Categorias
Infantil

Jogos para crianças de 4 anos aprenderem a se socializar

Quando as crianças crescem, uma preocupação percorre a mente dos pais: será que meus filhos saberão fazer amigos? A preocupação é legítima. Afinal, é fundamental educar crianças que saibam dividir e fazer amizade com desembaraço e facilidade, principalmente em jogos para crianças de 4 anos. Algumas dicas são importantes para estimular na própria criança uma postura mais inclusiva e aberta ao outro.

É fundamental em um primeiro momento semear e regar a sementinha da autoconfiança no desenvolvimento infantil. Seu filho precisa saber que vive em um ambiente em que haja acolhimento e segurança para todas as horas. Esse primeiro passo é um facilitador para que seu filho floresça e se sinta seguro o suficiente para buscar outros amigos, por meio do mecanismo da autoaceitação.

O segundo passo é ensinar ao seu filho o que é a generosidade e como é fundamental para criar laços aprender a oferecer ao outro aquilo que se tem. Só aprendendo esse gesto ele vai conseguir compartilhar e dividir. Há várias possibilidades de jogos para crianças de 4 anos. Uma excelente opção para a socialização é a brincadeira dirigida para estimular o convívio com outras crianças.

Carrinho de mão e Telefone sem fio

O jogo socializador é realizado com 2 pessoas. Uma criança fica com o braço estendido no chão e a outra a empurra como se fosse um carrinho de mão para lá e para cá. É diversão garantida! Telefone sem fio É para ser jogado a partir de 4 pessoas, através de um círculo. A primeira cria uma mensagem e passa para a próxima. E, assim por diante, até chegar na última, cada uma falando aquilo que entendeu. No final, a última repete a mensagem em voz alta; se estiver certa, vai para o fim da fila e passa a vez.

Morto-vivo

Esse jogo precisa de 4 crianças, no mínimo, todas enfileiradas. Porém, uma fica na frente de todos conduzindo a brincadeira. Alternando falar “vivo” ou “morto”, mantendo-se em pé no primeiro e abaixando no segundo, respectivamente. Quem errar, sai da brincadeira.

Batata quente

Em uma roda, as crianças devem passar uma bola de mão em mão – a partir de 4 pessoas já dá para brincar. Uma criança deve estar fora da roda e de olho fechado cantando “batata quente, quente, quente…”, em diferentes velocidades para que as outras vão passando a bola até ela falar “queimou”. Quem estiver com a bola na mão sai da brincadeira.

Passa anel: um dos jogos para crianças de 4 anos

Fazendo um círculo, a partir de 4 crianças, sendo uma a passadora do anel e as outras irão recebê-lo ou não. Ao final de uma rodada, ela pergunta às demais onde está o anel. Quem acertar ganha a vez para passar o anel.

Categorias
Infantil

Airsoft ou Paintball? Entenda a diferença entre os dois

No Brasil, é comum ter locais em que se pode alugar por algumas horas para praticar Paintball com os amigos. Nessas locações eles já disponibilizam roupas e acessórios próprios pro esporte. Porém, há outro jogo muito parecido com o Paintball, o Airsoft. Olhando de fora parece ele ser o mesmo jogo, mas como distinguir se é Airsoft ou Paintball?

Airsoft ou Paintbal

Ambos são jogos que envolvem armas, tiros e pessoas. A diferença está em vários itens, sendo os principais:

Participantes;

Objetivo do jogo;

Armamento;

Local do jogo;

Munição.

AirSoft

Participantes

Pessoas maiores de 18 anos. Portanto o público infantil e adolescentes não podem jogar.

Objetivo do jogo

Há uma variedade de objetivos que variam a cada partida, sendo eles: resgatar reféns, conquistar território ou eliminar determinado adversário. Esse é um jogo de simulação militar sem viés competitivo. O objetivo não é ganhar, mas cumprir o objetivo da partida.

Armamento

As armas utilizadas imitam as reais, como: pistolas, metralhadoras, shotguns, carabinas, snipers e espingardas.

Local do jogo

É praticado em áreas abertas, como campos, florestas ou lugares abandonados. Isso contribui para a complexidade do jogo.

