Categorias
Infantil

Dinâmicas para crianças se divertirem.

Não apenas voltadas ao público infantil, mas também aos adultos, as dinâmicas existem para atender às estratégias educativas predeterminadas e não de forma vazia ou apenas como diversão. A prática das dinâmicas para crianças envolve principalmente a compreensão de conceitos como cooperação, aceitação e respeito às diferenças. Assim, crianças, jovens e adultos aprendem a praticar teorias importantes de comportamento, convívio social e respeito mútuo.

Balas sem papel

Essa é uma dinâmica divertida e que envolve a percepção de uns para com os outros, tendo como objetivo principal estimular o trabalho em equipe, o raciocínio lógico e o espírito de cooperação, fazendo com que os participantes entendam a importância de pedir ajuda aos amigos ou oferecer ajuda na hora de resolver um problema.

Materiais: uma bandeja com balas na mesma quantidade do número de participantes. Objetivo: pegar a bala, tirar o papel e colocar na boca sem usar as próprias mãos. Número de participantes: 2 a 30 (crianças com crianças, jovens com jovens e adultos com adultos). Tempo máximo estimado: 40 minutos.

Inicialmente o coordenador da atividade forma uma roda com todos os participantes, orientando que cada um terá que chupar uma bala, só que não poderá usar as próprias mãos para pegar a bala, desembrulhar e colocar em sua própria boca. Os participantes tendem a ficar agitados e demorar um pouco para entender como solucionar o problema.

É importante que, ao lidar com crianças pequenas, o coordenador da dinâmica oriente com dicas do tipo “vocês não podem usar as suas mãos”, dando ênfase para que entendam que, se outra pessoa utilizar as mãos para desembrulhar e colocar a bala na sua boca, estará tudo certo. Após o tempo máximo de 40 minutos, espera-se que todos os participantes entendam por si só a solução para o problema que é o de usar as suas mãos para ajudar o colega a pegar, desembrulhar e chupar a bala. Ao final, o coordenador, junto com o grupo, deve discutir acerca da forma encontrada para solucionar a dinâmica e como isso pode ser aplicado no convívio diário com as pessoas do grupo, família e em sociedade.

Dinâmicas para crianças: lápis de cor

Objetivo: mostrar às crianças a importância de compartilhar, estimulando o relacionamento interpessoal e a união entre colegas e companheiros de grupo. Material: 1 lápis de cor por participante e 1 folha com desenho impresso para colorir. Número de participantes: até 40 crianças. Tempo estimado: 50 minutos.

Como fazer a atividade:

É importante que no momento da atividade o coordenador recolha todos os lápis de cor dos participantes, deixando cada um apenas com 1 lápis de cor (pode ser qualquer cor). O coordenador deverá distribuir uma folha com 1 desenho para colorir, na frente e outro no verso.

Os desenhos devem ser iguais em ambos os lados (e para todos os participantes) e terem cópias suficientes para todos. Escolha um desenho que tenha várias partes para colorir. Após todas as crianças estarem de posse do seu desenho, o orientador pede para que cada uma pinte somente um desenho com a cor de lápis que está com ela.

Depois de pronto, o primeiro desenho, o orientador pede que as crianças virem a página e pintem o desenho no verso com diversas cores, sendo que não podem usar o lápis que está com elas. Nesse momento é importante que o coordenador da atividade observe a reação das crianças para ver se encontrarão sozinhas a solução para o problema, ou seja, se não podem usar o próprio lápis então precisam compartilhar o seu com os colegas e pedir também os deles emprestados. Se a solução demorar a aparecer, o coordenador da dinâmica deverá interagir para que as crianças cheguem à solução por si mesmas.

A conclusão aqui é que, em certos momentos da vida, devemos aprender a compartilhar nossas coisas (objetos, conhecimento, sentimentos) com nossos amigos para atingirmos um objetivo em comum. Esse diálogo deverá ser adaptado de acordo com a idade dos participantes e também do contexto em que foi realizado. Essas são 2 das mais simples dinâmicas para crianças e que podem alcançar objetivos educacionais que elas levarão para a vida inteira.