Categorias
Auto e Ferramentas

Aprenda como lixar parede

Saber se uma parede está pronta para ser lixada é de suma importância para que se obtenha o resultado desejado e não tenha dores de cabeça depois. Você deve começar observando o estado geral da parede. Verifique se ela tem mofo, sujeiras, buracos, trincas ou se está esfarelando. Mas saber como lixar parede requer muito mais do que simples observações.

Preparos

Mesmo que a parede esteja em bom estado de conservação, existe uma maneira simples de preparar a parede para a pintura. Você deve lavar e secar a parede e depois usar uma lixa para ferro em toda a superfície.

Depois retire o excesso de pó com uma vassoura de pelo e um pano úmido. Toda parede antes de ser pintada precisa ser bem lixada para facilitar a melhor absorção da tinta e para não descascar depois. Tenha muita atenção nos pequenos detalhes antes de começar a lixar.

Como lixar parede usando uma lixadeira

Depois de lavada e completamente seca, chegou a hora de começar a lixar a parede. Pode parecer uma tarefa fácil, mas não é tão simples assim. Primeiramente coloque uma máscara de pintura com filtro e use roupa adequada antes do início dos trabalhos.

Outra dica importante é ter as ferramentas certas. Por isso, utilize a lixadeira com um disco para lixar de boa qualidade e comece a lixar a parede de cima para baixo para um melhor resultado. Faça movimentos circulares e comece a lixar sempre da parte superior esquerda da parede, indo até a parte inferior. Isso serve para você não ficar na dúvida se lixou determinada área ou não.

Se o ambiente tiver pouca iluminação, o ideal é que você faça o serviço com a ajuda de uma lâmpada que tenha boa claridade, para se certificar de possíveis imperfeições do trabalho. Se for uma superfície muito grande, um disco somente não dará conta do recado. Verifique o estado do disco e troque-o, caso seja necessário. Um disco novo vai lhe poupar tempo e esforço excessivo durante o serviço.  

Para verificar se a parede está totalmente nivelada, você pode usar um nível de mão quando tiver terminado de lixar. Não se esqueça de verificar o estado de sua máscara periodicamente, pois o pó proveniente da lixação é muito prejudicial à saúde se aspirado diretamente sem uma proteção eficaz.

Essas são as maneiras de como lixar parede, agora é só colocar a mão na massa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como reformar a casa? Dicas de planejamento

Antes de saber como reformar a casa, é importante se atentar para alguns pontos. Afinal, toda reforma exige muito trabalho. Arquiteto, pedreiro, compra de materiais, pessoas circulando no espaço e poeira do cimento é o que vemos em nossa casa nessa situação.

Muitas vezes parece que está tudo de cabeça para baixo. Por outro lado, ter uma obra finalizada e ver a sua casa linda e novinha em folha é uma sensação muito especial e faz tudo valer a pena. Mas não pense que você tem que ter muito estresse na hora de reformar. Com as dicas a seguir, você vai conseguir se planejar muito bem e ter o mínimo de dor de cabeça possível. Quer saber como? Então confira a seguir.

1 – Faça um planejamento da obra e dos gastos

Uma boa opção é contratar um projeto para que você possa ter no papel tudo que precisa fazer. Assim fica fácil entender o que necessita em sua reforma e também facilita a pesquisa de preços. As chances de minimizar erros e de economizar são muito maiores com um projeto estruturado. Se não quiser contratar um profissional, você mesmo pode fazer o projeto. Faça um simples esboço, o importante é que você entenda e que ele tenha tudo que você precisa.

2 – Faça tudo com antecedência

Todos os profissionais que vão trabalhar na reforma devem ser contratados com bastante antecedência para que se planejem. Outra vantagem da antecedência é que você pode fazer uma pesquisa mais detalhada dos preços cobrados e da competência desses profissionais. A pesquisa de preços de materiais também deve ser feita com antecedência.

