Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Memória RAM ou SSD? Veja qual é melhor para o seu computador

Quando nosso computador começa a ficar lento, logo nos perguntamos sobre a melhor opção para dar um upgrade nele e melhorar seu desempenho. Afinal, nem sempre uma simples formatação resolve o problema. Mas qual seria o investimento ideal: memória RAM ou SSD? Confira nossa análise.

Memória RAM

A memória RAM funciona como uma ponte entre o HD e o processador do computador, fazendo a troca de informações entre os dois. É um espaço temporário de informações do sistema operacional e aplicativos em uso. Por ser mais rápida que o HD, a memória RAM fornece ao processador fácil acesso às informações para executar os programas.

SSD

O SSD funciona como se fosse um HD, serve para armazenamento de arquivos. Ele é uma evolução do HD, porque o HD utiliza discos para armazenar dados, e o SSD utiliza chips, tornando o acesso e o armazenamento de dados muito mais rápido.

Qual devo comprar?

Se você tiver que escolher apenas um deles, é preciso analisar a sua necessidade. Por exemplo, se o computador fica travando direto o ideal é investir em memória RAM. Pois é ela que vai garantir o melhor desempenho na execução de programas. 

Agora se sua máquina roda sem travamentos mas demora muito para acessar documentos e programas, aí sim o SSD pode ser uma boa pedida. Ele vai te dar uma sensação de fluidez maior, já que o sistema, programas e jogos vão inicializar bem mais rápido que antes.

O ideal mesmo é combinar os dois juntos. Assim, você melhora tanto a rapidez ao inicializar programas como a performance na execução deles. Mas como dissemos anteriormente, tudo vai depender da sua necessidade.

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Qual a melhor TV para filmes: de tela curva ou 4K?

Para escolher entre tela curva ou 4K, saiba que a TV de tela curva é um modelo disponibilizado por algumas marcas como Samsung e LG, com especificações bastante atrativas para os amantes de filmes. Já a 4K é uma tecnologia superior à Full HD, disponível em televisores de diversos fabricantes e inclusive nos modelos de tela curva. Ambas fazem parte de equipamentos com mais de 40 polegadas e possuem imagem e som praticamente reais, perfeitos para os longas mais emocionantes. Confira agora o que cada uma pode te oferecer e escolha a melhor para assistir aos seus filmes preferidos!

Conhecendo melhor a 4K

Conhecida como Ultra HD, tem resolução 4 vezes maior que a Full HD, garantindo uma imagem quase real. O contraste e a fidelidade das cores chamam bastante atenção, além da qualidade do som, com efeitos que antes só o Home Theater poderia oferecer. Com essas vantagens vai parecer que toda ação dos filmes estão acontecendo de verdade e bem na sua frente! Mas isso tudo é quase perfeito.

O problema é que a maioria dos conteúdos oferecidos pelas emissoras de televisão e pelos canais de streaming na internet ainda estão no padrão de qualidade Full HD ou migrando agora para Ultra HD, como a Netflix, por exemplo. O caminho para a nova tecnologia não é tão simples. As filmagens das cenas devem ser feitas com câmeras 4K e o sinal tem de ser transmitido por um sistema que a suporte.

O mundo ainda está se preparando para essa novidade, enquanto isso você consegue assistir a algumas opções em 4K pela Netflix.

As TVs de tela curva

Quem assiste a um filme na televisão tela curva sente a mesma emoção que um cinema proporciona. Ela simula o mundo real e permite que utilizemos nossa visão periférica, criando a sensação de imersão.

Ou seja, enquanto assistimos não vemos o mundo ao redor e nos concentramos apenas no que está na tela. Além disso, a tecnologia permite que a TV tenha vários planos de profundidade, o que leva a uma sensação de imagem 3D, muito requisitada pelos amantes de filmes. A luz é centralizada, aumentando o contraste de cores, e a curvatura acompanha a forma natural dos olhos, permitindo a imagem das bordas mais nítidas.

Um ponto de atenção importante é quanto à sua posição na sala. Para ter aquela sensação de imersão fique bem de frente para a tela. Assim, você vai se sentir dentro do filme!

