Categorias
Auto e Ferramentas

O que não pode faltar na sua caixa de ferramentas

Confira os itens essenciais para ter na sua caixa de ferramentas.

Uma torneira que vaza, um parafuso solto…Estas são apenas algumas das coisas que acontecem com bastante frequência em nossas casas e para as quais não é necessário ser especialista em reparos. Basta ter uma caixa de ferramentas com os itens corretos para que você mesmo possa consertar.

Para você não ficar na mão quando mais precisa, listamos as ferramentas mais importantes. Já pode começar a anotar.

Chaves de fenda: um clássico. Nossas casas são cheias de parafusos por todos os lados, de diferentes tamanhos e formas. Portanto, é imprescindível ter um conjunto de chaves de fenda.

Parafusos: pequenos, médios, grandes e com cabeçotes diferentes. Garanta parafusos de vários tamanhos para você poder fixar qualquer item na superfície que desejar.

Martelos: é recomendável um menor para reparos que exigem pouca força, e um grande para um trabalho mais pesado.

Alicates: servem tanto para cortar cabos como para torcer fios ou coisas semelhantes. Além disso, eles são muito úteis para dar um suporte quando seguramos pequenos itens que estamos consertando.

Fita isolante: grande aliada nos pequenos reparos devido à sua versatilidade. É essencial, por exemplo, para garantir a segurança em certos consertos elétricos, pois pode evitar a fuga de energia e ocorrência de acidentes.  

Trena: essencial para fazer medições e não cometer erros nas distâncias, por exemplo, quando você estiver posicionando alguns quadros na parede.

Chave inglesa: esta ferramenta é imprescindível para afrouxar ou apertar porcas.

Você já tem tudo?Este é um bom momento para revisar sua caixa de ferramentas. Se notar que falta algum item importante, visite o site do Carrefour para encontrar o que você precisa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda a calibrar corretamente os pneus do carro

A calibragem dos pneus é essencial para a boa manutenção do veículo, além de prevenir possíveis acidentes. Mas você sabe como calibrar corretamente os pneus do seu carro? Confira!

Como calibrar

A calibragem deve ser verificada quinzenalmente com os pneus frios num posto de gasolina próximo de você. Lembre-se de que o estepe também precisa ser examinado e calibrado.

– Digite o número no visor do calibrador

– Retire a tampa da válvula do pneu

– Aperte a trava na ponta do calibrador (quando existir)

– Encaixe a mangueirinha na válvula

– Aguardar o aviso sonoro do equipamento indicando a pressão ideal

– Recoloque a tampa da válvula do pneu

Pressão correta

A pressão correta é um item fundamental para garantir a boa dirigibilidade e o menor desgaste. Isso sem falar no aumento da segurança, da economia e da redução de emissão de CO2 na atmosfera.

É preciso respeitar a calibragem recomendada pela montadora – indicada pelo manual do proprietário. Caso você não tenha mais o manual do carro disponível, a informação pode ser encontrada na tampa de combustível, na lateral da porta, na tampa do porta-luvas ou nos próprios pneus.

Importante: Pneu calibrado com pressão acima da recomendada pela montadora também aumenta o desgaste e reduz o conforto, pois a suspensão tem mais dificuldade para absorver as irregularidades da pista.

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Passo a passo: Veja como limpar a memória do tablet

Aprender como limpar a memória do tablet é algo muito importante, pois mesmo que o aparelho tenha muito espaço de armazenamento, é bastante comum ele ficar rapidamente lotado de jogos, fotos e vídeos.

Por isso é preciso saber o que fazer nessas horas em que você precisa liberar espaço, mas deseja manter os seus arquivos. Criamos um passo a passo de como limpar a memória do tablet utilizando apenas os recursos nativos do Android.

Mas, se você preferir utilizar algum app, pode conferir a dica de 2 aplicativos, disponíveis na Google Play.

Como limpar utilizando apenas os recursos nativos do Android

O primeiro passo é limpar o cache, que é um espaço onde ficam armazenados arquivos temporários, utilizados pelos aplicativos. Um exemplo é o histórico do navegador. Por isso, o primeiro passo é apagar esses arquivos que, com o tempo, acabam utilizando muita memória no seu tablet. Nesse caso, você pode limpar todos os apps de uma vez ou escolher limpar o cache de apenas alguns apps.

