Categorias
Casa e Decoração

Mesa de vidro ou madeira: Qual é a melhor para a sua casa?

A decoração da sua casa pode seguir uma tendência exclusiva ou mesclar estilos. Tudo depende da identidade que você quer imprimir ao ambiente. Na sala de estar, cozinha ou sala de jantar, uma mesa de vidro ou madeira é um elemento importante na composição da decoração. Aprenda agora como escolher a melhor mesa para você.

Sala de estar

O cômodo onde recebemos as visitas, a chamada sala de estar, possui normalmente uma mesa no centro e mesas auxiliares nos cantos. O vidro costuma ser mais utilizado nesse cômodo por aparentar mais leveza e transparência. Mesas de centro em vidro costumam ter uma prateleira abaixo do tampo onde são colocadas revistas e na parte de cima objetos de decoração, como vasos e miniaturas. Se a sala de estar é pequena, a dica é optar por vidro espelhado, que deixa o ambiente mais amplo.

Agora, se você possui uma sala grande, com decoração mais tradicional e requintada, um centro de mesa em madeira deixa o ambiente ainda mais sofisticado e retrô. Ainda mais se for uma peça estilo Luís XV ou com pés palito datado de décadas atrás. Vale lembrar que a mesa pode ser combinada com peças de épocas diferentes e não é necessário que a mesa de centro seja rigorosamente igual às mesas auxiliares.

Mesa de vidro ou madeira na sala de jantar

Aqui a mesa representa (novamente) o centro do ambiente. Costuma ser de madeira combinada ao estilo do buffet e também da iluminação. Se os móveis são antigos, geralmente temos um pendente também de estilo tradicional. Agora, se a decoração é mais moderna, temos o tampo da mesa em vidro (mais grosso e resistente às temperaturas) ou ainda uma mescla de madeira e vidro onde os pés da mesa podem ser de madeira e seu tampo de vidro. Outra forma que encontramos é somente a parte central da mesa ser em vidro e emoldurada pela mesma madeira das cadeiras e buffet.

A mesa da cozinha

Nesse ambiente a descontração e a praticidade costumam ser priorizadas. Por isso, ao escolher entre mesa de vidro ou madeira para a cozinha, tenha em mente o tipo de limpeza que será necessário fazer frequentemente na peça, pois na cozinha existem vapores que podem impregnar em sua mesa caso você não disponha de uma coifa. Por isso, escolha a que seja mais fácil para você manter limpa e sempre nova.

Categorias
Esporte e Lazer

Atividades de férias? Mesa de sinuca é diversão garantida

Se você não vai conseguir viajar nessas férias, não se preocupe. É possível garantir a alegria de toda a família, independente da idade, mesmo ficando em casa. Ao planejar as atividades de férias, pense, por exemplo, em ter uma mesa de sinuca. Crianças, adolescentes e adultos podem passar ótimos momentos juntos durante os jogos de sinuca. Coloque uma boa música, prepare alguns petiscos e reúna a família em torno dessa diversão!

Reúna a família e amigos nas atividades de férias

Uma mesa de sinuca é um passatempo muito versátil. Você consegue se divertir sozinho, praticando por horas e horas, ou pode reunir os familiares e amigos nessa atividade. É comum que a casa de quem tem uma mesa de sinuca se torne um lugar central para muitos encontros e bate-papos.

De quanto espaço preciso?

A questão do espaço costuma ser a principal preocupação na hora de adquirir uma mesa de sinuca. Mas saiba que existem mesas nos tamanhos oficiais e também mesas próprias para espaços residenciais. É possível encontrar uma que caiba em sua casa. O principal é saber quanto de espaço que você tem disponível, levando em conta também o espaço de circulação.

Existem modelos portáteis e cabem em qualquer cantinho da sua casa. Há ainda os modelos infantis, próprios para a diversão com a criançada. E, claro, tem a mesa de sinuca multiuso. Ela tem tampos removíveis que transformam também em mesa de futebol de botão e de tênis de mesa. Mais prático, impossível.