Agora que você já conhece as 2 opções, faça a sua escolha para assistir a bons filmes: tela curva ou 4K, e assista aos seus filmes com toda qualidade!

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

O tamanho da TV influencia na qualidade da imagem?

Em um mundo centrado na tecnologia, estamos cercados por telas de todos os tamanhos, tanto de nossos smartphones como de computadores, das televisões de casa e dos locais que frequentamos. Independentemente do tamanho de TV, o que queremos é sempre uma imagem de qualidade, que nos proporcione uma experiência bacana em qualquer situação.

E como é que o tamanho de TV está relacionado à qualidade da imagem dela? A verdade é que tanto uma TV bem pequena pode ter uma ótima imagem como uma TV bem grande. A qualidade está relacionada à resolução do aparelho, que precisa crescer à medida que cresce também o tamanho físico do equipamento.

Para que fique mais fácil entender como o tamanho do monitor está ligado à resolução, seguem algumas dicas e itens técnicos de uma maneira bem simples.

Entendendo os pixels

Você já deve ter ouvido falar em pixels. Eles são pontos coloridos que costumam aparecer na forma quadrada. As imagens – nas televisões, telas, projetores, celulares ou monitores – são geradas por uma soma de pixels. Quanto mais pixels uma imagem tiver, maior será a sua resolução. Por isso, quando uma imagem não está tão nítida, muitas vezes ouvimos alguém comentar que ela está “pixelada”.

E as polegadas?

O tamanho de TV é, por definição, medido em polegadas. Uma polegada equivale a mais ou menos 2,5 cm. Enquanto a resolução é dada pelas medidas da horizontal x vertical do aparelho, a medida do tamanho do aparelho é feita na diagonal. Ou seja, quantas polegadas couberem na diagonal do aparelho, será aquele o seu tamanho.

Resoluções comuns para tamanho de TV

Tendo em mente os conceitos apresentados de pixels e polegadas, que pertencem ao universo do tamanho das TVs, atente-se às medidas de resolução das televisões. Ela indica quantas linhas e colunas de pixels são utilizadas para gerar a imagem que será apresentada na tela. As resoluções que você encontra hoje no mercado são a HD, Full HD e a Ultra HD ou 4K (são nomes comerciais da mesma resolução). Hoje, por questão de mais oferta e demanda, o padrão mais comercializado é o Full HD e você consegue fazer bons negócios em telas de grande formato, recursos “smart” com custo bastante acessível.

No entanto, os modelos 4K estão ganhando popularidade de forma acelerada, conquistando cada vez mais adeptos. Até porque a qualidade da imagem sem comparação, a riqueza dos detalhes e cor, tem atraído os interessados em uma experiência diferenciada. Uma TV 4K é 4 vezes mais detalhada do que a Full HD e alguns modelos têm ainda o recurso Upscaling que transforma o conteúdo Full HD para o novo formato.

No caso da resolução HD, uma tela exibe 1.280 colunas de pixels e 720 linhas, o que resulta em cerca de um milhão de pontos coloridos formando imagens. Já a resolução Full HD conta com mais de 2 milhões de pixels formando imagens, a partir de 1.920 colunas de pixels e 1.080 linhas.

Na prática isso funciona assim: em uma TV HD, você consegue ver os detalhes básicos de um cenário de sua novela preferida. Com a Full HD, você vê até o contorno da maquiagem quando rola um close. Já na 4K você sequer consegue ver os pixels que formam a imagem, além de perceber que a profundidade e a fluidez nas imagens são sem comparação, como se fossem reais mesmo.

Distância da TV também influencia

Essas definições quantitativas ajudam bastante a entender como se dá a resolução de uma tela, mas também é necessário avaliar alguns pontos importantes para garantir a qualidade da imagem com a TV em casa: a distância que haverá entre o aparelho e o sofá e o ambiente em que a TV será instalada.

Esse aspecto vale mais quando se trata de TVs HD e Full HD. No caso da Ultra HD, a resolução é tão grande que dificilmente haverá a percepção de qualquer falha na imagem, independentemente da distância entre o aparelho e o espectador. Por isso, se sua sala é pequena, você não precisa se preocupar com o tamanho da TV se ela for 4K. A imagem será perfeita!

