Categorias
Auto e Ferramentas

Conheça os tipos de trenas e como usá-las em cada situação

São diversos os tipos de trenas, desde aquelas usadas para medir distâncias longas até as que medem pequenos objetos. Então, para saber qual é a ideal para você, é preciso primeiro entender o que vai medir. Talvez você precise saber a medida de um terreno grande para começar uma construção ou então uma parede para colocar um móvel ou até determinada peça para um suporte metálico. O importante é saber a sua necessidade e ter sempre uma trena ao seu alcance para quando precisar. Quer saber quais os tipos que existem e suas funções? Então, confira a seguir:

1 – Trena longa

Essa trena é utilizada para a medição de grandes distâncias, como terrenos, áreas externas de construções e outros locais abertos ou fechados. A menor possui 15 metros, mas você pode encontrar trenas longas de 20, 30, 50 e até 100 metros. Ela é feita de material maleável, como fitas de fibras, e por ser muito utilizada em áreas externas, geralmente fica exposta ao sol, à chuva e ao pó, por isso é importante avaliar bem a qualidade do material antes de comprar para que a sua trena tenha uma boa durabilidade.

2 – Trena manual

Usada para medir peças menores, como quantidade de cabos e tamanho de eletrodutos, e pequenas distâncias, como paredes, a trena manual é a mais comum e muito conhecida pela maioria das pessoas. Leve, compacta e fácil de ser guardada, a menor tem 3 metros, mas você encontra facilmente de 5 e 8 metros. A fita de medição é metálica e pode ser quebrada caso não sejam tomados os devidos cuidados. Essa trena geralmente possui freio, trava e ponta magnética para ajudar a medir peças metálicas.

3 – Trena a laser, digital ou eletrônica

Essa trena possui funções matemáticas e é usada para medir grandes distâncias, como áreas e volumes em locais e estruturas. Ela é simples de usar, possui poucos botões e faz medições precisas com cálculos matemáticos que facilitam a medição de áreas para superfícies e volumes para cômodos ou estruturas. Ela é prática porque não precisa ser esticada, uma vez que a medição é feita com um laser ao ser apontada para uma barreira.

Agora que você já conhece os tipos de trenas, aproveite para ter uma à sua disposição.

Categorias
Auto e Ferramentas

Escolha seu jogo de chaves combinadas e dê um show nas reformas

É sempre assim, começamos a fazer uma reforma e faltam as ferramentas, principalmente as chaves para os parafusos. Pensamos em usar o alicate para substituir, mas ele não foi feito para apertar e afrouxar parafusos. Então, se você não quer se surpreender mais com isso, o jogo de chaves combinadas é o ideal para ter à mão. Descubra qual jogo escolher e por que eles são tão importantes em uma reforma.

O que é chave combinada?

Diferente das chaves comuns que de um lado é a chave e do outro o cabo, a chave combinada tem 2 funções.

Como o próprio nome diz, a chave combinada possui 2 formatos, um em cada ponta. Uma de suas pontas é composta pela boca estrela, que encaixa e cobre todo o parafuso. A outra ponta é formada pela chave de boca fixa comum que, ao encaixar no parafuso, uma extremidade fica livre.

Assim, você tem a opção de escolher aquela que melhor se encaixa no parafuso para poder apertar ou afrouxar.

Deixe o alicate para a função dele e não incomode mais o vizinho pedindo ferramentas emprestadas. E, para melhorar ainda mais, essas chaves são vendidas em jogo.

Os diferentes tamanhos de jogo de chaves combinadas

Se você não sabe qual ou quais tamanhos de chave vai precisar, o ideal é comprar um jogo de chaves combinadas. Nele há várias numerações que talvez você necessite na hora da reforma.

Saiba que são comercializados kits que possuem diversas variações de tamanhos. Por isso, planeje se você vai trabalhar com parafusos pequenos ou grandes. Depois disso, compre o jogo que oferecer os tamanhos próximos àqueles que irá precisar.

