelo, chaves de fenda e um esquadro (para medir os ângulos).

A madeira é um material que é mais confortável para o cão e não varia tanto de temperatura em estações muito quentes ou frias. Em um papel desenhe seu projeto, procure como fazer uma casinha de cachorro em imagens de sites para guiar-se nas medidas.

Numa casa clássica pode-se pensar na estrutura do piso, três paredes e o telhadinho, sendo que a quarta parede de entrada ficaria toda aberta. A base deve ser a primeira a ser construída, ela determinará o tamanho das paredes também. Caso queira fazer uma porta, meça uma entrada em uma das tábuas e faça o recorte utilizando uma makita ou serrote, use o esquadro para guiar-se nos ângulos ao finalizar a casinha com o teto, una tudo com os pregos e parafusos.

Finalize passando verniz e demão de tinta para proteger a madeira.

Como fazer uma casinha de cachorro pré-fabricada

Há casinhas de cachorro feitas de plástico e que vêm fechadas em caixa para que os donos as montem.

O passo a passo é explicado em um manual de instruções, sendo fácil a montagem, nesse caso é indicado que a casinha fique em um lugar protegido do sol, porque o plástico, diferente da madeira, pode aquecer diretamente no calor, trazendo desconforto para seu pet.

A parte boa é que uma casinha de plástico é mais fácil de lavar e limpar, e na maioria dos modelos basta retirar o telhado para a manutenção. 

Categorias
Auto e Ferramentas

Como fazer energia solar em casa?

Diminuir os custos com energia elétrica é a principal vantagem de gerar energia solar em casa. Porém, o custo das placas solares nem sempre é acessível a todos, por isso buscamos uma forma de como fazer energia solar reutilizando garrafas PET para criar um aquecedor de água, assim você toma banho quente sem pagar nada mais por isso. Prepare as suas ferramentas e mãos à obra.

Aquecedor solar feito de garrafas PET

Por ser feito com 90% de matéria-prima reciclada, esse aquecedor é ecológico porque ajuda a diminuir o impacto ambiental causado por garrafas plásticas e embalagens soltas na natureza. Além disso, usando esse aquecedor na caixa d’água você tem água quente em todas as torneiras sem pagar nada mais por isso.

O que você vai precisar

60 garrafas PET transparentes de 2 litros;
50 embalagens vazias longa vida de 1 litro;
11 m de canos de PVC de 20 mm e 1/2 polegada;
20 conexões T em PVC de 20 mm e 1/2 polegada;
1 fita de autofusão ou borracha de câmara de ar;
1 litro de tinta fosca preta;
1 luva; 1 estilete;
1 cano de PVC de 100 mm com 70 cm de comprimento para molde do corte das garrafas PET;
1 martelo de borracha;
1 lixa d’água n° 100;
1 cola para tubos de PVC;
1 arco de serra;
1 tábua de madeira com no mínimo 120 mm de comprimento;
5 pregos;
1 ripa pequena com aproximadamente 15 cm de comprimento;
1 fita crepe com largura de 19 mm;
4 conexões L (luvas) de PVC de 20 mm e 1/2 polegada;
2 tampões de PVC de 20 mm e 1/2 polegada.

Como fazer energia solar

Corte o cano de PVC em 30 cm, fazendo em seguida um corte vertical no meio do cano, que dividirá a peça em 2 partes, usando esse como molde e encaixe as garrafas dentro dele, cortando o seu fundo no mesmo tamanho do cano.

Agora, abra as embalagens longa vida sem cortar. Faça cortes diagonais nas pontas para que a caixa entre dentro da garrafa pelo fundo que já foi retirado. Antes de colocar cada embalagem dentro da sua respectiva garrafa PET, pinte as embalagens longa vida com a tinta preta fosca e deixe secar.

Corte os tubos de PVC que devem ter 100 cm cada e lixe suas pontas para retirar aparas e isole as extremidades com fita crepe. Em seguida, pinte os canos também de preto. Para a barra superior, use 5 tubos T e 5 tubos de 20 mm cortados em 8,5 cm de comprimento. Cole um tubo T a um tubo normal e vá intercalando as peças. Não precisa pintar.

Para a barra inferior repita o processo, mas não use a cola de PVC, e sim o martelo de borracha para encaixar perfeitamente por meio de batidas leves. Coloque 5 garrafas PET (encaixada uma dentro da outra em sequência) dentro dos tubos que foram pintados anteriormente e veja se o encaixe está perfeito. Nesse momento, retire a fita crepe das extremidades. Após esse teste, conecte os canos na barra superior.

Insira uma garrafa PET, forre com uma embalagem longa vida (a parte pintada para cima). Repita esse procedimento até que haja 5 garrafas. Encaixe a barra inferior na outra extremidade do cano e use o martelo para ajudar a fixar melhor.

Depois de ter todos os módulos prontos e devidamente encaixados, leve para o telhado e coloque-os posicionados de forma a absorver mais radiação solar. Para conectar o aquecedor de PET à caixa d’água, são necessárias algumas adaptações para os tubos do aquecedor, retorno da água quente e também do misturador.

As modificações variam conforme o tamanho de cada caixa d’água. Agora que você aprendeu como fazer energia solar em casa, é hora de dar destino aos recicláveis que você tem em casa.