Categorias
Esporte e Lazer

Truques de como ensinar a nadar

A natação é um exercício físico completo porque mexe com todos os grupos musculares do corpo e ainda trabalha a respiração, a coordenação motora, a explosão e a concentração. Por isso buscamos dicas de como ensinar a nadar para você começar ajudando seus familiares na piscina de casa mesmo.

Quanto mais cedo melhor

A primeira conquista que você precisa ter do seu aprendiz é que ele perca o medo da água. Quanto mais cedo a criança entra em contato com a água, melhor. Desde os 3 meses de idade, os bebês já podem começar a entrar na água, pois ele já nasce com reflexos e respiração treinados pela longa permanência dentro da barriga da mãe. Mas a partir do 6º mês eles começam a perder esses reflexos. Por isso, o indicado é iniciar o contato com a piscina desde o terceiro mês.

Como ensinar a nadar

O mais apropriado (principalmente para ensinar os maiorzinhos) é deixar a criança na parte da piscina onde ela possa ficar em pé, com a cabeça e parte do tronco fora da água. Assim, se a criança por algum motivo sentir medo, vai saber que botando o pé no chão já estará fora da água. Isso é importante para a criança ter confiança no aprendizado.

Embaixo d’água

Brincar de fazer borbulhas e competir para ver quem aguenta mais tempo com a respiração presa são duas formas de ensinar como lidar com a respiração embaixo d’água. Até em uma bacia é possível que a criança coloque o rosto, fazendo borbulhas, depois terá mais confiança ao fazer isso sob a água. Prender a respiração fora da piscina como forma de treinamento também ajuda na hora de mergulhar.

Bater as pernas

Uma pranchinha de isopor pequena é suficiente para que a criança segure entre as mãos. Antes de ela começar a bater as pernas, você a segura pelo abdômen e mostra que movendo as pernas esticadas é possível se manter sem afundar e, caso isso ocorra, basta colocar os pés no chão que fica tudo bem. Vá soltando a barriga da criança aos poucos e, quando ela menos esperar, já estará se movendo sozinha, apenas com o auxílio da prancha.

Sincronizando respiração e movimentos

Depois que a criança já consegue se mover batendo as pernas e segurando a prancha, é hora de ensinar a ela a fazer as borbulhas enquanto nada. Assim, ela coloca o rosto dentro da água e levanta a cabeça quando precisar tomar fôlego. Deixe que a criança faça isso muitas vezes até ela encontrar o próprio ritmo.

Paciência sempre

Os movimentos ensinados acima são para a criança aprender a se mover na água sem medo e a manter a calma sempre que estiver na piscina, e não se engane: isso pode levar semanas. Por isso toda a paciência do mundo é necessária.

Depois que você conseguir que a criança realize o que ensinamos aqui, é aconselhável matriculá-la em uma aula de natação para que ela aprenda os quatro estilos (crawl, borboleta, costas e peito) e, quem sabe, descobrir um talento olímpico.

Essas dicas de como ensinar a nadar são a base para que a criança perca o medo da água e se familiarize com a piscina.

Categorias
Esporte e Lazer

Natação ou hidroginástica: qual o melhor para relaxar?

A natação e a hidroginástica são conhecidas por serem atividades de alto gasto calórico e baixo impacto para as articulações e tendões. Seja na praia ou piscina, o importante é se se sentir bem. Mas e na hora de relaxar?

Qual das duas ajuda mais: Natação ou hidroginástica? Conheça cada uma delas e veja qual modalidade esportiva aquática tem mais a ver com você.

Natação

Se você precisa de uma atividade física que te faça relaxar, praticar natação de forma lenta, cadenciada e alongada pode ser uma boa opção para relaxar os músculos e promover um bem-estar geral.

O fato de estarmos submersos já nos deixa mais livres porque o peso do nosso corpo diminui bastante. Um bom exemplo do quanto é relaxante estar na águaé que, ao tentarmos boiar, só quando relaxamos completamente (corpo e mente) e estamos entregues à leveza da água é que conseguimos permanecer boiando na superfície.

Nas aulas de natação, além dos 4 estilos (craw, peito, costas e borboleta), você aprende a respirar coordenadamente aos movimentos, o que representa um ganho a mais em qualquer atividade física que você faça.

Hidroginástica

A hidroginástica é uma atividade aeróbica realizada dentro da piscina com ou sem o uso de equipamentos para execução dos exercícios que o professor propõe durante a aula. Normalmente, são ouvidas músicas de vários ritmos para embalar os exercícios ou de acordo com o gosto musical da turma.

Muito procurada pelos benefícios que traz para o corpo e também para a saúde, a hidroginástica surgiu na Alemanha e era voltada somente para um grupo de pessoas com idade mais avançada e que sentiam a necessidade de praticar uma atividade física que fosse segura, não causasse lesões articulares e que proporcionasse bem-estar físico e mental.

Surgiu no Brasil nos anos 70 como terapia de reabilitação de lesionados. Já nos anos 80 virou atividade física e hoje é muito procurada por quem quer se exercitar sem sobrecarregar as articulações com o peso do próprio corpo.

