Aprenda a preparar um fondue caseiro e econômico

Quer preparar um bom fondue gastando pouco? Então você vai adorar as dicas a seguir.  

No friozinho, preparar um cremoso fondue de queijo ou de chocolate é garantia de sucesso com a família e amigos. O que você talvez não saiba é que essa delícia pode ser preparada na sua casa, com ingredientes fáceis de achar e que custam pouco! Até os acompanhamentos entram na economia: sobrou pão, fruta, legume, carne? Basta cortá-los em pedaços pequenos para que se transformem na companhia ideal para o seu fondue caseiro. Trouxemos algumas dicas para que você possa fazer uma versão simples e prática. Dá uma olhada.

Fondue de queijo

Em vez de comprar aquele fondue pronto e industrializado, aposte em outros tipos de queijos. Existem várias alternativas que podem deixar seu fondue tão saboroso quanto o original. Você pode usar até mesmo o queijo muçarela. O importante é que esteja aquecido e derretido. Para acompanhar, você pode usar pão, batatinha, tomate…Não tem regra! Veja essa receita de fondue de queijo baratinho para se inspirar.

Fondue de chocolate

Para o fondue de chocolate, basta comprar o chocolate de sua preferência e derreter as barras com creme de leite para não ficar tão doce. Para acompanhar (ou mergulhar), você pode escolher a fruta que mais gosta e que está dentro do seu orçamento ou até mesmo pedacinhos de bolo, brownie e bolachinhas. Variedade é o que não falta, e tudo combina com chocolate, né?

Fondue de carne

Com o valor elevado da carne, a ideia é trocar o filé mignon pela alcatra. Além de ser mais barata, também é macia e combina muito bem com o prato. Na hora de escolher os molhos, aposte na criatividade. Experimente e teste novas receitas! Você pode preparar desde o básico molho rosé até um molho barbecue mais intenso e elaborado, que dará um toque ainda mais especial.

Na hora de servir

Você não precisa do aparelho de fondue, conhecido com réchaud. Existem outras maneiras de manter o prato aquecido, como o banho-maria, por exemplo. É recomendado levar o fondue do fogão direto para a mesa. Assim, você vai aproveitar do jeito certo, bem cremoso e derretido. Caso esfrie, é só levar ao fogo baixo e aquecer até ficar no ponto perfeito.

Conheça os diferentes tipos de tomate

Cereja, italiano, caqui…Cada tipo de tomate tem características únicas, ideais para preparar distintas (e deliciosas) receitas.  

O tomate é um alimento essencial na cozinha. Sem ele, muitas receitas tradicionais seriam impensáveis. Não há dúvida de que essa fruta (sim, é uma fruta!) é o complemento perfeito para praticamente qualquer prato, pois é extremamente versátil e ótima para grelhar, assar ou refogar.

Mas com tantas variedades de tomates para escolher, você pode ficar se perguntando “qual é a diferença?”. A gente te explica! Fizemos este guia para você conhecer os diferentes tipos de tomate. Assim, você pode encontrar o mais adequado para sua próxima receita. Veja a seguir.

Tomate Caqui

Sabe aquele vinagrete para o churrasco de domingo? O tomate caqui é perfeito para preparar a receita. Esse tipo costuma ser bem graúdo, é firme e tem boa conservação.

Tomate Carmem

O mais consumido no Brasil. É um pouquinho mais aguado e amarelado, o que o torna bom para consumir em saladas, mas não para preparar molhos.

Tomate Cereja

É bem pequeno, e lembra cerejas; daí seu nome. É tipicamente vermelho, mas é possível encontrar amarelo, verde ou até preto. Pode ser utilizado tanto em saladas quanto em pratos. Na pizza, por exemplo, ele dá um toque especial.

Tomate Débora

É o coringa dos tomates, pode ser usado em diversas receitas, portanto é ótimo para o dia a dia. Indicado para saladas, molhos e também para preparar tomate seco.

Tomate Holandês

Leva esse nome porque era importado da Holanda, mas hoje em dia é cultivado aqui. É vendido em ramos, assim como é colhido, e fica bom em molhos e pratos que vão ao forno. 

Tomate Italiano ou Roma

É mais alongado, carnudo e possui menos sementes. Ideal para preparar molhos, pois possui menos água, o que dá mais consistência. Sua única desvantagem é que é mais sensível e pode estragar mais rápido.

Tomate Sweet Grape

Você pode ter confundido com o cereja em algum momento, pois também é bem pequeno. A diferença entre eles é sua forma mais alongada, semelhante à uva. É uma ótima opção para consumir com saladas, peixes e queijos.

Dicas de molhos para acompanhar bolinho de bacalhau

Um dos petiscos mais amados do Brasil, o bolinho de bacalhau fica ainda mais saboroso com alguns tipos de molho. 

Prato tradicional da cozinha mediterrânea, o bolinho de bacalhau é ainda mais popular em Portugal, ganhando o título de prato típico na região. Porém, o petisco hoje em dia faz sucesso no mundo inteiro – inclusive aqui no Brasil. 

Ideais para servir como entrada, saborear no happy hour ou degustar em um jantar descontraído, os bolinhos de bacalhau são uma ótima pedida para saborear juntamente com um vinho branco.

Além disso, eles ficam maravilhosos com diversos tipos de molho. Todos muito gostosos e fáceis de preparar. Por isso, separamos algumas receitas do CyberCook para você escolher o seu molho preferido e experimentar com o seus bolinhos de bacalhau. Hummmm!

Tártaro

O molho tártaro é uma ótima pedida para acompanhar os mais variados petiscos. O principal ingrediente para o preparo dessa delícia é a maionese e fica pronto rapidinho. Aprenda como preparar. 

Tapenade

Tapenade é uma pastinha rústica feita de azeitonas. Prato típico da França, essa delícia é muito simples de ser feita e harmoniza muito bem com diversos tipos de petisco . Veja aqui a receita. 

Cream Cheese

Cream cheese é um ingrediente presente em várias receitas. Fácil de fazer, leva poucos ingredientes e combina perfeitamente com o bolinho de bacalhau. Quer aprender a preparar? O CyberCook te ensina o passo a passo

Aioli

Aioli é um tipo de maionese de alho muito típica na culinária francesa. Os ingredientes base do molho aioli tradicional são alho, azeite e gema de ovo. É muito simples de preparar esta delícia em casa. Veja aqui a receita.