Os acessórios necessários

Algumas mesas de sinuca já acompanham os tacos e as bolas, mas eles também podem ser adquiridos separadamente. Giz para taco, capa para a mesa, ponte e cruzeta são outros itens que você pode adquirir para completar e profissionalizar sua diversão.

Se você quer deixar suas férias ainda mais animadas, vale a pena criar uma área de lazer e jogos na sua casa, em que a mesa de sinuca será a principal atração. Outros jogos que podem fazer parte desse ambiente são os jogos de dardos, mesa de pebolim, xadrez e pôquer.

Categorias
Esporte e Lazer

Como escolher o melhor tamanho de mesa de sinuca para ter em casa?

Se você tem espaço de sobra em casa e gosta muito de sinuca, por que não ter uma mesa? Mas saiba que tamanho de mesa de sinuca não é brincadeira. As oficiais medem 2,80 m x 1,52 m. Se forem profissionais, elas medirão 3,10 m x 1,70 m. Aquelas menores, encontradas normalmente em bares, têm 1,70 m x 0,95 m.

Por isso, é extremamente importante considerar ao menos 2 metros de sobra ao redor de cada lado da mesa de sinuca para que o taco não bata nas paredes ou mesmo nas pessoas que estiverem por perto para jogar ou apreciar a partida.

Outra coisa importante é o material que sua mesa ideal deve ter. Elas podem ser feitas de madeira, com o tampo (lugar em que as bolas circulam) de madeira. Se for exatamente assim, ela poderá pesar até uns 200 kg. Vale lembrar que as mesas de madeira precisam de cuidados para manter o tampo nivelado. Portanto, nada de apoiar objetos no tampo e tome cuidado para não derramar líquidos sobre a mesa. No geral, as mesas de madeira são indicadas para todos os ambientes, exceto aqueles muito úmidos.

A mesa ideal

O tamanho ideal é o que couber em seu espaço. Por isso, meça direitinho (sem se esquecer da sobra para as jogadas) e escolha a que ficar melhor. Assim, a diversão será garantida.

Prepare o lugar da mesa

Planeje bem onde você colocará a mesa. Aliás, se possível, compre um nivelador para garantir que o chão estará nivelado. Mesmo que ele esteja desnivelado, não se preocupe: calços, pé e placas podem ajudar a nivelar a mesa. Lembre-se também que uma mesa de sinuca pode pesar algumas centenas de quilos, então escolha bem o lugar para não ter que mudar de posição constantemente.

Além disso, antes de comprar, é legal saber se o tamanho de mesa de sinuca escolhido passa por portas ou mesmo janelas. Seguindo todos esses passos, a diversão em sua casa está garantida!  

Categorias
Esporte e Lazer

Ping-pong ou tênis de mesa: existe diferença?

Apesar de serem praticamente iguais na hora de jogar, existem algumas diferenças entre esses 2 jogos. Começando pela principal diferença: o tênis de mesa é considerado um esporte e o ping-pong uma atividade recreativa. As outras distinções ficam por conta dos materiais usados e das regras de jogo, confira:

Raquete

No ping-pong, você compra a raquete e ela já vem pronta para o jogo. Algumas possuem até EVA em um dos lados. Porém, no tênis de mesa você compra a raquete, a borracha e a cola para, então, montar sua raquete. Além do mais, a borracha precisa ser certificada pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF). Outra questão é que a madeira e o formato da raquete também precisam seguir um padrão exigido pela ITTF.

Bola

A bolinha do ping-pong é mais pesada que a do tênis de mesa.

Mesa

Não há uma diferença notável entre a mesa de ping-pong e de tênis de mesa. Pode ser que a mesa de tênis de mesa tenha uma melhor qualidade apenas.

Diferenças nas regras do jogo

Não parece, porém há algumas diferenças nas regras do jogo. Uma delas é na hora do saque. Para ser realizado o saque, é necessário que a bolinha atinja pelo menos 15 centímetros de altura. E é preciso que o jogador adversário veja a bolinha, desde a hora que ela é arremessada para cima até ser atingida pela raquete. Outras regras se referem às raquetes caneteiras, que possuem borracha apenas de um lado. Dessa forma, elas só podem bater ou rebater a bolinha com o lado onde há borracha.