Se for preciso compre mais de um jogo, principalmente se você trabalha com reformas, pois nunca se sabe quais parafusos vai encontrar pela frente. Por isso é melhor se preparar antes de realizar qualquer trabalho.

Categorias
Auto e Ferramentas

Veja para que serve uma chave hexalobular

Quem executa trabalhos que exigem ferramentas manuais, seja por hobby, seja profissionalmente, sabe a importância de ter a ferramenta certa para cada trabalho e o conhecimento sobre como escolher e usar essa ferramenta. Por isso é importante saber diferenciar as mais diversas chaves, como a chave de fenda e a chave Torx, mais conhecida como chave hexalobular. 

Como todo mundo já sabe o que é e para que serve uma chave de fenda, esse texto vai focar no uso da chave Torx, explicando como ela é e em quais casos ela é mais usada e indicada.

Como é e para que serve uma chave hexalobular?

A chave hexalobular é uma chave muito utilizada na indústria, porque a sua precisão de encaixe é maior do que a de outras chaves mais conhecidas. Ela tem um formato de estrela e a ponta achatada, e isso se dá por um motivo: assim ela pode ter uma área de contato maior, permitindo um encaixe mais firme e preciso. A chave Philips, por exemplo, foi projetada para saltar do parafuso, caso ele já não tenha como girar, o que evita apertos mais fortes.

Já a chave hexalobular tem um encaixe mais preciso e mais firme, fazendo com que a quantidade de força aplicada na torção do parafuso possa ser muito maior, permitindo encaixes mais fortes. Por isso ela é muito utilizada em processos automatizados, como na fabricação de produtos em escala industrial. Logo, é possível ver os seus parafusos em carros, aparelhos eletrônicos, discos rígidos e outros produtos que exigem um encaixe forte e preciso de suas peças. 

Mas isso não quer dizer que essa chave e os seus parafusos não sejam indicados para o dia a dia. Na verdade, o seu uso é cada vez maior em móveis, pois permite que eles tenham encaixes mais precisos e facilitam o trabalho de montagem. 

Por isso, a chave hexalobular é uma ferramenta importante para quem trabalha nas – ou tem como hobby – mais diversas áreas, sendo indispensável desde a montagem de móveis até o reparo de computadores.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como descascar fio sem levar choques?

São várias as ligações e equipamentos elétricos ao nosso redor que nos auxilia em tarefas de trabalho, lazer, segurança, saúde, etc. Para que eles permaneçam ligados e funcionando, há várias conexões de energia feitas por fios, de diferentes tipos, espessuras e tamanhos. Se for preciso trocar um fio, emendá-lo ou conectá-lo a outro aparelho, pode surgir a necessidade de fazer uma ligação, então a pergunta é: como descascar fio sem levar choques?

Não há muitos segredos nesse procedimento, mas a prática pode ajudar bastante, assim como o uso das ferramentas corretas. Antes de pensar em ligar um fio a outro, ou a uma tomada, adaptador, por exemplo, esteja ciente de que tipo de fio estará lidando: um comum com a capa protetora e os fios de metal, um mais complexo com mais fios encapados no interior ou um fio mais sensível e fino. A escolha da ferramenta se inicia com essa análise.

Decapar ou desencapar um fio

Mesmo que o mais comum seja como descascar um fio, o termo correto é decapar ou desencapar, já que é a retirada de uma parte da capa protetora, diferente de tirar a casca de uma fruta ou legume.

O melhor instrumento para a retirada da capa dos fios é um alicate de eletricista comum de corte na base ou o desencapador – hoje em dia, em áreas de produção industrial, já existem alicates automáticos que fazem isso em menor tempo e sem danos ao fio. Mas, no dia a dia, basta um alicate comum e um pouco de treino.

Ao utilizar o alicate de corte na base ou a parte de corte de um alicate universal, basta inserir o fio na área de corte e fazer uma leve pressão para cortar a capa de plástico, gire um pouco e então puxe a parte cortada. Se pressionar muito, o corte pode tirar a capa e o fio de cobre, por isso é necessário ter prática, ainda mais com fios mais finos.

