Categorias
Esporte e Lazer

Qual a melhor raquete de ping pong para jogar

Se você joga de vez em quando ou tem mais habilidades no esporte, saiba que a raquete pode fazer grande diferença na sua performance. Na hora de escolher o modelo ideal, é preciso levar em conta a durabilidade do material, o peso, estilo do cabo e diversas outras características. A seguir, vamos te ajudar a descobrir qual é a melhor raquete de ping-pong para você.

Tipos de borracha

Há modelos de raquete que vêm com a borracha presa no cabo. Outros podem ser personalizados, de acordo sua preferência. Essa parte do acessório também é vendida separadamente. Ao optar por uma espessura fina, o jogador tem mais controle dos movimentos. Ao mesmo tempo, uma esponja com camada maior garante mais velocidade.

O mesmo comparativo vale para a quantidade de camadas na madeira do acessório – quanto menor, menos velocidade e mais controle da bola.

Como escolher a melhor raquete de ping-pong

Antes de comprar uma raquete, verifique o tipo de cabo. Isso porque há diferentes modos de empunhadura, conforme a posição que o jogador segura o objeto durante a partida. Geralmente, os acessórios de ping-pong são padronizados porque a atividade é mais voltada ao lazer. Porém, as raquetes de tênis de mesa são mais profissionais.

Os cabos do tipo FL são curvados no final, ideais para empunhadura firme. Já os cabos ST são retos, garantindo mais liberdade no momento do saque. É comum que raquetes de ping pong sejam desenvolvidas no formato FL.

Além de escolher a raquete perfeita para você, vale a pena pesquisar mais sobre as características da mesa de ping-pong.

Há raquetes que possuem apenas um dos lados adaptados. Outros modelos trazem os dois lados com revestimentos diferentes, com variações de espessura, permitindo uma estratégia de jogo.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os aspectos da melhor raquete de ping-pong, pode optar pelo modelo ideal para sua tática durante a prática do esporte.

Categorias
Esporte e Lazer

Reunimos as principais regras de como jogar xadrez

Como jogar xadrez? Essa é uma pergunta que muita gente se faz e acaba sem aprender, porque não tem ninguém para ensinar. Então, vamos explicar as regras do xadrez, para que você entenda como funciona um dos principais jogos de tabuleiro que existem.

Aprenda como jogar xadrez entendendo as suas regras

Para começar a entender as regras do xadrez, primeiro é preciso aprender a preparar o tabuleiro. Ele é quadrado e tem 64 casas: 32 pretas, 32 brancas. E as peças de cada jogador iniciam o jogo nas 2 primeiras linhas de cada extremidade. Isso todo mundo já sabe.

O que poucos sabem é que existe uma regra para posicionar os reis, que são a peça mais importante do jogo. Em ambos os casos, eles ficam em uma das 2 casas centrais da última linha (cada um do seu lado), o rei preto vai sempre na casa branca e o rei branco sempre na casa preta.

A partir daí, você posiciona a rainha na outra casa central. Ao lado deles, os bispos, depois os cavalos e depois as torres. Na linha da frente, coloque os peões.

Cada peça tem um movimento diferente. Peões só podem andar 1 casa para frente (com exceção da primeira vez que cada peão é movimentado. Nesse caso, pode andar 2 casas). Mas, para eliminar uma peça adversária, ele precisa fazer um movimento na diagonal, parando no local onde estava a peça inimiga.

Os bispos andam quantas casas quiserem na diagonal. Os cavalos só andam em “L”. Seja andando 1 casa para frente e mais 2 para o lado, seja andando 2 casas para frente e mais 1 para o lado. E as torres só andam em linha reta, na horizontal e na vertical, assim como os bispos, quantas casas quiserem.

O rei e a rainha andam em qualquer direção. A diferença é que o rei só pode andar 1 casa por jogada e a rainha pode andar quantas casas quiser.

E o objetivo, claro, é capturar o rei do adversário. Quem fizer isso primeiro ganha.

O xadrez é um jogo bem fácil de aprender, mas é complexo para dominar. O bom é que agora você já sabe começar. Então, chame os amigos, pegue o seu tabuleiro e comece a jogar agora mesmo.

Categorias
Esporte e Lazer

Aprenda como jogar vôlei

O voleibol (ou vôlei) que vemos nas Olimpíadas ou em alguma competição pela TV ou nos ginásios foi criado em 1895 por William G. Morgan.

O vôlei é um jogo que consiste, basicamente, em algumas pessoas divididas por uma rede e que jogam a bola de um lado para outro tendo como o objetivo fazer com que a bola chegue ao chão do time adversário. Mas esse jogo pode ser praticado por qualquer um como forma de brincadeira na hora do lazer e jogos. Vamos ver as regras de como jogar vôlei e se divertir no tempo livre com os amigos.

