Categorias
Infantil

Como se preparar para a volta às aulas

Falta pouco para as aulas voltarem e dessa vez as coisas estão diferentes. Os governos estaduais já anunciaram o retorno para o mês de fevereiro e, em muitos locais, a volta às aulas será 100% presencial. Pensando nisso, separamos tudo o que você precisa lembrar antes das aulas começarem. Confira!

Segurança em primeiro lugar

Apesar de algumas escolas oferecerem álcool em gel e máscaras para os alunos, a dica é montar um pequeno kit para as crianças levarem. Lembrando que é necessário fazer a troca das máscaras de tecido a cada 2 horas. Nossa recomendação é entrar em contato com a escola dos pequenos e tirar todas as dúvidas. Os protocolos e cuidados variam de acordo com cada instituição.

Renove o material

Deixe todo o material escolar organizado antes do início das aulas. Comece fazendo uma faxina no material antigo, olhando a mochila e o estojo. Anote tudo o que precisa ser comprado para não esquecer nada.

De olho no uniforme

Se a criança tiver que voltar às aulas presenciais, verifique se o uniforme ainda está servindo para providenciar novas peças antes do início do ano letivo. Agora se o aluno for estudar de casa, relembre-o da importância de trocar de roupa antes de começar a aula. Isso ajuda a fazer com que as crianças mantenham uma rotina e façam o dia ser mais produtivo.

Hora do lanche

Antes da aula começar, prepare um lanche saudável para comer durante o intervalo. Tente incluir alimentos como frutas e legumes, que trazem uma sensação de saciedade e ânimo para continuar executando as tarefas.

Categorias
Infantil

Cuidar de crianças em casa: Vantagens em relação à creche

Entregar o cuidado dos filhos a terceiros é um dos momentos mais difíceis que pais e mães que precisam trabalhar fora de casa acabam passando. Por isso, é preciso muito jogo de cintura para não fazer a escolha errada na hora de adequar a rotina de trabalho dos pais à educação dos filhos. O ato de cuidar de crianças em casa envolve educar, dar amor e também colocar limites. Leia a seguir:

Cuidar de crianças em casa x trabalhar fora: o que fazer?

Terminada a licença maternidade (ou paternidade) e vem a angústia de ter que se separar do bebê ainda tão novo. Perguntas surgem aos montes na cabeça dos pais que precisam trabalhar, mas não querem deixar os filhos na creche. Existem alternativas como contratar uma babá e, em alguns casos, deixar os filhos com os avós ou trabalhar em casa. Resta aos pais escolher o melhor para seus filhos.

Avó é mãe duas vezes

Se existe uma cuidadora em que pais e mães confiam cegamente, é a própria mãe. Diz a sabedoria popular que “avó é mãe duas vezes” e, para quem vive ou viveu a experiência de conviver com uma, sabe que isso é verdade.

Avós são sábias, pacientes e têm a dose certa de paciência para fazer qualquer infância mais doce. Mas, se as avós das crianças trabalham, é preciso buscar outra alternativa.

Procurar uma babá 888Encontrar uma babá de confiança para cuidar dos filhos é uma tarefa das mais árduas. Não deve ser alguém de aparência austera e rígida, muito menos descuidada. Tem que ter a maturidade para educar e a alegria em cuidar. Não pode ser manipulada pelos pequenos tampouco destratá-los.

Enfim, a babá ideal é paciente, dedicada, gosta de brincar, ama crianças, sabe prestar primeiros socorros e manter a calma quando a criança dá trabalho. E, uma vez encontrada a babá ideal, a vida acontece de forma muito mais natural, com papais trabalhando com mais tranquilidade, certo?

Adequar as agendas

Algumas funções, hoje em dia, permitem às pessoas que trabalham fora trazer trabalho para casa. O número de lares brasileiros com computador e acesso à internet têm crescido bastante nos últimos anos, o que permite, em alguns casos, que as pessoas trabalhem com home office, se não todos, ao menos alguns dias na semana.

Se um casal têm essa condição, pode não só “casar as agendas” para que cada um deles fique responsável por cuidar dos filhos em determinados dias ou horários, como optar pela contratação de alguém que ajude nos cuidados mais imediatos.