Como descascar um fio profissionalmente

Para um profissional, o alicate desencapador é o mais indicado, ele vem com marcações dos diferentes diâmetros dos fios, basta encaixar no lugar de corte compatível, fazer uma leve pressão e puxar, sem complicações, até os mais finos.

A alternativa de usar um estilete também pode ser válida quando é uma parte pequena da ponta – a lâmina deve estar afiada e o corte deve ser feito em uma superfície plana e resistente, como mármore.

O eletricista mais experiente sabe fazer isso rapidamente, mas em casa o alicate é mais seguro. E quanto ao choque ao descascar um fio? Todas as vezes que for cortar um fio de qualquer equipamento ele deve estar desconectado da rede elétrica, sem uma fonte de energia, nenhum fio dá choque.

Caso haja a possibilidade de não poder desligar uma parte da energia, use luvas isolantes e não encoste as 2 mãos no fio.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como escolher uma furadeira?

A furadeira é uma das ferramentas-chave para ter em casa. Volta e meia a gente quer pendurar algum quadro, fixar um aparelho, etc. E, para isso, é indispensável contar com uma furadeira que não vai deixar você na mão. Se você está confuso com a quantidade de produtos disponíveis no mercado, não perca as dicas que separamos de como escolher uma furadeira.

O que eu preciso saber na hora de comprar a minha furadeira?

Tá cansado de pagar uma grana cada vez que precisa fixar algo na parede? Então chegou a hora de ter uma furadeira disponível sempre que precisar. Só que comprar uma furadeira não é tão fácil quanto parece. A seguir, a gente conta pra você no que ficar ligado quando for escolher a sua!

Impacto

Existem furadeiras de impacto e sem impacto, e, ainda, outras nas quais é possível encontrar as duas funções. A função de impacto serve apenas para perfurar alvenaria (parede de tijolos), e a função sem impacto é recomendada para perfurar madeira, metal, plástico e diversas outras superfícies.

Giro reversível

A maioria das furadeira apenas gira a broca em uma única direção (sentido horário). No entanto, em alguns momentos, você vai precisar que ela gire em sentido contrário (como quando vai usá-la como parafusadeira). Nesse caso, a furadeira deve ter a função de giro reversível, ou seja, deve possibilitar a seleção de giro em sentido horário ou anti-horário.

Potência

A potência da furadeira está diretamente relacionada ao tipo de material que se deseja perfurar, à profundidade de perfuração e ao tempo de utilização. Por exemplo, se você for perfurar uma superfície dura e uma profundidade maior, uma furadeira de 450W vai ter que trabalhar mais para concluir o serviço do que uma de 700W. Esse esforço extra pode reduzir a vida útil da ferramenta. Por esse motivo, quanto mais força e resistência forem necessárias, maior deverá ser a potência escolhida. Para uso doméstico, uma furadeira entre 450W e 600W deve dar conta do recado.

Mandril

O diâmetro do mandril é a espessura máxima de broca que ele pode suportar. O mandril de 1/2 suporta brocas de até 13mm, enquanto o mandril de 3/8 suporta brocas de até 10mm. Geralmente, as furadeiras domésticas possuem mandril de 3/8, enquanto as profissionais possuem mandril de 1/2.

Hoje, há furadeiras para as mais diversas situações e necessidades. Agora que você sabe um pouco melhor sobre como escolher uma furadeira, analise quais são as obras ou reformas que precisa fazer e boa compra!

Categorias
Auto e Ferramentas

Como fazer uma caixa de ferramentas

Pequenos problemas do dia a dia necessitam de pequenos consertos e quem gosta de “se virar” nessas horas, precisa ter à mão uma boa caixa de ferramentas. A caixa em si não é problema, pois, basta você descobrir como fazer uma caixa de ferramentas usando um caixote de feira daqueles mais resistentes que será reciclado e transformado na sua caixa de ferramentas. Basta serrar as bordas do caixote na altura que você achar mais adequada. Utilize uma das bordas que você serrou e fixe no centro de onde ficaria a tampa da caixa para servir de alça. Coloque um fundo de E.V.A. no interior da caixa logo após lixar, pintar e secar.