Podemos perceber que o ping-pong é uma brincadeira recreativa para você jogar com seus amigos. Enquanto que o tênis de mesa é um esporte reconhecido nacional e internacionalmente, possuindo uma federação que dita suas normas.

Agora que você sabe a diferença entre ping-pong e tênis de mesa, reúna a turma e comecem a jogar.

Categorias
Esporte e Lazer

Escolha a melhor mesa de pebolim e divirta-se

Totó, pebolim ou pacau, dependendo de onde você mora, esse jogo é conhecido por um desses nomes. Mas o importante é que ele é um jogo muito conhecido e que muitas pessoas gostam de jogar. E, se você tem interesse em ter uma mesa de pebolim em casa, é necessário prestar atenção em alguns detalhes na hora da compra. Por isso, separamos algumas dicas para você saber escolher a melhor mesa de pebolim.

Escolhendo a melhor mesa de pebolim

No mercado existe uma variedade de mesas de pebolim, cada uma com um detalhe diferente, por ser feita para 2 jogadores ou 4 ou por algum detalhe no design. E, dentre essas características, separamos algumas importantes para escolher na hora de comprar a sua mesa. Confira as dicas:

Barras

Temos 2 tipos de barras, as passantes e as embutidas. As passantes são melhores, pois melhoram a qualidade do jogo. Além disso, elas precisam ser feitas de ferro e não podem entortar facilmente. Se forem cromadas, melhor ainda, pois se tornam mais leves, facilitando a jogabilidade. Já as embutidas são indicadas para quem possui criança em casa, pois elas não saem para fora da mesa quando são empurradas. Dessa forma, não provocam acidentes.

Molas x amortecedores

Se comparados, os amortecedores saem na frente, pois duram muito mais tempo sem perderem elasticidade. Além disso, promovem um conforto maior aos jogadores, que não necessitam de muita força para impedir algumas jogadas.

Bonecos

Quanto mais leves e resistentes forem os bonecos, melhor. Por isso, opte por bonecos feitos de plástico e que tenham uma boa resistência. Note se eles estão bem presos com parafusos de aço, pois eles devem sempre ficar bem presos às barras.

Campo

As mesas profissionais possuem campos planos, sem nenhum desnível. Já as mesas recreacionais possuem o campo com formato côncavo para que a bola sempre volte para o centro. Prefira sempre as mesas profissionais, as que possuem o campo bem nivelado, pois assim você poderá treinar melhor suas jogadas.

Mesas de pebolim e seus detalhes

Mesa sem os pés

A mesa tradicional de pebolim é aquela que é feita para 4 jogadores e fica suspensa em 4 apoios. Porém, você pode encontrar outros modelos de mesas. Alguns desses modelos não vêm com os 4 apoios, dessa forma você precisa apoiar a mesa em cima de uma mesa ou bancada.

Iluminação

Outro diferencial de algumas mesas é que elas possuem iluminação própria. Essa iluminação fica nas laterais do campo, permitindo ter uma melhor visibilidade.

2 jogadores

Há mesas feitas para apenas 2 jogadores. Dessa forma, ela possui uma quantidade menor de barras e bonecos em campo.

Agora ficou fácil escolher a melhor mesa de pebolim para você. Compre a sua e divirta-se!

Categorias
Casa e Decoração

Mesa linda: veja como fazer decoração de saladas

É bem verdade que nós comemos com os olhos. Por isso, além do sabor, é muito importante cuidar da aparência dos pratos que colocamos à mesa. Esse cuidado pode tornar mais atraentes pratos que nem todo mundo morre de amores, como as saladas. O corte dos vegetais, a saladeira escolhida, a harmonia das cores dos ingredientes são alguns dos segredos para fazer a decoração de saladas especial. Veja algumas dicas.

Escolher a saladeira é o primeiro passo para a decoração de saladas

Há uma variedade imensa desse tipo de utensílio e a escolha deve levar em consideração os alimentos que serão servidos. Tem saladeira com tampa para o caso de sobrar depois da refeição, saladeira em formatos criativos, como as de folha ou em forma de vegetais, e as feitas de vidro e acrílico.

