Categorias
Casa e Decoração

Fogão: Entenda as diferenças entre GLP e gás natural

Será que é preciso trocar de fogão para usar gás encanado? Veja nesse post as diferenças entre os tipos de gás de cozinha e como realizar a conversão. 

A maioria dos fogões e cooktops vem configurada apenas para gás GLP – o famoso gás de botijão. Por isso, se você precisa usar gás encanado, será necessário realizar uma conversão no eletrodoméstico. Essa operação deve sempre ser feita por um profissional qualificado.  

Se o seu fogão ainda estiver na garantia, a conversão é feita gratuitamente.  Já para fogões mais antigos, é só agendar o serviço direto na distribuidora de gás da sua cidade. É um serviço rápido e não muito caro. Ah, e caso um dia precise mudar novamente para GLP é só fazer a operação mais uma vez.

Diferenças

O gás GLP é o tipo mais comum nos lares brasileiros. O botijão de gás dura em média 220 horas, mas isso vai variar de acordo com a quantidade de bocas que você usa. O seu valor costuma ser mais em conta que o natural, uma vez que recebe subsídio da Petrobras. 

Já o gás natural (GN) é o gás fornecido a partir de encanamento. Uma das suas vantagens é a economia de espaço, o que é ideal para apartamentos. O consumo é cobrado direto na conta, do mesmo jeito que a energia elétrica. Bem prático, não é mesmo?

Outra vantagem é que o GN é considerado mais seguro, pois se dissipa rapidamente e evita que você precise guardar um grande estoque de gás de uma vez na sua casa, como acontece com o gás do botijão. Além disso, o gás natural também é considerado mais sustentável ao meio ambiente.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aquecedor de água a gás Lorenzetti: saiba como escolher o seu

O aquecedor de água a gás Lorenzetti traz para você o conforto de ter água aquecida nos chuveiros, torneiras e outros pontos pela casa. Tudo depende do modelo que mais se adapta à sua família e ao seu estilo de vida. Conheça mais informações sobre esse tipo de aquecedor de água.

Tipos de aquecedores de água a gás

Exaustão natural – é um tipo de aquecedor a gás em que os gases provenientes da queima de gás (para fazer o aquecimento) saem pela chaminé, naturalmente.

Exaustão forçada – uma ventoinha interna realiza a exaustão dos gases, o que torna o aparelho ainda mais seguro, pois, caso haja correntes de vento, o gás não retorna para o ambiente de onde saiu.

Exaustão balanceada – esse tipo de aquecedor possui 2 dutos: um que puxa o ar do ambiente externo para a queima dos gases (e aquecimento da água) e outro por onde saem os gases já queimados do aquecedor para fora do ambiente em que estavam.

Tecnologia digital chega ao aquecedor de água a gás da Lorenzetti

A Lorenzetti, empresa conhecida no segmento de aquecedores de água a gás, apresenta 3 modelos digitais: LZ 2300DE, LZ 3700DE e LZ 4500DE. Esses aquecedores possuem sistema de exaustão inteligente que oferece maior eficiência na exaustão de gases, sendo bastante indicado para quem mora em edifícios altos em que há uma maior concentração de vento.

O modelo LZ 2300DE tem capacidade para oferecer até 3 pontos de água quente simultaneamente, como 2 duchas e 1 misturador. Assim, com esse modelo, você pode ter 2 chuveiros e uma pia com água aquecida em casa.

Já o aquecedor LZ 3700DE oferece até 5 pontos com água quentinha ao mesmo tempo, ou seja, com ele você tem 4 duchas e 1 misturador (torneira da pia com água quente e fria) jorrando água aquecida no mesmo momento.

O LZ 4500DE abastece até 7 pontos com água quente simultaneamente, como 4 duchas e 3 misturadores, por exemplo. Esse modelo de aquecedor é indicado para locais com maior necessidade de fluxo de água, como banheiras de hidromassagem, ofurôs e piscinas aquecidas de tamanho menor.

Qualidade e segurança

Os aquecedores de água a gás digitais possuem display touch para controlar todas as funções com um simples toque. Contam ainda com o controle eletrônico que, por meio de sensores de temperatura e fluxo de água, garantem a temperatura selecionada sem alterações não programadas.

Ou seja, a temperatura selecionada se mantém sempre estável. A segurança também é outra característica primordial nos aquecedores de água que apresentam chama modulante, em que a temperatura da água não se altera mesmo que outros pontos de água quente pela casa estejam sendo usados ao mesmo tempo.

Depois dessas dicas de aquecedores de água Lorenzetti, você já pode escolher o seu.

Categorias
Auto e Ferramentas

Gasolina ou GNV: qual é melhor para o motor?

Você sabe qual combustível, gasolina ou GNV, é melhor para o motor do seu carro? Na hora de comprarmos um carro, analisamos vários itens, como o motor, pintura e mecânica, se o carro for usado, custo-benefício, modelo, entre outros. Mas o que muita gente esquece de pensar é no combustível, principalmente se ele faz bem para o motor ou não. Por isso, vamos ver as vantagens e desvantagens entre gasolina e GNV e analisar qual é melhor para o funcionamento do motor do carro. Afinal, auto e ferramentas devem ser escolhidos bem, para que no futuro não gastemos mais do que o previsto.

Gasolina

Esse combustível é um dos mais comuns entre os carros vendidos no Brasil. Sendo assim, vamos às vantagens e desvantagens de seu uso. Vantagens A utilização de gasolina com aditivos ajuda a limpar e manter limpos os sistemas de injeção. Dessa forma, o desgaste das peças é menor e o motor fica protegido; Encontramos gasolina em qualquer posto de combustível. Desvantagens Ela é ineficiente, ou seja, não dá para usar toda a sua energia e transformá-la em força eletromotriz para o veículo; A principal desvantagem desse combustível é o preço, pois é mais elevado em relação aos outros; Polui o ar com emissões de CO2.

GNV

Seu uso é mais recente em relação à gasolina. Por ter um preço mais baixo e rodar muito mais quilômetros que sua concorrente, muitas pessoas passaram a comprar carros movidos a GNV ou adaptaram seus carros para esse novo combustível. Mas vamos ver quais as vantagens e desvantagens de seu uso. Vantagens O óleo do motor suja menos e dura mais por não haver contaminação pelo combustível; Não há acúmulo de sujeira nos bicos injetores; Não há criação de ferrugem em peças de metal; Desvantagens O motor trabalha com mais pressão interna no cabeçote, o que diminui a vida útil dessa peça; Velas e cabos de velas duram menos, pois a parte elétrica é mais exigida; O gás não permite a lubrificação correta das válvulas do motor e pode travá-las.

Gasolina ou GNV?

Levando em conta a questão do motor, a gasolina parece ser melhor quando o assunto é lubrificação das peças dele. Isso porque, enquanto ela está percorrendo seu caminho dentro do motor, a lubrificação acontece, melhor ainda se ela for aditivada. Mas, em questão de deixar resíduos, o GNV é melhor. Por ser um combustível seco, ele não deixa resíduos nem enferruja certas partes de metal. Agora vai de você escolher o que é o melhor para você, se a gasolina ou GNV. Analisar todas as possibilidades é muito importante na hora da compra, por isso não deixe de verificar também essa questão do combustível.