3 – Faça um cronograma

Reúna todos os envolvidos com a reforma, questione prazos, entenda os possíveis problemas e faça o seu cronograma. Basicamente ele deve começar com a demolição, depois com as alterações elétricas, a iluminação, o forro de gesso, o assentamento do piso e a marmoraria, a instalação de luminárias, o emassamento e a primeira demão de pintura, a marcenaria, a finalização dos acabamentos e por fim o retoque de pintura e a instalação de adesivos e de papel de parede.

4 – Atente-se às datas do ano

O fim do ano não é um bom período para começar uma reforma, pois a maioria das lojas de materiais de construção para de atender em dezembro e retorna somente em janeiro. Cuidado também com os períodos de chuva, como verão e primavera, caso queira fazer uma obra externa. Agora que já sabe como reformar a casa, planeje-se e renove a sua.

Categorias
Auto e Ferramentas

Qual chamar para pequenos reparos: marceneiro ou carpinteiro?

Quer contratar marceneiro ou carpinteiro para fazer pequenos reparos em casa ou no escritório? Para isso você vai precisar entender um pouco mais das atribuições de cada um, pois dependendo da sua necessidade você precisará contratar um ou outro. Conheça mais sobre cada profissional para ter certeza de chamar a pessoa certa!

1 – Marceneiro

É um profissional que tem como especialidade o trabalho com madeira, tanto construindo quanto reparando móveis, sejam decorativos ou utilitários. O profissional usa ferramentas manuais de corte, perfuração, medição, aferição, raspagem, entalhe, ajuste e fixação. Todas são manuseadas cuidadosamente pelo marceneiro porque o risco de acidentes é muito grande. Portanto, esse profissional costuma fazer um trabalho minucioso e cuidadoso.

Primeiro o marceneiro conversa com o cliente para entender o objetivo do projeto para poder desenhá-lo. Então ele corta, usa a lixadeira, perfura, fixa e realiza a reparação, dando forma à madeira de acordo com o projeto. Ao final ele dá o acabamento, verifica se está de acordo com as expectativas do cliente e faz as adaptações necessárias, se for preciso.

O marceneiro deve conhecer profundamente os tipos de madeira, bem como seus detalhes e características principais para poder executar um bom trabalho.

2 – Carpinteiro

O carpinteiro tem como atribuições planejar trabalhos de carpintaria, preparar canteiro de obras, montar formas metálicas, confeccionar formas de madeira e forro de laje, construir andaimes e proteção de estruturas de madeira para telhado, portas e esquadrias, e escorar lajes de pontes, viadutos e grandes vãos. Ele basicamente lavra e aparelha a madeira para as construções. Portanto, ele é útil em reparos que precisem de menos detalhes e acabamentos.

3 – Diferenças

O carpinteiro beneficia a madeira, cortando-a e lavrando-a em peças para coberturas e forros, e seu trabalho acontece em canteiro de obras ou serviços. Já o marceneiro fica a maior parte do tempo em uma bancada cortando, encaixando e entalhando peças e objetos. Seu trabalho é mais delicado e requer muita paciência.

Enquanto o primeiro executa componentes estruturais como vigas, esteios, escadas, tesouras e assoalhos, ao segundo cabe a produção de objetos utilitários e artísticos como portas, armários, janelas, cadeiras, cômodas. Agora que você já sabe quem contratar entre marceneiro ou carpinteiro, chame o profissional ideal para os reparos que precisa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Como escolher o melhor martelete?

A tendência “faça você mesmo” na área de arquitetura e decoração está realmente pegando, já que não apenas ajuda a economizar uma graninha como também acaba facilitando a personalização do ambiente. Mas e na hora da obra mais pesada, será que dá pra fazer tudo sem a ajuda de uma mão de obra especializada? Com tempo e paciência é claro que dá, desde que você se informe bastante e tenha tempo para conduzir o processo da forma adequada. Hoje, a gente vai ensinar você a escolher o melhor martelete, ferramenta fundamental para quem está pensando em começar uma reforma. Pronto?

