Categorias
Infantil

Como economizar no chá de bebê e organizar uma festa linda

Saber que vai ser pai ou mãe é algo incrivelmente belo, chega a ser inexplicável a felicidade de ter um filho. Mas antes da chegada dele as mães têm muitos exames e acompanhamentos médicos para fazer. Além dessa parte sobre saúde, tem também o chá de bebê, que é realizado no intuito de reunir amigos e amigas para apresentar essa nova fase que está iniciando. Mas, como toda festa, há sempre um gasto com decoração, bebidas e comidas. Saiba aqui como economizar no chá de bebê e, ainda assim, ser um linda festa.

Como economizar no chá de bebê

Com pouco dinheiro, é possível fazer uma linda decoração para o evento. Confira algumas das dicas para gastar pouco, tanto na decoração como nos docinhos e salgadinhos.

Dicas de decoração

– Varal de roupinhas do bebê – em vez de comprar balões, faça um painel atrás da mesa principal. Pode ser fixado um tecido e, então, fixe um varal com as roupinhas do seu bebê.

Varal com bandeirinhas – outra ideia é um varal de bandeirinhas, é simples e fácil de fazer. Basta ter linha, papel, cola e tesoura.

Mesa principal – não há a necessidade de muitos enfeites. Apenas disponha os docinhos e o bolo nela de forma organizada e criativa. Se quiser enfeitar, pode colocar flores em garrafas de vidro reutilizadas e colocar algum laço de fita ou de cordão na garrafa para finalizar.

Bolo – se quiser apenas servir docinhos e salgadinhos, você pode montar um bolo de fraldas. Lembrando sempre de combinar as decorações da mesa principal com o painel.

Lembrancinhas – você pode fazer com uma embalagem simples de plástico, colocar alguns docinhos e envolvê-lo com algum tecido, como voil, finalizando com um lacinho.

Dica de doces e salgados

Pensando em comemorações, desde uma festa infantil, até um chá de bebê, temos duas opções em relação aos doces e salgados: fazer ou comprar. Aqui vale pensar no custo-benefício e na sua habilidade culinária. Não há necessidade de muita variedade nem algo muito sofisticado. Você pode fazer alguns docinhos e/ou cupcakes e fazer bruschettas, assim foge dos pasteizinhos e risoles. Mas, se você não quer ou não sabe fazer, é só encomendar. Pesquise bem antes de comprar.

O importante nem sempre é enfeitar demais, às vezes uma decoração mais simples e harmônica é o ideal. Use sua imaginação e referências, pesquise bastante antes de decidir apenas colocar uns balões, há muita decoração fácil de fazer e que ficam lindas. Lembrando que essas dicas são para chás de bebês com poucos convidados. Se você for fazer para muitos convidados o ideal é contratar alguma equipe especializada que trabalha com festas.

Categorias
Casa e Decoração

Como organizar uma festa em casa

Dar uma festa em casa pode ser uma experiência deliciosa e inesquecível. Mas é preciso ter tempo e organização para que tudo saia perfeito. E o mais importante: não é necessário esperar uma data específica. Viver já é uma das mais importantes razões para celebrar e nada melhor do que fazer isso com a família e amigos.

Festa em casa

O primeiro passo é decidir o horário da festa. Se for durante o dia, pode ser do lado de fora da casa, no quintal ou jardim, por exemplo. Uma festa à noite pode ser tanto dentro quanto fora de casa e requer iluminação especial nos ambientes externos.

Lista de convidados

Analise calmamente: quantas pessoas sua casa comporta? Ao pensar nisso, tenha em mente o uso confortável dos banheiros (para evitar filas), a circulação de pessoas sem que fiquem esbarrando umas nas outras o tempo todo e também quais grupos elas pertencem. Misturar a turma do trabalho com o grupo da igreja ou os amigos do futebol com as colegas do salão nem sempre dá certo e sabe porquê? Normalmente são formados “grupinhos” e, se esses grupos não têm muita afinidade entre si, o resultado pode ser uma festa fria, sem muita interação entre as pessoas. Outro ponto importante é pedir para que todos confirmem presença, assim fica mais fácil para fazer a organização.

O que servir

Durante o dia não há dúvidas de que um churrasco ou uma bela feijoada são uns dos pratos preferidos (e esperados) por quem faz (e vai) uma festa em casa. Se a opção for churrasco, calcule 600 g de comida por convidado (400 g de carne e 200 g de acompanhamentos). No caso da feijoada, é válida a medida de 500 g de comida por pessoa, considerando que a feijoada “pesa mais” no estômago.

Mas, se for à noite, evite jantares complicados que exigirão muito de você que, em vez de se divertir junto com os convidados, vai se atolar na cozinha para que tudo saia perfeito.

O conselho aqui é uma festa ao estilo coquetel. Salgadinhos fritos, uma mesa de frios, canapés, torradas, pastinhas, as mais diversas conservas (picles, cebola, tomate seco, mini cenouras), batata portuguesa, mini pizzas. Caldos no estilo bobó de camarão e caldo verde também são bem-vindos e práticos porque podem ser servidos em copos descartáveis.

Bebidas

A cerveja é quase que uma unanimidade na hora de pensar em bebidas para uma festa em casa. Partindo da ideia de que você conhece os seus convidados e suas preferências, tente agradar o máximo possível: whisky, vinho, espumante, cerveja, chopp e refrigerante e suco para aqueles que não consomem álcool. Mas, se o cardápio for feijoada, a caipirinha não pode faltar. E água, por favor, porque se hidratar é muito importante.

Decoração

Você pode escolher um tema para a sua festa ou simplesmente dar um charme a mais à sua casa para mostrar aos convidados que ela foi especialmente decorada para eles. Um banheiro com flores na bancada, iluminação especial se a festa for noturna, pratos e copos descartáveis (ou não) coloridos. Um cantinho para as selfies está super na moda: coloque acessórios à disposição dos convidados, como chapéus, óculos engraçados, colares extravagantes, máscaras de famosos, perucas coloridas e proporcione momentos de diversão e gostosas risadas que serão eternizadas nas fotos.

Todas essas dicas ajudam na hora de fazer a sua festa em casa, mas nada substitui o sorriso no rosto, o abraço caloroso ao receber cada convidado que deve se sentir bem-vindo e amado como se fosse o único.

Quanto à música, não se preocupe tanto com a playlist. Normalmente, a que você fizer (independentemente de qual seja) vai aos poucos sendo mesclada com os pedidos dos convidados, pois uma festa deve ser, antes de tudo, musicalmente democrática. Feito isso, aumente o som e se jogue na pista.