Categorias
Esporte e Lazer

Atividades de férias? Mesa de sinuca é diversão garantida

Se você não vai conseguir viajar nessas férias, não se preocupe. É possível garantir a alegria de toda a família, independente da idade, mesmo ficando em casa. Ao planejar as atividades de férias, pense, por exemplo, em ter uma mesa de sinuca. Crianças, adolescentes e adultos podem passar ótimos momentos juntos durante os jogos de sinuca. Coloque uma boa música, prepare alguns petiscos e reúna a família em torno dessa diversão!

Reúna a família e amigos nas atividades de férias

Uma mesa de sinuca é um passatempo muito versátil. Você consegue se divertir sozinho, praticando por horas e horas, ou pode reunir os familiares e amigos nessa atividade. É comum que a casa de quem tem uma mesa de sinuca se torne um lugar central para muitos encontros e bate-papos.

De quanto espaço preciso?

A questão do espaço costuma ser a principal preocupação na hora de adquirir uma mesa de sinuca. Mas saiba que existem mesas nos tamanhos oficiais e também mesas próprias para espaços residenciais. É possível encontrar uma que caiba em sua casa. O principal é saber quanto de espaço que você tem disponível, levando em conta também o espaço de circulação.

Existem modelos portáteis e cabem em qualquer cantinho da sua casa. Há ainda os modelos infantis, próprios para a diversão com a criançada. E, claro, tem a mesa de sinuca multiuso. Ela tem tampos removíveis que transformam também em mesa de futebol de botão e de tênis de mesa. Mais prático, impossível.

Os acessórios necessários

Algumas mesas de sinuca já acompanham os tacos e as bolas, mas eles também podem ser adquiridos separadamente. Giz para taco, capa para a mesa, ponte e cruzeta são outros itens que você pode adquirir para completar e profissionalizar sua diversão.

Se você quer deixar suas férias ainda mais animadas, vale a pena criar uma área de lazer e jogos na sua casa, em que a mesa de sinuca será a principal atração. Outros jogos que podem fazer parte desse ambiente são os jogos de dardos, mesa de pebolim, xadrez e pôquer.

Categorias
Esporte e Lazer

Como escolher e instalar uma tabela de basquete?

A tabela de basquete é com certeza um excelente equipamento para você ter em sua casa. Você vai poder treinar os arremessos, além de jogar e se divertir muito com os seus filhos e amigos.

Você ainda vai aproveitar todos os benefícios que esse esporte proporciona para a sua saúde, como melhoria da resistência física, do equilíbrio e da coordenação motora. Ele também ajuda a desenvolver a concentração, define a musculatura do corpo e queima calorias. Sim, praticar basquete ajuda a emagrecer. Uma hora de treino chega a queimar 750 calorias.

A seguir daremos todas as instruções para você que quer adquirir uma tabela de basquete saber como escolher e também como instalar o equipamento.

1 – Como escolher?

Antes de qualquer coisa, você precisa ter um local com espaço suficiente para fazer a instalação em sua casa e também para jogar basquete. De preferência um quintal aberto e plano. Se quiser montar o aro em uma estrutura já existente, adquira uma tabela arredondada de madeira ou de fibra de vidro. **Mas é possível comprar o kit completo que, além da tabela, do aro, da rede e do suporte, ele ainda contém o pilar que segura a tabela. 

Você também pode comprá-lo separadamente. Nesse caso verifique o modelo ideal para o kit que você comprou de acordo com as instruções da embalagem.

Outro ponto importante na hora de comprar o pilar é verificar as medidas para ter certeza de que o aro ficará na altura desejada. Alguns modelos dão a possibilidade de você aumentar ou diminuir a altura, mas não são todos eles.

2 – Instalação

Antes de começar a instalação, compre 4 sacos de concreto de 40 kg. Depois, cave um buraco no local em que instalará a tabela de basquete com 11 metros de profundidade e 5 metros de diâmetro.