Como jogar vôlei

Time

Profissionalmente, um time de vôlei consiste em 12 jogadores, sendo que 6 ficam em quadra e 6 ficam no banco esperando para a hora das substituições. Um dos jogadores que ficam em quadra é o líbero.

Objetivo

O objetivo do jogo é que cada time não pode deixar a bola cair em seu lado da quadra, mas deve fazer com que ela caia na quadra do time adversário.

Tempo de jogo

O jogo é composto por 3 sets. Cada um termina quando um time chegar a 25 pontos, sendo que a diferença de pontos para o adversário tem que ser de, no mínimo, 2 pontos.

Ao final dos 3 sets o vencedor é quem tiver ganho 2 sets.

Alguns fundamentos

No jogo temos alguns fundamentos, como:

  • Saque – Todo início de jogo, seja pelo começo de um set, seja quando um time faz ponto;
  • Manchete – Quando um jogador, com os braços estendidos e juntos pega um bola que vem em baixa altura e repassa para alguém do seu time;
  • Ataque – O objetivo dele é fazer com que a bola aterrize na quadra adversária;
  • Bloqueio – Consiste em bloquear a bola que vem do campo adversário para que ela não passe pela rede.

Esses são alguns dos fundamentos, existem outros durante o jogo.

Jogar vôlei com os amigos

Vôlei é um esporte internacional e com campeonatos. Mas se você quiser pode jogar em casa com os amigos. É só adaptar o jogo. O que se pode fazer é ter um espaço onde possa ser colocada uma rede. A partir disso, junte uma turma de amigos e comecem a treinar. Se não tiver 6 amigos para ter um time completo, pode jogar com menos. Um exemplo, é o vôlei de areia, em que cada time tem, apenas, 2 jogadores. O que importa é jogar e se divertir com os amigos.

Categorias
Esporte e Lazer

Como jogar sinuca

O tecido verde esticado por onde bolas coloridas deslizam como se não tivessem gravidade. O cálculo intuitivo que jogadores experientes fazem quase que instantaneamente para acertar a bola certa na caçapa mais difícil. Essas e outras emoções você encontra no jogo de sinuca. Mas você sabia que ele tem outros nomes e variações? Então vem aprender como jogar sinuca.

Como jogar sinuca: Mata-mata

A Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca apresenta diversas regras em sua página oficial. Aqui, para garantir horas de diversão, vamos apresentar um dos jogos mais simples de se jogar em uma mesa de sinuca, ele se chama Mata-mata.


Ela é indicada principalmente para principiantes, crianças e grupos de amigos que queiram apenas relaxar sem grandes compromissos com regras mais intrincadas. O nome varia de região para região mas, em geral, é chamada de Mata-mata. Nessa modalidade, temos 2 conjuntos de cores com 5 bolas cada (divididas em pares e ímpares) e uma bola branca, que será a responsável por ¿matar¿ as bolas do adversário.


Em um extremo da mesa, arruma-se as 10 bolas em formato de triângulo apontando para a outra ponta da mesa, enquanto isso, no outro extremo, fica a bola branca (tacadeira). A primeira tacada, chamada de ¿estouro¿, tem como objetivo espalhar as bolas agrupadas o máximo possível e, claro, matar uma das bolas. Caso alguma bola da tacada de estouro caia na caçapa, o jogador fica responsável por matar somente bolas similares. Se a bola que caiu for par, o jogador só pode matar bolas pares e, se for ímpar, só mata ímpar.


Se a bola branca (tacadeira) cai na caçapa, o jogador que errou a tacada deve derrubar uma bola do adversário. Cada uma das 10 bolas tem uma cor e um valor correspondente. Logo, cada bola que cai tem seu valor somado à pontuação do jogador. O jogo termina quando todas as bolas destinadas a um dos jogadores foram encaçapadas. Somam-se os pontos e temos um vencedor.

Conheça o seu taco

Parte grossa do taco (pegada) – a maioria dos tacos têm diâmetro de 12 mm a 13 mm (mais comum) nessa parte. Para pessoas com mãos pequenas, uma pegada menor é mais confortável. A pegada se estende de 25 a 40 cm antes de afunilar em direção à ponta (parte fina do taco). Quanto mais curta a ponta mais firme é a tacada. A maioria dos tacos possui 1,5 m de comprimento, mas você pode mandar fazer tacos sob medida para você.

A postura correta para jogar sinuca

As brincadeiras com jogadores desastrados que deixam os tacos voarem longe é famosa em desenhos animados e nos filmes. Mas sabia que nem é tão complicado assim aprender a empunhar o taco e acertar nas bolas?
Segure a parte grossa do taco com sua mão dominante, com a palma virada para cima. Ache o ponto na pegada em que o taco está balanceado igualmente. Segure a pegada 3 cm atrás desse ponto. Faça um círculo com seu dedão e o indicador com sua mão não dominante.