Trabalhando em casa

Requer muita disciplina da mãe ou pai que abre mão de trabalhar fora para dividir os espaços de trabalho e família em casa. Será preciso organizar os horários profissionais para que não se choquem com as horas mais ativas dos filhos e que exigem 100% de atenção. Isso sem falar de preparar a casa para tê-los por perto, investindo em aconchego e segurança, com protetores de tomada e grade de proteção em locais perigosos como vãos de escadas e janelas. 

No sono das crianças durante a tarde, aproveite para colocar em dia a sua pauta de trabalho, mas não se esqueça que, quando estiverem acordadas, as crianças precisam se manter ativas e felizes e cabe a quem decidiu cuidar delas criar momentos de brincadeiras, aprendizado, troca de afeto e experiências.

Para isso, não faltam brincadeiras, jogos e brinquedos para ocupar o tempo dos pequenos de maneira proveitosa e feliz. Não tenha dúvidas de que trabalhar em casa e cuidar dos filhos é tarefa das mais complicadas e gratificantes que pode existir. Afinal, acompanhar, dia a dia, o espetáculo do crescimento do seu filho, não tem preço.

Categorias
Infantil

Como estimular a imaginação com a massinha Play Doh

Exercitar a criatividade é a primeira das funções da massinha Play Doh. Porém, a massinha de modelar tem outras funções que ajudam no desenvolvimento da imaginação da criança por meio de 4 dos seus 5 sentidos. Entenda por quê.

Visão

A diversidade de cores é a primeira coisa que chama a atenção das crianças quando se deparam com a massinha Play Doh. A começar pelo potinho onde cada uma costuma vir. Cada massinha tem a sua cor e pote específico. Mas, caso queira criar uma massinha de cor diferente, basta a criança juntar 2 ou mais cores e terá uma massinha nova. Aqui, além da visão, a criatividade e imaginação da criança também são exercitados.

O cheirinho da massinha Play Doh

Esse cheirinho gostoso que lembra goma de mascar é o estimulante perfeito para a imaginação dos pequenos por meio do olfato. Assim que o pote de massinha é aberto, exala um cheiro de infância e de brincadeira que nos leva ao mundo mágico das crianças. E até quem é adulto entra na brincadeira. Por isso, aproveite a oportunidade de estar com seus filhos e curta momentos felizes criando esculturas de massinha em família.

Atóxica

Sabemos que a massinha Play Doh não foi feita para comer. Porém, sabemos também que o universo infantil é um mundo de experimentações e que a criança pode querer colocar um pouco da massinha na boca para saber que gosto tem. Caso isso aconteça (acidentalmente ou não), a criança não corre riscos, pois a massinha é atóxica. Porém, observe a faixa etária do brinquedo para evitar uso indevido.

Estimulando a imaginação pelo tato

Apertar, esticar, dobrar, amassar e enrolar são algumas das formas que a criança encontra para desenvolver o seu tato usando a massinha Play Doh. Assim, os pequenos criam bolinhas, cobrinhas, cubos, pizzas de brinquedo e tudo mais que a imaginação deles e sua habilidade manual mandar.

Como ela consegue ser assim tão versátil? Simples: ela tem kit para todo tipo de situação. Você pode estimular o seu filho a ser um pequeno artista e criar pequenos quadros, ou então liberar a imaginação com kits de carimbo, fazer sorvetes, cup cakes e até mesmo montar vestidos de princesas. Não faltam opções. Ah, e ela é bem resistente, viu?! Tem uma duração incrível.

Quer estimular a criatividade com as massinhas? Vá de Play Doh.

Categorias
Infantil

Três brincadeiras de Carnaval Infantil para agitar a criançada

Durante o carnaval, adultos se divertem a valer, mas e as crianças? O que fazer para brincar com elas durante o carnaval? Confira o que buscamos para você e aprenda brincadeiras de carnaval infantil para fazer com toda a família.

Caras pintadas

Criar pinturas no rosto é uma maneira deliciosa de brincar com as crianças no carnaval. Além do glitter e itens de maquiagem adequados para crianças, você também pode usar tinta própria para a pele e criar imagens incríveis no rosto das crianças. Solte a imaginação e deixe que elas pintem umas às outras, mas tenha o cuidado de ter demaquilante sempre por perto para corrigir imperfeições.