Para limpar o cache de cada app, individualmente, siga estes passos:

  • Vá em Configurações;
  •  Clique em Apps;
  •  Clique em Todos os apps (ou “todos” ou “instalados”, dependendo da versão do Android);
  •  Então uma lista com todos os apps do seu tablet vai aparecer. Escolha um app que você sabe que ocupa bastante memória e clique nele;
  •   Na janela que abrirá, clique em “limpar cache”.

Já se você quiser limpar o cache de todos os apps, siga os passos a seguir:

  • Vá em Configurações;
  • Clique em Armazenamento;
  •  E depois clique em Dados de Cache;
  • Aparecerá uma mensagem perguntando se você gostaria de apagar todos os dados de cache. Responda que sim e pronto.

Você terá liberado a memória do seu tablet.

Apps que ajudam a limpar a memória do seu tablet

Também existem apps que fazem esse trabalho com menos cliques. O ponto negativo é ter que instalar mais um app. Mas, se você optar por essa forma, 2 opções bastante utilizadas são o AVG Cleaner e o Clean Master, que além de limpar o cache trazem outras funcionalidades como antivírus que podem ser bem importantes para o bom funcionamento do aparelho.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como usar parafusadeira na manutenção da casa

A parafusadeira pode parecer uma ferramenta simples, já que as suas versões analógicas, as chaves de fenda e afins, são tão presentes em nosso dia a dia. Mas não se engane. Para os que querem colocar a mão na massa na hora de montar móveis ou fazer alguns reparos, ela é fundamental. Por isso, separamos algumas dicas de como usar parafusadeira na manutenção da casa.

Atenção ao material utilizado

A superfície a ser trabalhada precisa ser levada em consideração na hora do uso. As mais sensíveis, como drywall, gesso e gesso acartonado, precisam de uma parafusadeira com mais rotação, evitando assim danificar o material. Peças em madeira podem fazer com que os parafusos penetrem mais do que deveriam. Tenha cuidado com pisos e peças de cerâmica, pois, caso você aplique pressão de mais com a parafusadeira, poderá causar o aparecimento de fissuras e rachaduras na peça.

Não se esqueça de ajustar

Antes de utilizar uma parafusadeira, faça um ajuste de profundidade elevando o parafuso ao nível máximo. E lembre-se: a ponta da parafusadeira deve ser trocada de acordo com a porca ou o parafuso a ser utilizado. As brocas devem ser escolhidas conforme o tamanho desejado e dependem, ainda, da voltagem da parafusadeira.

Para um lado e para o outro

Muitos modelos vêm com a opção de inversão, ou seja, de desparafusar. Ela se apresenta na forma de um botão ou de uma chave em frente ou acima do gatilho. Acionado para a direita, o equipamento girará no sentido horário, ou seja, apertará o parafuso. Com a chave colocada para a esquerda, o equipamento irá girar de modo a soltar o parafuso. A posição central da chave mantém o aparelho travado para que ele não gire, ainda que o gatilho seja pressionado.

Qual a melhor bateria para você?

Para os modelos caseiros, utilizados para hobby e pequenas manutenções, 2 possibilidades são indicadas: parafusadeiras elétricas ou a bateria. As elétricas são mais eficientes quando o importante é a potência e precisão, mas restringem o movimento ou exigem uma extensão bem grande. Já as parafusadeiras a bateria são alimentadas por uma bateria recarregável, podendo ser carregadas e utilizadas em qualquer lugar.

Dentro dessa possibilidade, existem mais 2 opções: modelos com bateria de níquel cádmio e de íon-lítio. As parafusadeiras de níquel são recarregáveis, mas sofrem “efeito memória”, ficando viciadas a carregar menos energia do que são capazes, sendo necessário recarregá-las apenas quando a bateria estiver totalmente descarregada. As de íon-lítio armazenam maior quantidade de energia e não possuem “efeito memória”.