Coloque o taco no meio desse círculo e o descanse no topo do seu dedo médio, atrás da junta. Estique seu dedinho, dedo anelar e dedo médio para criar um suporte como um tripé. Posicione a parte da mão que forma a junção entre o dedão e o dedo indicador. Levante um pouco o outro lado da mão. Assuma a postura correta.

Posicione o pé que está do mesmo lado de sua mão não dominante na frente. Posicione seu outro pé 60 cm atrás do pé da frente. Gire o corpo ligeiramente para fora da mesa para que não atrapalhe na tacada.

Acerte a bola

Passe o giz no bico do taco antes de cada tacada como se tivesse passando um pincel. Evite girar o giz na ponta. Na hora de segurar o taco, ele deve ficar ao lado do seu corpo, assim você vai controlar melhor os movimentos. No momento de fazer a tacada, você deve aumentar a velocidade assim que se aproxima da bola e dar uma batida seca.

Uma dica: o taco deve continuar em seu curso e quase tocar a mesa na posição inicial da bola e não deve diminuir a velocidade até que o bico tenha acertado a bola. Pronto, agora que você já aprendeu o básico sobre como jogar sinuca, é hora de encaçapar algumas bolinhas. Boa diversão!

Categorias
Esporte e Lazer

Como se joga basquete no quintal de casa

O basquete é um esporte muito popular nos Estados Unidos, tanto que tem várias ligas e associações dedicadas a ele. A mais famosa, você já deve ter ouvido falar, é a NBA. No Brasil, também há aqueles que são apaixonados pelo esporte. E, se você é um deles, certamente precisa treinar em casa para aumentar sua resistência, se tornar um craque e quem sabe até chegar na liga profissional americana. Se você quer começar agora, veja como se joga basquete.

Como se joga basquete, entenda as regras

Assim como qualquer outro esporte, o basquete também tem suas regras básicas. Na quadra, ficam apenas 5 jogadores em cada time, sendo 7 de reserva. O jogo tem a duração de 4 períodos com 10 minutos cada.

A bola deve ficar quicando a todo o momento e você nunca pode andar com a bola driblando ou fazendo passes. Importante: andar no basquete quer dizer segurar a bola e dar mais de 3 passos. Também não é permitido driblar um jogador adversário com as 2 mãos na bola. Vale saber que o jogo não pode ficar empatado. Se der empate, é acrescentado um tempo de 5 minutos ou mais para que uma equipe seja a vencedora no jogo.

A cesta (que fica a 3,05 m do chão) pode ter pontuações diferentes. Os arremessos feitos pelo jogador dentro da linha dos 6,25 m valem 2 pontos e, se conseguir um grande arremesso, fora dessa linha, ele fará 3 pontos, pelo grau de dificuldade. Em caso de lance livre, isto é, quando ocorre uma falta, o jogador tem direito a 2 arremessos livres que valem 1 ponto cada.  

Dribles e passes no quintal

A bola de basquete é bastante pesada e quem não tem muito contato com o esporte pode achar desconfortável nos primeiros passes e dribles. Por isso é tão importante saber mais sobre as regras e treinar, mesmo que seja só por diversão.

A primeira coisa que você deve aprender é a driblar alternando as duas mãos. Se você está começando, um bom exercício é driblar umas 20 vezes sequenciais com a mão que você tem mais habilidade e depois com a outra. É importante treinar com as duas, mesmo que não seja fácil, pois ganhará agilidade. Para se acostumar, é preciso treinar parado, para depois caminhar e assim ser mais ágil nos dribles quando correr. Após ter treinado bastante, é chegada a hora de executar os passes. Chame alguém para treinar os dribles e passes e ganhar mais precisão. É super divertido!

Treinando arremessos

Pode ser que seu quintal não seja tão grande quanto uma quadra oficial para basquete, mas ainda assim é possível jogar. Você pode treinar os arremessos de maneira mais precisa e, para estar dentro das regras do jogo, é necessário conhecer o famoso “garrafão”, uma área que fica exatamente onde está centralizada a cesta.

É um espaço restritivo e o jogador deve estar fora dessa área para fazer o arremesso do lance livre. Durante o jogo, nenhum jogador pode ficar mais do que 3 segundos parado na área. Para fazer uma marcação no chão, você pode pintar com uma cor diferente, que pode ser feito com um pedaço de tijolo ou giz de cera amarelo, por exemplo.