Natação ou hidroginástica?

Para quem sempre levou vida sedentária, a hidroginástica é a mais recomendada por ser uma atividade aeróbica com baixo impacto e bom gasto calórico, e que pode ser praticada por pessoas sem nenhuma habilidade física específica e que estão bastante acima do peso. Já para quem praticou natação anteriormente e hoje domina ao menos um dos 4 estilos de nado, começar um programa de natação pode representar uma melhoria considerável na atividade cardiovascular, respiratória e no gasto calórico.

Por fim, se o que você quer é relaxar, tanto faz se é natação ou hidroginástica, pois ambas quando feitas da maneira correta têm o poder de nos deixar mais leves, relaxados e ainda ajudam a dormir melhor.

Categorias
Esporte e Lazer

O que ganha mais massa: natação ou academia?

Não é necessário optar entre natação ou academia para obter ganho de massa muscular, pois o trabalho associado entre natação e musculação pode render ótimos resultados. Quando utilizamos a piscina na natação, acontece uma melhora da circulação sanguínea, que possibilita a cicatrização das microlesões causadas no treino de musculação, por isso as duas atividades podem ser complementares.

Natação

Na natação um dos primeiros resultados positivos é a melhora da resistência cardiorrespiratória. A natação também favorece a melhora da circulação sanguínea, pelo relaxamento dos vasos em função da pouca ação gravitacional que a água oferece. Com o passar do tempo de treinamento constante, o fortalecimento dos músculos dos ombros, como os deltóides, das costas e do grande dorsal, dentre outros que fazem parte dos movimentos básicos da natação, é visivelmente percebido. Porém, fortalecimento não significa necessariamente o ganho de massa muscular ou hipertrofia, pois o fortalecimento pode ocorrer sem que haja a hipertrofia (ou aumento de massa muscular), mas a hipertrofia só ocorre depois do fortalecimento muscular.

Natação ou academia

O ganho de massa muscular na academia é obtido através dos treinos de força, pois combinam duas características básicas para esse fim: estimulam a hipertrofia, desenvolvendo as fibras e aumentando a massa muscular, e consomem calorias durante e após o treino, reduzindo a gordura corporal. Pelos movimentos específicos, um treino de força na academia pode exercitar todos os grupos musculares do seu corpo, o que leva a um desenvolvimento de massa muscular geral e equilibrado.

O treino de força ajuda também a aumentar a densidade dos ossos, equilíbrio físico, agilidade, velocidade, coordenação motora e a prevenir a perda de massa muscular e de força com o passar dos anos. Não use todo o seu treino fazendo séries de 10 a 15 repetições. Utilize parte do tempo para executar séries de poucas repetições (no máximo 8) mas com cargas altas.

O objetivo é aumentar a carga e diminuir as repetições ao longo do tempo. E o mais importante: Não deixe de aquecer antes e de alongar depois. Fazendo natação ou academia com uma série de exercícios equilibrada, você ganha massa muscular e resistência física.

Categorias
Esporte e Lazer

Benefícios da natação para todas as idades

A natação é um esporte bastante democrático, podendo ser realizado por pessoas de todas as idades na piscina do condomínio, do clube ou na escola de natação. Aliado à boa saúde, os benefícios da natação são inúmeros. Alguns especialistas, inclusive, dizem que os praticantes de natação terão maior longevidade se fizerem dessa prática um costume. Confira abaixo algumas vantagens e benefícios desse esporte e inclua esse exercício à sua vida. Com certeza você sentirá os benefícios do bem-estar assim que começar a praticá-lo.

Benefícios

A natação proporciona diversos benefícios, dentre eles a melhora da resistência física, o aumento da capacidade circulatória e respiratória, a ampliação dos movimentos articulares, melhora da capacidade de raciocínio e diminuição de sintomas de doenças cerebrais. Além disso, esse esporte contribui para a prevenção, manutenção e até mesmo recuperação dos movimentos, do equilíbrio, da coordenação e da capacidade cardíaca. Quer dizer, um único exercício é capaz de reunir uma série de vantagens e benefícios para você e sua saúde.

Indicações

Para pessoas iniciantes, o ideal é começar a praticar a natação 2 vezes por semana. Essa frequência pode ser aumentada assim que você for se sentindo mais confortável com a prática, podendo chegar a 5 vezes semanais. Com o passar do tempo, o aumento da resistência física será notado. É recomendado que o tempo para cada atividade seja de, no mínimo, 30 minutos e, no máximo, 60 minutos já incluso o tempo de aquecimento.

Resultados

Ao longo das 4 primeiras semanas de esporte, você conseguirá observar os primeiros sinais de ganhos dos benefícios da natação. Por ser um esporte com resposta rápida, você terá motivação para evoluir cada vez mais. Em 12 semanas (por volta de 3 meses) de natação, a percepção dos benefícios será bastante significativa. Após 6 meses com frequência regular, será possível perceber que os avanços são cada vez mais progressivos e regulares.

Agora que mostramos os benefícios da natação para todas as idades, comece a praticar e faça boas braçadas!