Coloque a base do pilar no buraco e chame um amigo para segurá-lo na vertical. Misture o concreto de acordo com as instruções da embalagem e encha o buraco até 1,5 metro abaixo do nível do chão até que fique bem uniforme. Aguarde o cimento secar por 48 horas. Depois, encha o buraco com a terra que retirou, nivelando o chão.

Agora, monte a tabela seguindo as instruções do fornecedor e depois fixe o aro nela. Só falta agora pendurar a rede e pronto, já pode começar a jogar. 

Agora que você já sabe como escolher e instalar uma tabela de basquete, aproveite para praticar, em sua casa, esse esporte tão divertido e também tão benéfico para a saúde.

Categorias
Esporte e Lazer

Como jogar futebol de botão: regras e truques

A origem do futebol de botão é incerta. Mas tudo indica que ele tenha surgido nos anos 20, no Pará. Porém, só em 1930, quando teria chegado ao Rio de Janeiro, é que ele começou a se espalhar por outras cidades brasileiras. As regras do jogo são bem parecidas com as do futebol tradicional, mas há algumas características próprias. Aprenda agora como jogar futebol de botão e fique craque da modalidade!

Regras gerais do futebol de botão

Assim como no futebol tradicional, ganha quem marcar mais gols e manter a posse de bola durante mais tempo. As partidas duram 20 minutos e são divididas em 2 fases de 10 minutos cada. Entre cada fase, também há um intervalo de 10 minutos. O jogo acontece em uma mesa de futebol de botão e a disputa acontece em torno de uma bolinha de plástico ou feltro. As peças de acrílico que representam os jogadores são movimentadas pelos botonistas com uma paletinha.

Como jogar futebol de botão: técnica e tática

O jogo de botão pode parecer simples, mas envolve técnica e tática. Ou seja, assim como no futebol tradicional, para ser considerado um bom botonista, é preciso ter qualidades motoras, como precisão, força e, também, estratégicas para criar formações e jogadas eficientes.

Técnica: automatizando as jogadas

As principais habilidades técnicas para ser um bom botonista são o chute a gol, o controle de bola, o passe e a tirada. Todas elas partem de um princípio básico: vocë só pode dar 3 toques na bola em cada jogada, antes de passar a vez para o adversário. O “mando de bola” muda também se ela encostar em algum botão do adversário. Para executar bem essas habilidades, é preciso muito treino e orientação. Veja algumas dicas para se sair bem no chute a gol e na tirada:

Chute a gol

Para dar um chute com a força necessária, é preciso estar com o pé bem apoiado no chão e o corpo em perfeito equilíbrio sobre a mesa de futebol de botão. Após fazer esses ajustes para acertar o canto desejado do gol, evite mudar de ideia de última hora. Quando o botonista faz isso, geralmente perde a precisão do chute, pois o arranjo feito foi pensado para outra direção.

A tirada

Existe uma jogada muito importante chamada tirada. A técnica envolve a forma de roubar a bola do adversário, quando ele ainda estiver com a posse dela, e dar início ao contra-ataque. Você deve calcular com muita certeza a hora da tirada. É preciso encontrar o momento e a forma certa para utilizar essa técnica. Do contrário, se a tentativa de tirar a bola falhar, a próxima jogada do adversário pode ser fatal, ou seja, pode terminar em gol.

Tática: futebol de botão também é estratégia

Se a técnica é reflexo e coordenação motora, a tática envolve raciocínio. Ela é resultado de um plano traçado antes mesmo de o jogo começar. Assim como o futebol de campo, o de botão segue a tendência de aplicação de esquemas táticos cada vez mais modernos e sofisticados. Para reforçar o esquema defensivo, por exemplo, alguns truques são conhecidos: concentrar o maior número de botões na defesa, aumentar os botões de 55 mm para 60 mm de diâmetro e posicionar o goleiro quase como um líbero.

