Conheça os diferentes tipos de tomate

Cereja, italiano, caqui…Cada tipo de tomate tem características únicas, ideais para preparar distintas (e deliciosas) receitas.  

O tomate é um alimento essencial na cozinha. Sem ele, muitas receitas tradicionais seriam impensáveis. Não há dúvida de que essa fruta (sim, é uma fruta!) é o complemento perfeito para praticamente qualquer prato, pois é extremamente versátil e ótima para grelhar, assar ou refogar.

Mas com tantas variedades de tomates para escolher, você pode ficar se perguntando “qual é a diferença?”. A gente te explica! Fizemos este guia para você conhecer os diferentes tipos de tomate. Assim, você pode encontrar o mais adequado para sua próxima receita. Veja a seguir.

Tomate Caqui

Sabe aquele vinagrete para o churrasco de domingo? O tomate caqui é perfeito para preparar a receita. Esse tipo costuma ser bem graúdo, é firme e tem boa conservação.

Tomate Carmem

O mais consumido no Brasil. É um pouquinho mais aguado e amarelado, o que o torna bom para consumir em saladas, mas não para preparar molhos.

Tomate Cereja

É bem pequeno, e lembra cerejas; daí seu nome. É tipicamente vermelho, mas é possível encontrar amarelo, verde ou até preto. Pode ser utilizado tanto em saladas quanto em pratos. Na pizza, por exemplo, ele dá um toque especial.

Tomate Débora

É o coringa dos tomates, pode ser usado em diversas receitas, portanto é ótimo para o dia a dia. Indicado para saladas, molhos e também para preparar tomate seco.

Tomate Holandês

Leva esse nome porque era importado da Holanda, mas hoje em dia é cultivado aqui. É vendido em ramos, assim como é colhido, e fica bom em molhos e pratos que vão ao forno. 

Tomate Italiano ou Roma

É mais alongado, carnudo e possui menos sementes. Ideal para preparar molhos, pois possui menos água, o que dá mais consistência. Sua única desvantagem é que é mais sensível e pode estragar mais rápido.

Tomate Sweet Grape

Você pode ter confundido com o cereja em algum momento, pois também é bem pequeno. A diferença entre eles é sua forma mais alongada, semelhante à uva. É uma ótima opção para consumir com saladas, peixes e queijos.

Categorias
Casa e Decoração

Como montar um jantar italiano

Nada melhor do que fazer um jantar em casa para reunir os amigos, não é mesmo? Você pode optar por preparar um jantar italiano perfeito para as suas visitas. Reunimos algumas dicas para que você não erre na hora de preparar a sua recepção.

Escolha um prato saboroso

A culinária italiana é muito rica em pratos saborosos e belos para que sejam servidos em ocasiões especiais. E essa variedade possibilita toda uma temática em torno da origem dos pratos, da cultura italiana, dos ingredientes e temperos que envolvem os pratos e muito mais.

Da lasanha ao ravióli, da tradicional macarronada ao nhoque, chegando até a polenta mole e o galeto. Há inúmeras receitas italianas disponíveis e que poderão ser adaptadas ao melhor gosto dos convidados, é só escolher um dos pratos.

E, na hora da sobremesa, a melhor dica é a mais tradicional de todas, o Tiramisu, à base de café, biscoitos e cremes, uma delícia. E, se quiser surpreender os convidados com algo mais diferenciado, outra dica bacana é a Panna cotta, manjar feito com nata de leite, açúcar, gelatina e especiarias, principalmente canela.

Pense em seu aparelho de jantar

A oportunidade ideal para utilizar os melhores utensílios que você tem em casa é realizar uma recepção para os seus amigos ou familiares. Retire do armário o seu aparelho de jantar completo e ofereça para as suas visitas o jantar que você sempre quis receber.

Confira os talheres e pratos apropriados para a comida que você irá servir e não se esqueça das taças e copos que serão utilizados para as bebidas que você escolheu. Como a comida italiana frequentemente tem molho, é importante contar com bons guardanapos.  

Selecione as bebidas apropriadas

Escolha a bebida especial para essa ocasião. É comum os molhos italianos harmonizarem com vinhos brancos ou tintos e até com espumantes.

Se o jantar tem uma pretensão mais informal ou for realizado em um dia mais quente, as cervejas e os drinques também podem ser ótimas opções para acompanhar a comida. Como as refeições italianas têm a tradição de serem realizadas por longos períodos, procure pensar em bebidas que satisfaçam os convidados tanto durante os aperitivos quanto durante o prato principal e a sobremesa.

Você deve ter notado como é fácil planejar um bom jantar italiano para os seus convidados. Agora é só marcar o dia e bom jantar!