As ferramentas certas

Para evitar a compra de ferramentas que não serão usadas, montamos um pequeno guia para ajudar a você a saber quais ferramentas escolher para ter uma caixa de ferramentas que seja “pau pra toda obra” e não te deixe na mão, por não estar completa. Nessas dicas você vai descobrir que ferramentas comprar para colocar na sua caixa.

Como fazer uma caixa de ferramentas: chaves de fenda

Existe à venda os kits de chaves de fenda já prontos e que são bem práticos. Esse kit deve conter 7 chaves de fenda: uma pequena, com haste fina, para parafusos miúdos; uma média, pouco menor que um centímetro de diâmetro, e uma grande. Todas devem ter o cabo comprido, para que possa ser segurado com a mão inteira. A quarta é a chave estrela (ou Philips) que é uma chave igual à de fenda, mas usada no parafuso com a fenda em cruz. Nesse modelo é bom ter três tamanhos diferentes de bitola.

Alicate universal

Esse tipo de alicate é usado para dobrar e cortar fios, além de unir as pontas de um elo ou apertar objetos, por exemplo. O tamanho do alicate universal é padrão, e o ideal é que o cabo seja isolado para que, caso entre em contato com alguma corrente elétrica, não haja o risco de choque.

Chave teste

Serve para testar se a energia realmente está desligada, o que evita o risco de choques caso o disjuntor desligado não corte a energia no ponto esperado. Também é usada para saber qual fio é o fase nas tomadas (o que tem corrente elétrica) e qual é o neutro. Quando colocamos a ponta do fio na fonte de energia e encostamos o dedo na parte metálica do cabo, a lâmpada acende, mostrando que há energia elétrica ali.

Martelo

O martelo deve ser de um tamanho que acerte o prego e o não o dedo, uma vez que o martelo serve para pequenos serviços, por isso não precisa ser muito grande nem pesado. O martelo conhecido como “martelo de unha” é multifuncional, porque o lado oposto da cabeça é bifurcado e serve para extrair pregos. Dê preferência para os cabos de madeira que são resistentes e ao mesmo tempo leves.

Serrinha

O arco de serra ou serrinha é usado para cortar tubos de PVC, pequenos pedaços de madeira e até objetos em aço. Importante: para cada material, existe um tipo de serra diferente. Para facilitar na hora de guardar na caixa, você pode optar por um arco desmontável.

Outros utensílios para a sua caixa de ferramentas

Fita isolante (para consertos elétricos), fita veda-rosca (para serviços hidráulicos), tubo de adesivo plástico que é utilizado para colar canos de PVC. Em relação à tesoura, é aconselhável que você tenha uma exclusiva para os pequenos consertos da casa.

A extensão é útil quando vai ser usada a furadeira que, em geral, tem o fio muito curto. Também usamos a extensão para fazer reparos em cômodos onde é preciso cortar a luz mas é necessário usar algum equipamento elétrico, pois, assim você pode desligar o disjuntor do quarto e usar a tomada da sala.

Agora que você já sabe como fazer uma caixa de ferramentas e o que vai colocar dentro dela, é só começar o trabalho.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como fazer uma escada de madeira?

Saiba como fazer uma escada de madeira de forma simples, barata e prática e com poucos materiais, afinal, ter esse utensílio em casa ajuda muito no nosso dia a dia. Você pode usar a escada para fazer limpezas de lugares altos, reformas simples e instalação de cortinas, persianas ou qualquer outro objeto, principalmente em espaços com pé-direito alto.

Mas você não precisa necessariamente comprar uma escada. É possível fazer uma de forma bastante simples, inclusive com pedaços de madeira que não estão sendo usados, assim você recicla e ajuda o meio ambiente. Confira o passo a passo a seguir para você fazer sua própria escada!