Os fabricantes de eletrônicos dão algumas sugestões no que diz respeito à distância e qualidade da imagem e tamanho de TV. A dica aqui é multiplicar cada 10 polegadas por 0,5. Assim, uma TV de 40 polegadas precisa ficar a 2 m de seus olhos. Simples! Agora, é só escolher.

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Aprenda como escolher a melhor TV para você

Na hora de comprar a TV da sua casa, é comum ficar em dúvida com a quantidade de modelos que existem no mercado. São tantas tecnologias, 4K, OLED, 3D que pode até parecer difícil escolher.

Mas, na verdade, é muito simples. Você só precisa entender as principais diferenças e vantagens de cada modelo para descobrir qual é a melhor TV para o que você está procurando. Alguns fatores como o tamanho e iluminação da sua sala também podem ajudar bastante nessa decisão. Quer ver?

Sintonizador Digital

Essa dica vale para todo mundo. Prefira as TVs que já venham com o sintonizador digital ou você terá que comprar um avulso para conseguir assistir à transmissão da TV aberta digital. Lembre-se que o sinal analógico no Brasil já tem data para acabar.

Tipos de tela:

Plasma x LED x OLED

Plasma

A TV de plasma pode ser uma boa opção para quem quer fazer um cineminha em casa e tem uma salinha escura ou com iluminação controlada, tipo essas de home theater, sabe? Mas se a sua sala é clara e você não tem como controlar a iluminação, essa definitivamente não é a melhor TV. O plasma reflete de mais e fica difícil enxergar com a luminosidade.

A vantagem do plasma é que ele oferece imagens de alta qualidade e excelente contraste. Para você entender, funciona mais ou menos assim: quanto maior o contraste, mais reais as imagens parecem. Outra vantagem é a qualidade das cenas de movimento, elas ficam sem aqueles borrões conhecidos como “efeito fantasma”. Por isso, se você gosta de filmes de ação, esportes ou videogame, pode ser uma ótima escolha.

A parte ruim é que essa TV não é nada econômica. Seu consumo pode ser até 50% maior que uma tela LED do mesmo tamanho. Além disso, não existem modelos menores que 42 polegadas e nem telas muito finas.

LED

A TV LED tem várias vantagens e, por isso, é a mais vendida no mercado. Para começar, ela é mais fininha, mais leve e ainda gasta bem menos energia que a de plasma.

Além disso, você não precisa se preocupar com a iluminação da sua casa, a TV LED se adapta bem em qualquer tipo de ambiente, claro ou escurinho.

As imagens também são de alta qualidade e o destaque aqui são as cores mais vivas e reais. Outra vantagem é que é possível encontrar modelos de todos os tamanhos, desde 18 até 80 polegadas.

OLED

A TV OLED é a mais fina de todas, sua tela pode ter menos de 1 mm de espessura! Além de dar um toque super moderno à decoração, a imagem da TV é de altíssima qualidade, apresentando a reprodução de cores mais fiel do mercado.

Outra grande vantagem da TV OLED é que ela possui maior ângulo de visão. Na prática, isso significa que você consegue ver a mesma qualidade de imagem em diferentes cantos da sala. Pode ser a melhor TV para salas e famílias maiores.

Para completar, ela gasta bem menos energia, sendo a mais econômica e sustentável do mercado.

Tela curva

Além do design lindo e moderno, a tela curva tem outros benefícios. O objetivo dessa tela é imitar a sensação do nosso olhar ao enxergar o mundo ao nosso redor e não como uma tela plana. Assim ela cria um efeito de profundidade e o que você está assistindo parece muito mais real.

O maior ângulo de visão é mais um destaque. Como explicado acima, quanto maior o ângulo de visão, melhor a qualidade da imagem em diferentes pontos da sala. Para famílias grandes isso é muito bom, já que evita brigas pelo melhor lugar no sofá.

Imagem:

Resolução HD x Full HD x 4K/Ultra HD

A resolução é fundamental para garantir a nitidez da imagem. É bem simples: quanto maior a resolução, mais detalhes você consegue ver na imagem.