Agora que você já sabe como jogar futebol de botão, que tal praticar? Com uma mesa para futebol de botão e um conjunto de jogadores e paletas, já é possível treinar.

Categorias
Esporte e Lazer

Como jogar sinuca

O tecido verde esticado por onde bolas coloridas deslizam como se não tivessem gravidade. O cálculo intuitivo que jogadores experientes fazem quase que instantaneamente para acertar a bola certa na caçapa mais difícil. Essas e outras emoções você encontra no jogo de sinuca. Mas você sabia que ele tem outros nomes e variações? Então vem aprender como jogar sinuca.

Como jogar sinuca: Mata-mata

A Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca apresenta diversas regras em sua página oficial. Aqui, para garantir horas de diversão, vamos apresentar um dos jogos mais simples de se jogar em uma mesa de sinuca, ele se chama Mata-mata.


Ela é indicada principalmente para principiantes, crianças e grupos de amigos que queiram apenas relaxar sem grandes compromissos com regras mais intrincadas. O nome varia de região para região mas, em geral, é chamada de Mata-mata. Nessa modalidade, temos 2 conjuntos de cores com 5 bolas cada (divididas em pares e ímpares) e uma bola branca, que será a responsável por ¿matar¿ as bolas do adversário.


Em um extremo da mesa, arruma-se as 10 bolas em formato de triângulo apontando para a outra ponta da mesa, enquanto isso, no outro extremo, fica a bola branca (tacadeira). A primeira tacada, chamada de ¿estouro¿, tem como objetivo espalhar as bolas agrupadas o máximo possível e, claro, matar uma das bolas. Caso alguma bola da tacada de estouro caia na caçapa, o jogador fica responsável por matar somente bolas similares. Se a bola que caiu for par, o jogador só pode matar bolas pares e, se for ímpar, só mata ímpar.


Se a bola branca (tacadeira) cai na caçapa, o jogador que errou a tacada deve derrubar uma bola do adversário. Cada uma das 10 bolas tem uma cor e um valor correspondente. Logo, cada bola que cai tem seu valor somado à pontuação do jogador. O jogo termina quando todas as bolas destinadas a um dos jogadores foram encaçapadas. Somam-se os pontos e temos um vencedor.

Conheça o seu taco

Parte grossa do taco (pegada) – a maioria dos tacos têm diâmetro de 12 mm a 13 mm (mais comum) nessa parte. Para pessoas com mãos pequenas, uma pegada menor é mais confortável. A pegada se estende de 25 a 40 cm antes de afunilar em direção à ponta (parte fina do taco). Quanto mais curta a ponta mais firme é a tacada. A maioria dos tacos possui 1,5 m de comprimento, mas você pode mandar fazer tacos sob medida para você.

A postura correta para jogar sinuca

As brincadeiras com jogadores desastrados que deixam os tacos voarem longe é famosa em desenhos animados e nos filmes. Mas sabia que nem é tão complicado assim aprender a empunhar o taco e acertar nas bolas?
Segure a parte grossa do taco com sua mão dominante, com a palma virada para cima. Ache o ponto na pegada em que o taco está balanceado igualmente. Segure a pegada 3 cm atrás desse ponto. Faça um círculo com seu dedão e o indicador com sua mão não dominante.

Coloque o taco no meio desse círculo e o descanse no topo do seu dedo médio, atrás da junta. Estique seu dedinho, dedo anelar e dedo médio para criar um suporte como um tripé. Posicione a parte da mão que forma a junção entre o dedão e o dedo indicador. Levante um pouco o outro lado da mão. Assuma a postura correta.

Posicione o pé que está do mesmo lado de sua mão não dominante na frente. Posicione seu outro pé 60 cm atrás do pé da frente. Gire o corpo ligeiramente para fora da mesa para que não atrapalhe na tacada.