Marte o quê?

O martelete é uma ferramenta ideal para trabalhos pesados que envolvam a perfuração de cerâmicos e concretos em obras de manutenção ou construção. Lembra um britadeira, sendo empregado na demolição de pisos, colunas de concreto e vigas. Ainda, tem um ótimo desempenho na perfuração de asfalto e na criação de canaletas para passagem de tubulação nas paredes.

As principais vantagens do martelete são segurança, agilidade e praticidade proporcionadas aos seus usuários. Apesar de muitos acreditarem que ele tem a mesma finalidade que a furadeira, o martelete é mais eficiente na perfuração em concreto, pois o impacto produzido por ele é gerado por meio de um mecanismo elétrico pneumático, em que o pistão exerce uma compressão de ar que é transmitida indiretamente para a broca.

Isso faz com que ele apresente melhor produtividade, absorva impacto e ainda possibilita o menor emprego de força na realização do trabalho.

E qual é o melhor?

É possível encontrar dois tipos de martelete nas lojas especializadas: o martelete perfurador e o martelete rompedor. O perfurador é usado para perfurar madeira, aço e materiais sintéticos sem impacto por meio do bloqueio de percussão, com uso de brocas cilíndricas e dos acessórios opcionais: eixo adaptador e mandril convencional.

Já o rompedor é usado para romper com mais facilidade o concreto. Além de executar os mesmos trabalhos de perfuração do modelo anterior, também possui uma função de mecanismos golpeador embutido e controle eletrônico de velocidade para ajustar a força de percussão.

Definido o tipo, também confira:

– se ele funciona com cabo ou com bateria (a bateria pode deixar o martelete muito pesado, então fique de olho;
– prefira os de cabo se houver uma tomada por perto);
– o tipo de mandril (a maioria dos marteletes funciona com SDS-Plus;
– se você precisar de um equipamento mais forte para demolição, procure opções com SDS-Max);
– o modo de utilização (é muito importante que você verifique as funcionalidades do equipamento;
– ele deve ser capaz de apenas rotacionar, rotacionar e martelar ou apenas martelar apenas com a troca de uma chave);
– se ele tem trava de velocidade (alguns marteletes permitem que você pressione o gatilho até a velocidade desejada e depois trave com outro botão, uma funcionalidade bastante útil).

Certamente, agora você está pronto para fazer a escolha certa! Já escolheu o seu martelete? Então mãos à obra!

Categorias
Auto e Ferramentas

Quais as vantagens do martelo unha?

Quem mora sozinho ou quem gosta de customizar móveis ou mesmo criar objetos de decoração é importante ter ferramentas manuais em casa. Dentre elas temos furadeira, trena, chaves e martelos. Em relação a essa última, podemos encontrar em vários formatos. Mas um que possui maior número de funções é o martelo unha. Sendo assim, confira quais as vantagens de ter um em casa e como escolher um bom martelo.

O que é o martelo unha?

O martelo unha é composto por um cabo que, em geral, é feito de madeira e uma cabeça em metal. A cabeça de um lado possui um martelo e de outro uma espécie de unha com uma fenda que serve para arrancar pregos.

Como escolher seu martelo?

É possível encontrar martelos com cabos feitos de diferentes materiais. Cada material vai absorver o impacto do martelo com o prego de uma forma. Confira abaixo alguns materiais que você vai encontrar:

– Madeira;

– Metal;

– Fibra de vidro;

– Borracha.

Aí vem a pergunta: “qual comprar?”. Bem, o martelo ideal é aquele que é leve, absorve bem o impacto com o prego e tem cabo anatômico. Por isso, analise o martelo que está comprando e perceba se ele possui a maioria dessas características. Geralmente, os que são feitos com cabo de fibra de vidro são os mais anatômicos e leves.

