Categorias
Casa e Decoração

Sua cozinha precisa de coifa?

A resposta é: sim! A coifa é aquele eletrodoméstico que facilita a sua vida. Esse equipamento extrai e filtra o vapor, fumaça e odores, garantindo uma troca constante de ar e evitando que a sua casa seja invadida pelos odores desagradáveis ​​que inevitavelmente ocorrem durante a preparação dos seus alimentos. Mas você sabe como escolher? É importante eleger uma coifa que combine a estética com a funcionalidade, saber quais são os tipos existentes no mercado e quais os aspectos que deve-se ter em consideração antes de optar por um ou outro modelo. Essa é a decisão que vai transformar sua cozinha em um lugar muito mais agradável.

Tipos de coifas de cozinha

As opções que existem hoje no mercado são diversas e será importante que a coifa esteja em harmonia com o restante dos acessórios e eletrodomésticos da sua cozinha. Em relação à sua estética e à sua instalação, selecionamos algumas alternativas. São essas:

Coifa de parede

Além de ter uma grande capacidade de sucção, oferece mais opções de design para a sua cozinha. É possível encontrar uma boa variedade de medidas e materiais, entre os seus acabamentos, você poderá encontrar coifas de parede em inox ou vidro decorativo e em diferentes tonalidades. Estes modelos também dão um toque decorativo e moderno à sua casa. Seu estilo não passa despercebido.

Coifas de ilha  

As coifas de ilha são aquelas que ficam no centro da cozinha. Principalmente no modelo de cozinha americano, e é semelhante ao que falamos acima, mas não precisa ser instalado ao lado de uma parede. Uma coifa de ilha possui um respiradouro que se conecta a um duto no teto, puxando o ar sujo para cima e para fora da sua cozinha. Esse tipo de coifa tende a ser mais caro do que outros,  mas esse custo geralmente vem com um estilo adicional. Os exaustores de ilha costumam apresentar designs elegantes e contemporâneos que os tornam a escolha ideal para uma cozinha elegante e refinada.

Coifa de embutir

Uma ótima solução para cozinhas pequenas e provavelmente o tipo mais comum disponível. A coifa de embutir é instalada ao armário de cozinha superior sobre o fogão, e projetada para ocupar menos espaço. Uma grande vantagem é que parte delas é retirada na hora do cozimento para cobrir uma superfície de maior absorção e após o uso, fica escondida, recuperando sua posição original, passando totalmente despercebida.

Vale a pena investir nesse eletrodoméstico e acabar com o cheiro de gordura de uma vez por todas. Escolha a coifa que mais combina com o estilo da sua cozinha no Carrefour. 

Categorias
Casa e Decoração

Veja como escolher um liquidificador

Para receber a família e os amigos sua cozinha precisa estar completa, e nada mais essencial do que os eletrodomésticos. Apesar de parecer simples, saber como escolher um liquidificador pode fazer a diferença na sua cozinha e é uma tarefa complicada, pois existem no mercado várias marcas e modelos disponíveis para você. Saiba como buscar o melhor aparelho seguindo as dicas abaixo:

Tipos de liquidificador

Existem basicamente três tipos de liquidificador no mercado, cada um com funções específicas e que atendem a diferentes níveis de necessidade. O liquidificador de bancada é versátil e pode ser usado para diversas funções, como mistura de massas ou triturar gelo; seu copo pode ser de acrílico, vidro ou inox, e geralmente possui mais opções de design e potência. Ele é o mais comum para uso residencial, pois atende bem à maioria das necessidades de uma família.

Potência

A potência é uma das grandes responsáveis pelo desempenho do liquidificador. Normalmente elas variam entre 350 a 2.000 watts. Nossa sessão de liquidificador possui diversas opções para sua casa, basta escolher qual aparelho se encaixa melhor às suas necessidades: os aparelhos com potência baixa, entre 350 e 450w, são ideais para bater sucos e vitaminas. Já aqueles que possuem entre 450 e 900w podem bater massas de bolo, panquecas e pudim, ou até mesmo sopas e purês. Os liquidificadores mais profissionais possuem uma potência maior, acima de 900w, e são indicados para cortar gelo, picar legumes e triturar alimentos firmes.

Velocidade

A velocidade também influencia na hora de usar o liquidificador: o ideal é que seu produto tenha entre 4 a 8 velocidades, onde você pode bater massas e misturar líquidos com tranquilidade. Há aparelhos que apresentam mais opções, alguns contam com mais de 10 velocidades, mas esses modelos são úteis para chefs, pois proporcionam um maior controle da textura de cremes e massas.

Copos

Em relação aos copos do liquidificador, há três opções: o copo de plástico ou acrílico, que é leve, porém pode absorver cheiros e é mais difícil de limpar; o copo de vidro, que possui um design moderno e não absorve cheiros, mas tem mais chances de quebrar uma queda; e por fim o copo de inox, que é extremamente bonito, não absorve cheiros e não é tão frágil, porém tem um preço mais salgado.