Lembramos aqui que se você quer as crianças e suas carinhas pintadas com perfeição, pode contratar recreadores infantis, que pintam figuras lindas no rosto delas. Ou ainda buscar vídeos na internet e aprender junto com elas.

O desfile de fantasias é uma das brincadeiras de carnaval infantil

Esse é um momento perfeito para a criança exibir sua fantasia de carnaval infantil, pois tudo pode começar com um desfile de fantasias e evoluir para uma matinê deliciosa de carnaval para as crianças. Aproveite o momento para apresentar aos pequenos as músicas de carnaval que fazem sucesso desde o tempo das nossas avós.

Dança das cadeiras carnavalescas

Aproveitando o clima de baile e fantasias de carnaval, você pode ainda fazer a brincadeira da dança das cadeiras, lembrando que deve haver uma cadeira a menos do que o número total de crianças e que, a cada vez que a música para, quem ficou em pé sai e retira-se mais uma cadeira da brincadeira.

Dica: use músicas de carnaval de todas as épocas intercalando entre músicas calmas e agitadas para aumentar a velocidade das crianças correndo em volta das cadeiras e, assim, dar mais emoção à brincadeira.

Agora que você já tem as nossas dicas de brincadeiras de carnaval infantil, já pode começar a preparar o carnaval da sua família.

Categorias
Infantil

Como criar brincadeiras de Páscoa para a criança encontrar os ovinhos

Sim, está chegando o feriado mais delicioso do ano! E além de providenciar os ovinhos preferidos da galerinha, que tal aproveitar a oportunidade para fazer brincadeiras de Páscoa? Quem tem crianças em casa sabe que Páscoa não é Páscoa sem a tradicional caça aos ovinhos. Se você nunca organizou uma ou gostaria de inovar este ano, descubra, a seguir, como fazer uma caçada e outras brincadeiras que a criançada nunca mais vai esquecer.

Para encontrar os ovinhos

A caçada aos ovinhos pode ser tanto dentro de casa quanto ao ar livre. Para garantir o sucesso da brincadeira, se a fizer dentro de casa, assegure-se de abrir espaço para a correria e esconda os ovinhos em locais seguros. Esconder os ovos pela casa e mandar a criançada procurar já garante risadas deliciosas! Você pode instigá-las com o tradicional Está quente. Está frio.


Se a ideia for organizar uma caçada mais interessante e aumentar as expectativas dos pequenos, você pode criar pistas para eles desvendarem o ¿mistério¿ de onde estão os ovos. As pistas podem ser desde trilhas com pegadinhas de coelho (que podem ser feitas com farinha de trigo ou seguindo moldes) e pedacinhos de cenoura ¿roídos¿ até cartões com pistas mais elaboradas, para crianças maiores.

Para animar o dia

A brincadeira não precisa acabar quando a galerinha encontrar os ovinhos. Veja outras brincadeiras infantis que podem ser feitas no dia da Páscoa.

Ovinhos pintados

Cozinhe alguns ovos de galinha e separe tintas coloridas para a criançada pintá-los. Elas podem pintar com os próprios dedos ou com pincéis. Quando terminarem podem fazer uma grande exposição e, depois, comê-los.

Ovo na colher

Geralmente são usados ovos cozidos, mas é possível trocá-los por pequenos ovos de chocolate. O importante é andar o mais rápido possível e até correr, se os pequenos conseguirem, sem deixar o ovo cair da colher.

Rabo do coelho

Desenhe ou imprima um coelho grande e cole em uma parede. Separe um pedaço de lã ou algodão, que servirá como rabinho. Entregue o rabinho para a criança e coloque uma venda nos seus olhos. Gire-a para um lado e para o outro e peça para ela colocar o pedaço de algodão (ou lã) no lugar certo.

Essas são algumas ideias que certamente vão tornar o dia de Páscoa muito especial para os pequenos. Agora corra para providenciar tudo o que precisa para colocar as brincadeiras em prática e não se esqueça de organizar o espaço onde serão realizadas de forma que a criançada esteja sempre segura.