Há ainda a possibilidade de adquirir um que tenha a cabeça magnetizada. Dessa forma, fica bem mais fácil de pregar, pois eles possuem uma entrada na cabeça para encaixar o prego e evitar que você machuque os dedos na primeira martelada.

Vantagens de ter um martelo unha

Falamos sobre como escolher o seu martelo, agora vamos às vantagens de ter um em casa:

Pregar – essa é a principal função dele. E vai desde pregos pequenos até os maiores. Por isso, procure por uma martelo resistente.

Arrancar pregos – com a unha da cabeça, você pode arrancar pregos das superfícies de madeira. 

Abrir caixas – se você reparar, a unha se parece muito com um pé de cabra. Ou seja, você pode abrir caixas de madeira ou despregar tábuas apenas encaixando essa parte do martela forçando a abertura.

Como podemos ver, o martelo unha é muito útil por ter várias funções. É uma excelente ferramenta para ter em casa. Compre o seu!

Categorias
Auto e Ferramentas

Qual a melhor furadeira para se ter em casa?

A furadeira é uma das ferramentas mais úteis e versáteis dentre as quais se pode possuir. Além da função fundamental de furar objetos, paredes ou qualquer outra coisa, as furadeira podem servir como lixadeiras, serras elétricas e para outras tantas funções possíveis. Para que você consiga decidir qual a melhor furadeira para o seu uso nós trouxemos algumas dicas para sua avaliação.

Para que você quer utilizar?

Como mencionamos, as furadeiras podem ter muitas funções e usos diferentes, mas na hora de adquirir uma, o mais indicado é você pensar para que você realmente  vai utilizá-la. Se você quer pendurar quadros e arrumar as coisas em casa, até fazer um artesanato em madeira, mas não pretende fazer uma grande reforma você pode investir em uma parafusadeira ou numa furadeira de baixa intensidade. Para obras ou reformas pesadas, furadeiras mais resistentes são necessárias, pois caso contrário você acabará estragando seu equipamento facilmente e provavelmente ficará sem o seu trabalho pronto.

Força e impacto

Quando falamos em equipamentos de potência média ou alta sempre se deve levar em conta também o sistema de impacto dos equipamentos. Esse sistema de impacto facilita na hora de fazer furos em superfícies muito duras, como concreto ou pedra, e para que o equipamento possua tal recurso ele geralmente possui uma capacidade maior de funcionamento em situações extremas.

Decidindo qual a melhor furadeira na relação preço x utilidade

Como mencionamos anteriormente, é interessante você avaliar para que realmente irá utilizar a sua furadeira, pois os valores são diretamente relacionados à capacidade deles exercerem funções extremas. Parafusadeiras e furadeiras de baixa intensidade são geralmente mais baratas, mas também não podem ser exigidas como furadeiras próprias para utilizar brocas capazes de quebrar tijolos, caso você queria derrubar uma parede. Desse modo, olhe com cuidado cada especificação da furadeira que pretende comprar e pense de que modo ela será usada para que tenha uma boa vida útil.

Agora que você já sabe como sabe escolher qual a melhor furadeira para usar em casa, é só apertar as brocas com cuidado e mandar ver na sua iniciativa.

Categorias
Auto e Ferramentas

Saiba como escolher a melhor caixa de ferramentas para você

Você quer a melhor caixa de ferramentas? Então está no lugar certo, afinal é muito importante que tenha sempre à disposição um conjunto básico de ferramentas para uma eventual emergência ou até para pequenos reparos em sua casa.

Caso contrário, cada vez que precisar terá que chamar um técnico. Além das ferramentas, é importante ter uma caixa apropriada para colocá-las. Você mantém tudo organizado e consegue encontrar o que precisar. Quer saber mais sobre caixas de ferramentas? Então confira as dicas a seguir.

1 – Caixa básica

Escolha a melhor caixa de ferramentas considerando aquela em que caibam todas as suas peças. Ela deve ser preferencialmente de metal, que é um material bastante resistente, e ter 2 ou 3 gavetas, que ajudarão você a localizar as peças quando precisar. Com relação às ferramentas, você tem a opção de comprar um kit pronto ou os utensílios separados.