Para o passo a passo que daremos abaixo, opte por uma saladeira circular, rasa e de vidro, que possa valorizar a apresentação dos alimentos.  

Lavar e cortar

Existe uma enorme variedade nos cortes dos vegetais. Eles alteram não só o visual, mas também a textura e até o sabor dos alimentos. Antes de tudo, lave bem os vegetais. Separe as folhas, pode ser o alface tradicional ou o americano, forre a saladeira com elas. Em seguida, corte tomates em gomos, aquele formato que parece um barquinho. Corte o pepino em rodelas bem fininhas. Por cima das folhas, em formato circular, coloque pepino e tomate intercalados. Preserve o centro do prato. Para completar, rale cenoura e beterraba no estilo allumette, conhecido como corte batata-palha. As verduras raladas devem ser usadas para preencher o centro do prato. Tempere ao seu modo.

As cores dão alegria e saúde ao prato

Percebeu que essa decoração prioriza vegetais de cores diferentes? Misturar o laranja da cenoura com o vermelho do tomate e o verde das folhas deixa a salada bonita e apetitosa. A cor dos alimentos indica os nutrientes que eles trazem. O verde indica a presença de pró-vitamina A, luteína, vitaminas B12, B5, B9, C, K, cálcio, potássio, ferro e magnésio; já o amarelo-alaranjado indica a presença de pró-vitamina A, vitamina C, carotenoides e flavonoides; e o vermelho, de licopeno, vitamina C e ácidos fenólicos.

Parece que beleza e saúde têm tudo a ver, não é mesmo? Então aproveite as dicas de decoração de saladas e prepare uma mesa linda para sua refeição. Vale a pena!

Categorias
Auto e Ferramentas

Como construir mesa de madeira e quais ferramentas usar

Uma mesa de madeira é algo que não pode faltar na nossa casa, pois, além de servir como mesa de jantar, também podemos usar como mesa de escritório; se for menor, como uma bonita mesinha de cabeceira ou mesa de centro para a sala de estar. Aprender como fazer mesa de madeira é super simples, mesmo sem grandes conhecimentos de marcenaria.

Comece pelo desenho

A primeira coisa é pegar folha de papel, lápis e régua e desenhar a sua mesa. A depender de como você pretende usar essa mesa, as dimensões serão diferentes. Desenhe a mesa de acordo com as dimensões e o formato que você desejar. Lembre-se de levar em consideração o espaço disponível para abrigar essa mesa e suas cadeiras (que você pode comprar prontas), para que as possam pessoas sentar com conforto.

Escolha a madeira para fazer a mesa

Quando for comprar a madeira tenha em mãos o desenho com as dimensões da mesa que você vai fazer. Por precaução, aconselhamos comprar sempre um pouco mais, para não faltar caso precise de mais madeira. Existem vários tipos de madeira, mas se você é inexperiente no ramo, escolha uma madeira mais macia como pinus, por exemplo.

Como fazer mesa

Comece fazendo o tampo da mesa: Para isso, você pode utilizar pranchas ou uma única tábua de madeira com as dimensões determinadas por você no desenho. As pranchas são tábuas com encaixe macho-fêmea e normalmente são uma opção mais barata do que uma tábua de madeira inteiriça, entretanto, pode ser necessário ajustar as medidas aproximadas das tábuas às desejadas para a sua mesa. Lixe esse tampo e vire a face que você quer que fique para cima na hora de usar a mesa, de encontro ao piso ou bancada de trabalho, assim, você pode fixar os pés da mesa na base que, por sua vez, será fixada no fundo do tampo.

Fixe a base

A base é um quadro de madeira que se fixa ao tampo, para ajudar a fixar os pés da mesa, evitando que a mesa balance ao menor contato. Essa base é o que dá firmeza aos pés. Para fazer a base,vire o tampo da mesa e desenhe um quadro, medindo alguns centímetros a menos que a borda do tampo. Depois, corte 4 pedaços de madeira, 2 pedaços com as medidas do comprimento e outros 2 com as medidas da largura (todos um pouco menores que a borda do tempo). Para fixar essas peças de madeira use uma parafusadeira para deixar tudo bem firme. O resultado será uma “moldura” menor que o tempo da mesa. E é aí que você fixará os pés.