Categorias
Esporte e Lazer

Benefícios da natação para todas as idades

A natação é um esporte bastante democrático, podendo ser realizado por pessoas de todas as idades na piscina do condomínio, do clube ou na escola de natação. Aliado à boa saúde, os benefícios da natação são inúmeros. Alguns especialistas, inclusive, dizem que os praticantes de natação terão maior longevidade se fizerem dessa prática um costume. Confira abaixo algumas vantagens e benefícios desse esporte e inclua esse exercício à sua vida. Com certeza você sentirá os benefícios do bem-estar assim que começar a praticá-lo.

Benefícios

A natação proporciona diversos benefícios, dentre eles a melhora da resistência física, o aumento da capacidade circulatória e respiratória, a ampliação dos movimentos articulares, melhora da capacidade de raciocínio e diminuição de sintomas de doenças cerebrais. Além disso, esse esporte contribui para a prevenção, manutenção e até mesmo recuperação dos movimentos, do equilíbrio, da coordenação e da capacidade cardíaca. Quer dizer, um único exercício é capaz de reunir uma série de vantagens e benefícios para você e sua saúde.

Indicações

Para pessoas iniciantes, o ideal é começar a praticar a natação 2 vezes por semana. Essa frequência pode ser aumentada assim que você for se sentindo mais confortável com a prática, podendo chegar a 5 vezes semanais. Com o passar do tempo, o aumento da resistência física será notado. É recomendado que o tempo para cada atividade seja de, no mínimo, 30 minutos e, no máximo, 60 minutos já incluso o tempo de aquecimento.

Resultados

Ao longo das 4 primeiras semanas de esporte, você conseguirá observar os primeiros sinais de ganhos dos benefícios da natação. Por ser um esporte com resposta rápida, você terá motivação para evoluir cada vez mais. Em 12 semanas (por volta de 3 meses) de natação, a percepção dos benefícios será bastante significativa. Após 6 meses com frequência regular, será possível perceber que os avanços são cada vez mais progressivos e regulares.

Agora que mostramos os benefícios da natação para todas as idades, comece a praticar e faça boas braçadas!

Categorias
Esporte e Lazer

O que fazer nas férias de verão com as crianças

Aproveitar as férias de verão para participar e proporcionar novas e divertidas brincadeiras aos filhos é um gesto de afeto e cuidado que pode deixar sua família e amigos mais unidos e felizes. Tire proveito dos dias de calor e faça atividades lúdicas, ao ar livre ou no jardim de casa e fortaleça ainda mais os laços com os filhos ao mesmo tempo que proporciona diversão e entretenimento a todos.

Aprender a andar de bicicleta

Aprender a andar de bicicleta pode ser muito divertido e dar uma sensação de liberdade. Para crianças iniciantes, o ideal é treinar o equilíbrio com bicicletas de rodinhas. Com o passar do tempo e à medida em que a criança ganhar confiança, é possível retirar uma das rodinhas ou levantar levemente a inclinação das mesmas, de modo que a criança pedale sem o apoio das rodinhas, tendo-as apenas por segurança até conseguir pedalar de modo equilibrado. Essa experiência é muito educativa para a criança, pois ela aprende a superar dificuldades e ganhar confiança.

Piquenique no parque

Que tal juntar a família e amigos e fazer um piquenique no parque? Providencie a toalha, esteira ou canga de praia para sentar no chão e colocar os alimentos ao centro. Em uma cesta, leve frutas da estação, sanduíches cortados ao meio, guardanapos, biscoitos e bolos já fatiados. Para beber, providencie sucos de frutas e iogurtes em caixinhas com canudos. Não se esqueça de levar bola, frescobol e os brinquedos preferidos da criançada. Assim, lazer e jogos estarão garantidos e sua família terá um prazeroso momento de confraternização e fortalecimento de vínculos. Aproveite!

Acampamento no jardim de casa

A turma já pensou em acampar no jardim de casa? Certamente será uma brincadeira repleta de aventura e emoção, mas na segurança do quintal. Providencie uma barraca, coloque cobertas ou mantas na área interna, separe uma lanterna e algumas revistas em quadrinhos. Conte uma história, explorem o jardim, façam caça ao tesouro e a diversão estará garantida. Serão férias de verão inesquecíveis ao lado dos seus filhos.