Para arremessar, você precisa se concentrar e manter os olhos na cesta. Quando arremessar a bola, deixe que seus cotovelos fiquem colados ao corpo enquanto pula. Mantenha também os joelhos flexionados para uma boa pontaria. A bola só entra após muito treino. Portanto, pratique o movimento de arremesso com apenas uma mão.

Montando uma área de basquete em casa

Além da bola, você precisa de uma cesta e uma tabela de basquete para montar a área do basquete em seu quintal. Tente aproveitar ao máximo o espaço que se tem em casa.

Categorias
Esporte e Lazer

Saque de mestre: como jogar ping-pong

A PARTIDA

1 – São jogados sets de 11 (onze) pontos. Pode ser jogada em qualquer número de sets ímpares (um, três, cinco, sete, nove…). No caso de empate em 10 pontos, o vencedor será o que fizer 2 pontos consecutivos primeiro.

2 – O atleta que atua o 1º set num lado é obrigado a atuar no lado contrário no set seguinte.

3 – Na partida quando houver empate (1 a 1), (2 a 2) ou (3 a 3) , os atletas devem mudar de lado logo que o atleta consiga 05 pontos.

O SAQUE

1 – A bola deve ser lançada para cima (16cm no mínimo), da palma da mão livre na vertical e, na descida, deve ser batida de forma que ela toque primeiro no campo do sacador, passe sobre a rede sem tocá-la e toque no campo do recebedor.

2 – O saque deve ser dado atrás da linha de fundo ou numa extensão imaginária dela.

3 – Cada atleta tem direito a 2 (dois) saques, mudando sempre quando a soma dos pontos seja 2 (dois) ou seus múltiplos.

Ex.: 2 a 2 = 4 = 6 a 6 = 12

4 – Com o placar 10-10, a seqüência de sacar e receber deve ser a mesma, mas cada atleta deve produzir somente um saque até o final do jogo.

5 – O direito de sacar ou receber primeiro ou escolher o lado deve ser decidido por sorteio (ficha de duas cores), sendo que o atleta que começou a sacar no 1º set começará recebendo no 2º set e assim sucessivamente.

6 – O sacador deverá sacar e retirar o braço da mão livre da frente da bola de modo que nada esteja entre a bola e o adversário a não ser a rede e suportes.

UMA OBSTRUÇÃO (NÃO VALE PONTO)

A partida deve ser interrompida quando:

1 – O saque “queimar” a rede.

2 – O adversário não estiver preparado para receber o saque (e desde que não tenha tentado rebater a bola).

3 – Houver um erro na ordem do saque, recebimento ou lado.

4 – As condições de jogo forem perturbadas (barulho, etc).

UM PONTO

A não ser que a partida sofra obstrução (não vale ponto), um atleta perde um ponto quando:

1 – Errar o saque.

2 – Errar a resposta.

3 – Tocar na bola duas vezes consecutivas.

4 – A bola tocar em seu campo duas vezes consecutivas.

5 – Bater com o lado de madeira da raquete.

6 – Movimentar a mesa de jogo.

7 – Ele ou a raquete tocar a rede ou seus suportes.

8 – Sua mão livre (que não está segurando a raquete) tocar a superfície da mesa durante a seqüência.

CORREÇÃO DA ORDEM DE SACAR, RECEBER OU LADO

Se um atleta der um ou mais saques além dos dois de direito, a ordem será restabelecida assim que for notado, tendo o adversário que completar o múltiplo de dois.

Se no último set possível, os atletas não trocarem de lado quando deveriam fazê-lo, deve trocar, imediatamente, assim que se perceba o erro. A contagem será aquela mesma de quando a seqüência foi interrompida.

Em hipótese alguma haverá volta de pontos. Todos os pontos contados antes da descoberta do erro deverão ser confirmados.

JOGOS DE DUPLAS

Valem as mesmas regras, sendo que:

1 – O saque tem que ser feito do lado direito do sacador para o lado direito do recebedor.

2 – Cada atleta só pode bater uma só vez na bola.

3 – A ordem do saque é estabelecida no início do jogo e a seqüência será natural*:

Atleta A saca para o X

Atleta X saca para o B

Atleta B saca para o Y

Atleta Y saca para o A que, saca para o X e assim, sucessivamente, cada atleta vai dando 2 saques (Considerando os times como sendo “A e B” x “Y e X”)

No empate 10-10, cada um só dá 1 saque por vez.

4 – Se a bola do saque tocar a rede (queimar), e cair no lado esquerdo do recebedor – além da linha central – o sacador deverá perder o ponto. (Fonte: Confederação Brasileira de Tênia de Mesa.)

Agora que você já conhece todas as regras do tênis de mesa e já sabe como jogar ping-pong, não perca mais tempo e comece já a se exercitar!