Munição

A munição é composta por bolinhas brancas de 6 mm de diâmetro. Esse tipo de tiro não deixa marca na roupa, é aqui que entra a honra dos participantes para saírem do jogo quando são atingidos.

Paintball

Participantes

Pessoas de qualquer idade podem jogar, desde crianças a adultos.

Objetivo de jogo

No Paintball o objetivo é alcançar a bandeira que está do outro lado do campo e para isso não pode deixar que seu time seja atingido. Sendo assim, quanto mais pessoas do time adversário forem atingidas mais fácil fica para que a bandeira seja conquistada. Existem competições de Paintball com campeonatos e direito a troféu.

Armamento

As armas são conhecidas como marcadores que funcionam por propulsão. Não têm a preocupação em ser realista.

Local do jogo

É praticado em um campo retangular. Essa área inclui obstáculos e barreiras para ajudar na hora do jogo.

Munição

A munição do Paintball é maior que a do Airsoft, isso faz com que doa mais em quem é atingido. Outra diferença é que essa munição é uma bolinha de tinta e o jogador que for atingido fica marcado com a tinta.

Então, Paintball e Airsoft são diferentes, pois enquanto o primeiro é mais comum e qualquer pessoa pode participar, o segundo é para quem gosta de simulações militares. Além do mais, só pessoas maiores de idade podem participar do Airsoft.

Categorias
Infantil

Brincadeiras para crianças e toda a família se divertir

A nossa rotina é tão atribulada que quando chega o fim de semana e finalmente temos tempo para curtir a nossa família, estamos um pouco cansados. Mas não se dê por vencido. Deixe a preguiça de lado e coloque em prática essas brincadeiras para crianças que vão divertir a família toda.

Chegou a hora de brincar com os filhos!

1. Jogos de tabuleiro:

O bom e velho jogo de tabuleiro é sempre a melhor forma de passar o tempo em família. Com muitas opções, você pode encontrar o tema certo e o mais adequado aos seus pequenos e aos não tão pequenos assim.

O segredo é justamente adequar a complexidade com a idade da turma. Jogos de percurso, em que você lança os dados e anda casinhas cumprindo missões, perdendo e ganhando vantagens, como o tradicional Banco Imobiliário, até jogos de detetive e estratégias de guerra, são uma boa para treinar o raciocínio da criançada mais nova.

Já aqueles mais complexos, com regras que envolvam cards adicionais, missões e formação de equipes, divertem a turma de 10 a 12 anos, mais competitiva. Mas, se o grupo é grande, a dica é investir em jogos de adivinhação, como Imagem & Ação ou o Mega Senha. Eles funcionam para qualquer faixa etária (adultos, inclusive) e tem esse equilíbrio bacana entre as regras e a improvisação. A diversão é garantida!

2. Mímica:

Esse também é um velho conhecido, mas é sempre divertido. Você pode inclusive fazer apostas como ‘o time que perder lava a louça’, assim a competição pode ficar até mais divertida. E os temas podem ser os mais variados: filmes, desenhos, livros, séries, animais. Solte a sua imaginação. E a dos seus filhos também.

3. Voleixiga:

Essa aqui é para aqueles dias de calor e para quem quer brincar ao ar livre. E sem problemas se você não tiver uma área externa em casa, pode ir ao parque, praia, clube, etc. É só encher uma bexiga de ar com água e formar uma roda. A bexiga é passada de jogador para jogador, nos mesmos movimentos do vôlei. Quem deixá-la cair e estourar, perde, além de ficar molhado.

4. Peteca:

Um jogo simples que também só exige uma peteca e um espaço amplo para que os times possam se dividir e se divertir.

5. Cabo de guerra:

De todas as brincadeiras para crianças citadas essa é uma das mais antigas. Para essa brincadeira, você vai precisar de uma corda ou um lençol e, também, de um lugar espaçoso para não ter nenhum acidente. Bem, a premissa é simples: você amarra um lenço na metade dessa corda ou lençol, risca uma linha no chão e ambos os times começam a puxar. Quando o componente de um time passar da linha, a vitória é do outro time.