A resolução HD alcança no máximo 1.280 x 720 pixels, enquanto a Full HD tem 1.920 x 1.080 pixels e uma qualidade de imagem melhor. Já a 4K é a melhor TV de todas, ela alcança até quatro vezes mais, 3.840 x 2.160 pixels. Ou seja, você consegue ver com perfeição até os mínimos detalhes.

Para você entender como isso funciona na prática: se você assiste a um jogo de futebol em uma TV HD, você consegue ver com nitidez a cor da chuteira do jogador. Em uma Full HD, é possível ver a marca da chuteira. Já em uma TV 4K, você consegue enxergar até detalhes da costura da chuteira!

Importante:

Para aproveitar o potencial da TV 4k, é preciso um conteúdo em alta definição. A TV a cabo e o Netflix já têm uma lista de filmes e séries em alta resolução, mas quer uma dica? Se você comprar uma TV 4K ou uma Full HD, prefira os modelos que já vêm com Upscaling, que transforma conteúdos de baixa resolução em imagens com qualidade bem próxima ao 4K.

Frequência

A frequência da TV nada mais é que a taxa de atualização da tela. Quanto mais alta a frequência, mais suave será a transição das imagens, entendeu?

A melhor TV para quem curte games, filmes de ação e esportes é, com certeza, a que tem uma alta frequência. As cenas de movimento ficam muito mais fluídas, sem aqueles “borrões”.

As frequências mais comuns são: 60 Hz, 120 Hz e 240 Hz. As TVs com 120 Hz têm um desempenho bem melhor que as de 60 Hz. Você notará uma grande diferença!

Recursos:

Smart TV

A principal vantagem da Smart TV é que você consegue se conectar à internet de casa. Em um mundo cada dia mais digital, isso traz grandes facilidades, como assistir a filmes e séries no Netflix, ouvir música, assistir a vídeos do Youtube, baixar games, apps, etc. Mas, fique atento, nem todos os modelos têm o Netflix, então se esse é o seu principal objetivo, não se esqueça de checar se ela vem com o app, ok?

A Smart TV pode ter dois tipos de conexão: com Wi-Fi ou com cabo de rede (conexão LAN). Cada uma tem sua vantagem: enquanto a conexão com Wi-Fi é bem mais prática, a com cabo é mais rápida.

A Smart TV com Wi-Fi pode vir com um adaptador ou com Wi-Fi integrado à televisão.

Toda Smart TV vem com o sistema operacional próprio da marca, porém alguns fabricantes já trabalham com o sistema Android. Assim você terá milhares de aplicativos para Android disponíveis para baixar na sua TV e a conexão com o celular também ficará muito mais prática.

3D

A principal vantagem da TV 3D é que as imagens em três dimensões proporcionam uma sensação interativa, fazendo com que você se sinta na cena mesmo. Ou seja, os filmes podem ficar ainda mais emocionantes!

Existem dois tipos de tecnologia: ativa e passiva. Na ativa, os óculos têm bateria e você pode se deitar para assistir a um filme ou se mexer à vontade sem ter problemas com a imagem. A resolução do 3D ativo também costuma ser um pouco melhor.

Já no 3D passivo, a imagem ganha em brilho e contraste. Os óculos são bem simples, parecidos com os de cinema, e tem a vantagem de cansarem menos a vista.

Importante lembrar que você precisa do kit completo para assistir em três dimensões: TV 3D, óculos 3D, conteúdo 3D e reprodutor 3D (Blu-ray 3D ou receiver 3D).

Entradas

Fique de olho na quantidade de entradas que a sua TV tem para se conectar a outros aparelhos. Basicamente, a melhor TV é a que tem maior número de entradas.

A entrada USB serve para conectar pen drives, teclados, mouses. E na Smart TV ela será muito importante para conectar o adaptador de Wi-Fi, caso ele não esteja integrado.

Já a entrada HDMI serve para conectar cabos HDMI e assistir a filmes ou qualquer outra coisa com alta qualidade de imagem e som. Ela também conecta notebooks, computadores, videogames, Blu-ray, home theater ou dispositivos como o Apple TV e Google Chromecast. Por isso, quanto mais aparelhos você tiver, mais entradas dessas você vai precisar.

E aí, já sabe escolher a melhor TV para sua casa?