Categorias
Esporte e Lazer

O que fazer no inverno para se divertir?

O frio intenso é um dos empecilhos que nos fazem ficar em casa, embaixo das cobertas, sem querer sair. Porém, chega um momento que nem TV, nem bons livros e filmes são o suficiente quando estamos em casa nos dias frios. Por isso, buscamos o que fazer no inverno para se divertir e descobrimos que momentos felizes e risadas não têm nada a ver com o clima, mas sim com a companhia. Confira.

O que comer e beber

Uma das delícias do inverno é aquela fomezinha que toda hora sentimos em função do nosso corpo se manter aquecido e, no quesito diversão, comer bem é fundamental. Por isso, chocolate quente, vinho, sopas, caldos, fondue, cafés, geleias, torradas, mingaus e todo tipo de comida que aquece o corpo é bem-vinda durante a estação mais fria e aconchegante do ano.

O que fazer no inverno

Para crianças, todo o tipo de brincadeira que possa ser feita dentro de casa é bem-vinda. Acampamento na sala, esconde-esconde, contação de histórias, roda de leitura, brincar de casinha, carrinho, mímica, detetive, adedonha, jogo da velha, jogo da forca, escolinha, show de calouros, circo, truques mágicos, cartas e dominó são apenas algumas sugestões para distrair a criançada em casa. Todas essas atividades combinadas com um delicioso lanche vão fazer seus filhos e os amigos deles se divertirem a valer sem precisar estar fora de casa.

Entre pais e filhos, um campeonato de videogame é muito bem-vindo, já que para jogar é possível deitar embaixo das cobertas e ficar só dando comandos pelo controle. Mas nada se compara aos jogos de tabuleiro quando o assunto é diversão em grupo e indoor (“dentro de casa” em tradução livre). 

Usando jogos de tabuleiro, envolvemos toda a família e amigos e ainda nos divertimos e aprendemos, como é o caso dos jogos que envolvem finanças, compra e venda de imóveis e administração do próprio dinheiro. Já o jogo de xadrez requer estratégia e pensamento lógico e costuma ser passado de pai para filho. Jogos de guerra no tabuleiro são outra atração que junta a família e diverte ao mesmo tempo. Ludo, gamão e damas são outros jogos perfeitos para se divertir no inverno.

Essas são dicas básicas para você saber o que fazer no inverno para se divertir.

Categorias
Esporte e Lazer

Dicas de jogos educativos para crianças

Com um mundo de estímulos no dia a dia das crianças, os pais buscam opções que consigam unir diversão e conhecimento, que desenvolva habilidades em seus filhos, mas sempre de forma dinâmica. Por isso, fique de olho nessa lista de sugestões de jogos educativos para crianças!

De 0 a 18 meses:

Tapete educativo:

Bem colorido, esses tapetes são feitos, em geral, de EVA, material emborrachado que permite deixar a criança livre e protegida para todo tipo de brincadeira. Eles trazem em destaque números e letras, que já começam a estimular a criança e você pode complementá-lo com outros brinquedos, como chocalhos e móbiles de pé.

Caixas de encaixe:

Esse brinquedo educativo é simples e um clássico para gerar estimulos e aprendizado para crianças bem pequenas. Com lados vazados dos mais diversos formatos: números, letras, formas geométricas e sempre muito colorido, você estimula o conhecimento de conceitos básicos de geometria e pensamento lógico.

De 18 a 24 meses:

Blocos de montar:

Nessa idade, a ideia de equilibrar blocos e construir figuras é algo estimulante para a criança e a sugestão de estar sempre desmontando e montando algo novo, como os mesmos objetos, impulsiona ainda mais a criatividade.

Livros ou brinquedos musicais:

Os pequenos já conseguem identificar formas e cores e, em livros ou brinquedos musicais, você consegue ligar tudo isso a sons, principalmente os de animais, mas existem ainda versões ligadas a veículos, sons da natureza, entre outros.