Categorias
Casa e Decoração

Como limpar micro-ondas em poucos minutos

O aparelho de micro-ondas é hoje um dos principais eletrodomésticos da casa do brasileiro. O grande uso do aparelho torna necessário que o usuário faça uma limpeza interna frequente. Por isso trouxemos algumas dicas de como limpar micro-ondas com rapidez.

Como limpar micro-ondas com ajuda de coisas que você já tem em casa

Detergente – você pode utilizar o detergente misturando-o com água morna em um pequeno prato refratário. Ao colocar o prato no aparelho, você o ligará por cerca de 1 minuto ou até a água começar a evaporar.

Limão – o limão pode ajudar você a limpar o micro-ondas. A dica é cortar um limão ao meio e colocar as 2 metades posicionadas sobre um prato com um pouco de água e ligar o micro-ondas por até 1 minuto.

Vinagre – adicione vinagre a um pequeno prato refratário com água morna e posicione-o dentro do micro-ondas. Com o prato dentro do aparelho, ligue-o por cerca de 5 minutos e, após o término do tempo, ainda deixe cerca de 3 minutos o líquido parado dentro do aparelho.

Hora da limpeza fácil

Depois de seguir as orientações acima, independentemente do método que você utilizou, é só pegar uma esponja, um pano ou um papel-toalha limpos e fazer a limpeza interna do aparelho. Os métodos citados ajudam a amolecer a sujeira que fica impregnada dentro do eletrodoméstico, então depois é só passar um pano bem limpo que tudo sairá com facilidade.

Bandeja interna e pratos

A bandeja interna do micro-ondas e os pratos que você usou na limpeza podem ser retirados e limpos como pratos normais. Após toda a limpeza, é importante deixar o micro-ondas aberto por um tempo para que ele possa secar internamente.

Não deixe de limpar o eletrodoméstico sempre que possível. Com as nossas dicas de como limpar micro-ondas, você manterá uma parte importante da sua cozinha limpa e ainda dará mais durabilidade ao aparelho.

Agora que você já viu como limpar micro-ondas, não perca tempo!

Categorias
Casa e Decoração

Dicas de economia de energia usando eletrodomésticos

Vivemos um momento de consciência ambiental. Poupar os recursos naturais e evitar desperdício é dever de cada um de nós. Dicas de economia de energia são muito úteis para quem quer evitar o desperdício no uso da eletricidade. Poupando energia você ajuda o planeta.

Aprenda dicas de economia de energia elétrica de A a G

Cada eletrodoméstico hoje, no Brasil, possui uma etiqueta que consta a sua eficiência energética. Aparelhos eletrodomésticos com “A” em eficiência energética são os mais econômicos. Em contrapartida, os eletrodomésticos classificados como “G” são os que mais consomem energia elétrica.

A diferença de consumo pode ficar 5 vezes menor se um eletrodoméstico classificado como “G” for substituído por outro de eficiência nível “A”. E isso vale também para as  lâmpadas da casa. Você sabia que as lâmpadas “A” representam mais de 200% de economia de energia?

O que fazer para a geladeira gastar menos energia

Depois de trocar a sua geladeira antiga por uma nova e que tenha consumo energético eficiente, siga outras dicas também. Por exemplo: nunca deixe sua geladeira próxima ao fogão (ou outra fonte de calor), pois você acaba exigindo mais do sistema de refrigeração. E também proteja a geladeira da luz solar pelo mesmo motivo.

Sabe aquela mania de pendurar roupas atrás da geladeira para secar? Nada feito, pois atrapalham a evaporação da água retirada, além de sobrecarregar o compressor. Dica de ouro: memorize o que precisa pegar e pegue de uma vez, evite abrir a geladeira toda hora. Por fim, verifique se as borrachas nas portas estão conservadas, para evitar vazamentos, e descongele-a regularmente se não tiver o processo de descongelamento automático.

Máquina de lavar e televisão: siga as dicas

Os aparelhos de TV são responsáveis por 5 a 15% (cada um) do consumo de energia em uma casa, optar por modelos de LED representa uma queda de mais de 30% no consumo de energia elétrica. Não durma com a televisão ligada e desligue as luzes de standby da sua TV, pois elas também consomem energia.

Máquinas de lavar consomem além de energia elétrica, água. Modelos que lavam a roupa com água quente gastam ainda mais energia. Procure juntar grandes quantidades de roupas e lavá-las de uma vez. Programe dias específicos da semana e lave as suas roupas. Evite usar a máquina todos os dias. Mantenha os filtros limpos e não abuse na quantidade de sabão para evitar uma segunda lavagem.

Chuveiro e ferros elétricos

Os banhos relaxantes e quentes correspondem a 25% do consumo energético de uma família. Nunca é demais dizer que diminuir pela metade o seu tempo no banho significa muito para a economia de energia elétrica. Use o chuveiro na posição “verão” que aquece a água sem usar energia em excesso e, nos dias de alto verão, abuse dos refrescantes banhos frios.

Ferros elétricos esticam a roupa, mas, se usados da maneira errada, encolhem o orçamento. A melhor dica é reunir as roupas para passar em um só dia. Isso ajuda a economizar bastante energia.