1 – Ferramentas necessárias

Você vai precisar de algumas ferramentas para a tarefa. São elas: madeira resistente, serra circular ou serrote, lixa ou lixadeira, pregos, martelo e óculos de proteção.

2 – Como fazer?

Defina primeiro a altura da sua escada e corte duas madeiras do tamanho escolhido. Elas serão as laterais do utensílio. Em seguida faça os degraus cortando várias madeiras de aproximadamente 50 centímetros cada uma e lixe-as para o acabamento. Para montar os degraus considere uma distância de mais ou menos 35 centímetros entre eles.

E na hora de pregar?

Coloque as duas madeiras que serão as laterais em paralelo e depois comece a pregar os degraus na parte de fora. Uma alternativa para eles ficarem mais firmes é passar um pouco de cola na parte interna antes de começar a pregar. É importante que o último degrau seja um pouco maior que os demais.

Assim a parte de baixo da escada vai abrir um pouco e isso dará uma melhor sustentação a ela. Pronto! Sua escada já pode ser usada, mas tenha sempre cuidado e de preferência use equipamentos de proteção antes de fazer qualquer trabalho. Agora que você já sabe como fazer uma escada de madeira, mãos à obra e aproveite todas as vantagens de ter um utensílio como esse em casa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda a escolher o melhor veneno para mato

Terrenos com mato alto podem abrigar animais peçonhentos, servir de lixeira para aqueles que não descartam seu lixo de forma correta, além de ficarem com uma aparência de abandono e, por isso, atrair pessoas em busca de um lugar para ficar sem ter que pagar por isso. Escolher o melhor veneno para mato passa por alternativas como o uso de ferramentas para capinação, máquinas cortadoras de grama e até a contratação de pessoas especializadas na função. Vejas as nossas dicas para ajudar você.

Enxada e foice

Se você deseja fazer a remoção do mato manualmente, com um profissional ou sendo você mesmo a capinar, saiba que o uso de foice e enxada são uma opção das mais antigas quando o assunto é acabar com o mato. Essa é a forma mais tradicional de limpar terrenos e é derivada dos métodos usados na agricultura para controlar pragas. A enxada exige um certo esforço físico e serve para arrancar o mato pela raiz, ao passo que a foice corta galhos mais grossos e pequenos troncos.

Melhor veneno para mato: herbicida

O herbicida é um produto químico usado para matar ervas daninhas, também recebe o nome popular de “mata mato” e costuma resolver o problema. Porém, após ir a uma loja especializada e adquirir o herbicida, tome algumas precauções, como ler e seguir atentamente as instruções de uso; usar máscara e luvas na hora de aplicar; fazer a pulverização em um dia de sol para que o veneno não perca o efeito, caso chova. Se chover até 3 horas após a aplicação do herbicida, será necessário repetir.

Roçadeira

A roçadeira exige certa habilidade para ser usada e o uso de equipamentos de segurança, como capacete, luvas e roupas, é muito importante para evitar que por pedras ou outros objetos atinjam você, pois podem “saltar” do mato durante o processo de remoção do mato. Esse é um equipamento indicado para limpeza de terrenos em que haja somente mato e que ele não esteja muito alto. Para matos mais crescidos, o mais indicado é usar a roçadeira lateral.

Aparador ou cortador de grama?

Ambos são eficientes desde que o mato não esteja muito grande. O aparador de grama é de fácil manuseio e geralmente utiliza o fio de nylon para o corte e o desgaste do fio é proporcional à resistência encontrada no mato. Já o cortador de grama possui uma lâmina de aço mais resistente e com maior poder de corte.

Um bom herbicida é o melhor venedo para mato. E, claro, manter uma rotina de limpeza também!