Acerte a bola

Passe o giz no bico do taco antes de cada tacada como se tivesse passando um pincel. Evite girar o giz na ponta. Na hora de segurar o taco, ele deve ficar ao lado do seu corpo, assim você vai controlar melhor os movimentos. No momento de fazer a tacada, você deve aumentar a velocidade assim que se aproxima da bola e dar uma batida seca.

Uma dica: o taco deve continuar em seu curso e quase tocar a mesa na posição inicial da bola e não deve diminuir a velocidade até que o bico tenha acertado a bola. Pronto, agora que você já aprendeu o básico sobre como jogar sinuca, é hora de encaçapar algumas bolinhas. Boa diversão!

Categorias
Casa e Decoração

Melhor conjunto de panelas para a sua cozinha

Quando estamos de casa nova, escolher o melhor conjunto de panelas é essencial para dar mais qualidade aos alimentos preparados na cozinha. Por isso, existem materiais diversos para satisfazer aqueles que buscam resistência, durabilidade e beleza ao comprar um conjunto de panelas.

Jogo de panelas básico

Um jogo básico de panelas precisa de pelo menos 8 peças para preparar as refeições do dia a dia. Veja quais são:

Caçarolas – Pelo menos duas, sendo uma de 20 e outra de 22 centímetros de diâmetro. A maior é perfeita para ensopados, água do macarrão e para preparação de pratos para 4 pessoas ou mais. Na caçarola de 20 centímetros, você pode cozinhar arroz, risotos, molhos para macarrão e lasanha, além de guarnições para o caso de ter mais de 4 pessoas para se alimentar.

Panelas – Duas que tenham cabo comprido, de 16 e 18 centímetros de diâmetro, respectivamente, e que façam as mesmas funções das caçarolas maiores, sendo que podem ser usadas para uma quantidade inferior a 4 pessoas. Aliás, o fervedor é outro item imprescindível em um jogo de panelas e, como o nome já diz, serve para ferver. Porém, o fervedor, por ser de um tamanho menor, é ideal para fervuras de até 1 litro, como leite e água para chá e café.

Frigideiras – Uma chamada “frigideira do chef” que costuma ser maior (20 cm ou mais) e serve para saltear alimentos, grelhar carnes, peixe e frango, além de fritar batatas, milanesas e fazer aquela farofinha deliciosa. Já a frigideira de 16 centímetros costuma ser usada para preparar ovos mexidos, fritos e ainda omeletes fofinhas. A panela de pressão é outra peça imprescindível para uma cozinha ter o básico para funcionar. Nela você cozinha tudo o que precisa de muito tempo (e gás) para ficar pronto, pois na pressão tudo cozinha mais rápido. Assim você agiliza as refeições e tem mais tempo para a sua família.

Melhor conjunto de panelas e suas vantagens

Panelas de ferro – O metal liberado durante o cozimento dos alimentos em panelas de ferro é extremamente saudável. O ferro na quantidade certa no organismo ajuda a combater anemias e previne doenças. Estudos comprovam que alimentos preparados em panelas de ferro, tem uma maior presença desse nutriente, o que enriquece qualquer prato.

Panelas de inox – Os conjuntos de panelas de inox oferecem a vantagem de distribuir bem o calor, além disso resistem bem às variações de temperatura. São ótimas para usar em qualquer tipo de fogão por causa do seu fundo triplo. O preparo de arroz e macarrão nesse tipo de panela é super-recomendado. Por possuírem excelente condução de calor, quando usar panelas de alumínio vigie constantemente o preparo para evitar que o alimento passe do ponto.

Antiaderente – Produzida com teflon, esse tipo de panela é o único que pode ser chamado de antiaderente. O teflon é como se fosse uma película, que impede que os alimentos grudem, por isso ao manusear panelas antiaderentes só use acessórios de silicone para evitar que o Teflon seja danificado e você perca a sua panela.

Essas são algumas dicas básicas sobre como comprar o melhor conjunto de panelas. Escolha aquele que combina melhor com o seu estilo.