De 3 a 5 anos:

Kits de pintura:

Fazer bagunça passa a fazer parte da diversão nessa idade. Logo, kits de pintura são uma ótima opção para incentivar a criatividade e a coordenação motora. Mas, atenção, busque kits com tinta guache lavável e atóxica para não trazer problemas para os pequenos.

Instrumento musical simples:

Instrumentos musicais adaptados à crianças também são uma ótima forma de estimular a imaginação e a motricidade. Desde xilofones e teclados de sopro, que já remetem aqueles sons da infância, até baterias e violões feitos para crianças, que se encaixam perfeitamente ao seu tamanho e a sua imaginação.

De 6 a 9 anos:

Tablet:

Sim, a tecnologia pode ser uma ótima aliada para a educação divertida de crianças, então busque um tablet pequeno e aplicativos com atividades que estimulam o conhecimento e o desenvolvimento intelectual de crianças. A oferta de aplicativos educativos é quase infinita, mas indicamos o “Clash of clans”, um jogo que exige estratégia e planejamento e, para os mais objetivos, o “Matemática fácil” e o “Aprender a ler”.

Quebra-cabeça:

Mais um clássico que não perde seu espaço. Os quebra-cabeças podem garantir horas de diversão e aprendizado, não só pela atividade de montar em si, que já é extremamente educativa, mas pela imagem a ser montada. Você pode escolher pontos turísticos, personagens históricos, animais, quadros, as possibilidades que o mercado oferece são muitas para que você encaixe aos interesses do seu filho.

De 9 a 12 anos:

Jogos de tabuleiro:

De adivinhar, de mímica, de raciocínio rápido, de estratégia, de planejamento. Os objetivos e as possibilidades são muitas com os jogos de tabuleiro. Esse é um mercado que, depois de uma certa estagnação, avançou muito, tendo hoje em dia sites especializados em comercializar esses jogos, com lançamentos e raridades. Desde aqueles clássicos da sua infância a novas formas de jogar, procure um jogo de tabuleiro e passe tardes inteiras com o seu filho se divertindo e aprendendo.

Vídeogames educativos:

Eles também podem ser um aliado na educação do seu filho. Independente da plataforma (PC, XBox, PS4), você pode encontrar jogos que são educativos, como o “Smarty Pants” de perguntas e respostas, o “Professor Layton” de enigmas, o “Little Big Planet” de simulação, até o “The Sims” que também pode ser educativo.

Categorias
Esporte e Lazer

Lugares para praticar esportes ao ar livre com as crianças

Com cada vez mais opções de entretenimento dentro de casa, as pessoas acabam deixando de aproveitar o que o lado de fora tem a oferecer. As crianças não são exceção, e, por isso, é importante incentivá-las a entrar em contato com a natureza. Então, que tal experimentar esportes ao ar livre? 

Parques

Se você busca momentos de tranquilidade ou a prática de esportes ao ar livre, os parques são sempre ótimas opções. A maioria deles tem estrutura e espaço para ensinar o seu filho a dar as primeiras pedaladas na bicicleta nova. Afinal, esse um dos momentos mais importantes da infância de uma criança. Se o parque que vocês escolherem tiver quadra poliesportiva, melhor ainda. Aproveite para praticar outros esportes, como futebol ou vôlei. Interação em família e com outras crianças só faz bem.

Montanha

Se a sua família busca uma vida fitness ou faz o tipo aventureira, montanhas são perfeitas para ter mais contato com a natureza. Cercadas de fauna e flora, elas são ideais para fazer uma trilha com seus filhos. O ar fresco e a experiência única que essa caminhada proporciona farão cada esforço valer a pena. Mas fique atento ao percurso que você vai fazer com a criança. Dependendo da idade dela, é possível que a trilha não seja adequada, já que alguns obstáculos podem ser grandes e perigosos.

Praia

Poucas coisas são capazes de repor as energias como um dia na praia, não é mesmo? As crianças adoram passar horas construindo castelos e fugindo das ondas, mas você também pode aproveitar o momento para ensiná-las como funciona a maré, a correnteza do mar e até alguns mergulhos. Quem sabe você não acaba descobrindo um grande nadador na família? Frescobol e caminhadas na areia também são ótimas opções, não parecem atividade física e tem impacto bem menor do que andar no asfalto, por exemplo.