Categorias
Auto e Ferramentas

Como fazer uma cadeira de madeira

A reciclagem de materiais pode ser feita de várias maneiras, há diversas possibilidades. Uma delas e aprender como fazer uma cadeira de madeira. Você pode reutilizar algumas tábuas que sobraram de uma reforma e criar um novo móvel para sua casa! Veja a seguir algumas dicas.

Como fazer uma cadeira de madeira

Para montar uma cadeira, será necessário usar algumas tábuas. Antes de iniciar a montagem, decida o modelo que será feito. Faça uma gravura para auxiliar na seleção das tábuas e tamanho. Para facilitar o trabalho com a madeira, será necessário usar algumas ferramentas de corte. Depois, lixe bem a superfície, para um melhor acabamento.

A montagem das peças deve ser feita com parafusos e uma furadeira. Dessa forma, fica bem mais rápida a execução. Basta usar uma broca mais fina que o parafuso utilizado para prender as madeiras. Para deixar tudo bem firme, use uma parafusadeira.

As conexões podem ser feitas também com pinos, além dos parafusos ou peças girofix, para um encaixe melhor. A cola de madeira é de grande ajuda nessa hora, permitindo que você deixe as tábuas em seus lugares definitivos antes da perfuração.

O encosto e assento podem receber um revestimento com espuma, para ficarem mais confortáveis. Porém, não é obrigatório adicionar o revestimento e o forro, ele são opcionais. Se, depois de terminar o projeto, resolver instalar um assento, a dica é usar modelos removíveis. Elas já vêm prontas para serem usadas e possuem laços que são amarrados na lateral da cadeira. Na hora de lavar, é mais fácil remover os acessórios.

Como proteger o móvel

Para finalizar, passe verniz em toda a peça. Ele ajuda a conservar a madeira e dar um toque de brilho. Se optar por um revestimento menos rústico que o tom natural da madeira, pode passar antes tinta colorida, por exemplo, na tonalidade branca. Selecione a cor de acordo com o ambiente onde a peça ficará.

Viu como fazer uma cadeira de madeira? Em resumo, você deve escolher o tipo de peça, cortar as tábuas, proceder com a montagem usando uma furadeira e finalmente aplicar verniz ou tinta para o acabamento. Agora, mãos à obra!

Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda como fazer uma caixa de madeira

Saiba como fazer uma caixa de madeira de forma bastante simples e com poucas ferramentas. Basta usar alguns materiais e toda a sua criatividade! Essas caixas são ótimas para você ter como peças de decoração, para guardar objetos e até para colocar docinhos e entregar de presente para alguém que você gosta. A decoração pode ser feita com tecido, tinta ou papel e no estilo que preferir.

O importante é que ela seja única e exclusiva, tanto para colocar na mesinha da sala ou do quarto, quanto para entregar para uma pessoa querida. Quer saber como fazer a sua própria caixa de madeira? Então confira o passo a passo a seguir!

1 – Pegue um pedaço de madeira no tamanho da sua preferência, meça e marque as laterais, a parte de cima e a de baixo, usando uma régua T.

2 – Pegue uma serra manual ou circular e corte as peças.

3 – Lixe os pedaços para dar acabamento.

4 – Junte duas peças e pregue-as com parafusos ou tarugos de madeira. Para isso uma peça deve ficar na horizontal e a outra na vertical, formando um L. Em seguida, faça o mesmo com mais duas peças.

5 – Hora de fazer a tampa. Pegue uma peça de madeira e coloque-a nas bordas superiores da caixa. Para isso, parafuse um par de dobradiças na parte superior e detrás da caixa.

6 – Coloque um prego na parte de dentro, do lado oposto das dobradiças, mas não o afunde totalmente. Ele servirá para bloquear a tampa, assim ela não entra na caixa.

7 – Para abrir e fechar, pregue um pequeno puxador na tampa, no modelo e na cor que combinarão com a caixa. Pronto! Só falta personalizar do jeito que você gosta!

Agora que você já sabe como fazer uma caixa de madeira, aproveite para fazer uma do seu jeito, para ter como peça de decoração ou para presentar alguém especial!