Coloque os pés

Para prender os pés à base da mesa, continue com o tampo virado para baixo. Coloque o primeiro pé no canto interno da base da mesa, com as laterais encostadas no quadro da base. Para fixar cada pé à mesa, aplique cola de madeira profissional no topo do pé e nos cantos da base da mesa onde o pé vai ser encaixado. Faça o mesmo com o restante dos pés e deixe secar por 12 horas. Você também pode fixar os pés usando parafusos encaixados na parte de cima do tampo da mesa. Os parafusos ficarão aparentes, porém, essa é uma opção que dá uma aparência rústica e artesanal ao trabalho.

Agora que você descobriu como fazer mesa, resta lixar toda a peça e dar o acabamento da sua preferência pintando na cor desejada ou deixando ao natural, apenas com aplicação de verniz.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como fazer uma escrivaninha

Hoje em dia, é muito mais comum as pessoas utilizarem ferramentas em casa. É possível fazer diversos móveis e a escrivaninha é um deles. Basta ter as medidas e o usar os materiais certos para fazer uma peça ergonômica, que proporcione conforto e praticidade. Veja o nosso passo a passo de como fazer uma escrivaninha e faça você mesmo.

Vamos ao trabalho?

A primeira coisa que deve ser feita é verificar o espaço disponível que existe para acomodar a sua escrivaninha. Depois disso, é hora de escolher os cavaletes e o tampo da mesa que podem ser feitos de diversos materiais, como mármore, madeira, MDF, vidro ou até granito. Tudo depende do tamanho do seu orçamento.

Materiais necessários para saber como fazer uma escrivaninha

Você vai precisar de 2 cavaletes e um tampo. Nesse momento você vai escolher os cavaletes, que geralmente são de madeira ou ferro, e também o material de que será feito o tampo da mesa da sua escrivaninha. É possível reciclar uma porta que esteja sobrando em sua casa e pintar da sua cor preferida, combinando com os cavaletes que serão os pés da mesa.

Medidas

A medida do tampo da mesa será de acordo com o espaço disponível em sua casa. Se você tiver espaço, sugerimos usar um tampo de 1,70 m x 0,50 m, pois essas medidas proporcionam conforto e um local de trabalho (ou estudo) onde cabem computador, impressora e demais itens.

Vantagens de cada material

Vidro

O vidro é um dos materiais mais leves e que proporcionam uma visibilidade total da parte debaixo da mesa. Se pretende usar um único vidro, é indicado que ele seja um pouco mais grosso para ter mais resistência e durabilidade. Porém, você pode usar 2 tampos de vidro com espessura mais fina e, entre eles, colocar fotografias e imagens diversas e, assim, dar a sua cara ao móvel. O interessante é que você pode trocar as imagens que decoram a sua mesa sempre que quiser, dando um ar de novo para a sua escrivaninha.

Madeira

Outra maneira interessante de como fazer uma escrivaninha é reciclar uma porta ou tampo de maneira que esteja “de bobeira” em casa. No caso da porta, você pode até dividir ao meio, usando ferramentas para serrar, transformando em 2 tampos para 2 escrivaninhas. Mas, se espaço é o que não falta, uma porta inteira apoiada sobre 2 cavaletes pode se tornar uma escrivaninha ampla e confortável. Se você gosta da madeira ao natural, apenas dê algumas demãos de verniz na porta e nos cavaletes e pronto. Se preferir, pinte com as cores que combinem com a decoração da casa.

Mármore ou granito

Um tampo de pedra de mármore ou granito traz sofisticação e frescor para a sua bancada de trabalho ou escrivaninha. A pedra independente de ser mármore ou granito, está sempre fria e, com isso, proporciona um conforto térmico para quem vai fazer uso desse tipo de escrivaninha. Uma vez que o mármore ou granito são tipos de tampo mais pesados, é preciso escolher cavaletes bem resistentes para que a sua escrivaninha possa durar muito mais.

Agora que você já aprendeu como fazer uma escrivaninha, procure os materiais necessários e mostre o designer que há em você.