O importante é optar por materiais de qualidade, que podem durar uma vida toda e assim vale o custo-benefício. Um kit básico costuma ter uma seleção de catracas, soquetes, chaves de fenda, alicates, cortadores e descascadores de fios, dentre outras opções bastante úteis. Se precisar de mais ferramentas, basta adicionar ao seu kit.

2 – Ferramentas especiais

Talvez precise incluir outros itens importantes em sua caixa de ferramentas e que podem ser indispensáveis em algumas ocasiões, como uma lanterna, por exemplo. As melhores são as de metal com lâmpadas de LED, que são mais econômicas. Outra opção importante é uma furadeira sem fio, para que você faça trabalhos em locais separados, além de uma serra, um serrote pequeno para corte de madeira, uma chave de cano e um voltímetro.

3 – Opções de caixas

As caixas pequenas portáteis são úteis para você carregar peças pequenas e elas geralmente possuem bolsos para você organizar os utensílios. A de tecido é mais leve e prática e possui diversas cores, tecidos, tamanhos e características.

Por último, a caixa grande armazena todas as ferramentas para seu trabalho. Você precisa apenas se certificar se ela vai caber no porta-malas do seu carro e se é muito pesada para que possa transportá-la quando preciso, em especial as com rodinhas. Gostou das dicas sobre a melhor caixa de ferramentas? Então aproveite para escolher a sua.

Categorias
Auto e Ferramentas

Saiba como usar um maçarico com total segurança

As ferramentas foram inventadas para tornar o trabalho mais fácil, prático e preciso. Há vários tipos de instrumentos para determinada finalidade, seja elétrica, mecânica, hidráulica, civil etc. Hoje o foco é o maçarico, uma ferramenta que auxilia o dia a dia de profissionais que necessitam lidar, principalmente, com metais. Quer aprender como usar um maçarico?

O maçarico funciona criando uma chama potente e direcionada através de seu bico, que permite cortar, fundir ou aquecer os materiais, a fim de ter uma forma que, quando resfriada, seja resistente e permaneça dentro da moldagem.

Pode ser usada também em materiais derivados do plástico. Na indústria essa ferramenta também acende grandes fornos ou lareiras e ajuda na iluminação de áreas difíceis – durante uma manutenção, por exemplo.

Operando com segurança

Sendo uma ferramenta que funciona à base de combustível (diesel, querosene, GLP, acetileno, propano ou butano), é altamente necessário cuidar da segurança antes do manuseio. O uso de avental, luvas (porque ele fica extremamente quente), máscaras com visor de lentes polarizadas e botas de couro é obrigatório, ainda mais se for a versão do maçarico profissional, utilizado em grandes indústrias.

Mantenha sempre um extintor de incêndio por perto. Pesquise como usar um maçarico com profissionais ou em lojas especializadas antes de definir qual o tipo específico para sua necessidade e conferir se tem todo o equipamento de segurança em mãos. Os maçaricos de corte têm bicos distintos e é preciso verificar a compatibilidade antes de iniciar o uso, para evitar estragos na ferramenta.

Aquecimento e corte

Para ligar e aquecer o maçarico utilize o acendedor próprio, nunca tente com fósforo ou isqueiros! O local deve estar isento de materiais corrosivos, prefira trabalhar em áreas de concreto ou até de terra, já que as faíscas podem voar para os lados.

Risque o metal ou plástico que deverá ser cortado ou soldado para seguir as medidas corretamente. Conecte as mangueiras do bico nos tanques apropriados de combustível, regule a pressão – converse com um profissional para saber as medidas de cada gás, isso é muito importante.

Quando tudo estiver padronizado, coloque as luvas e ligue a tocha, vá regulando as válvulas de oxigênio com o outro combustível até chegar numa chama interna azul e externa amarela. O tamanho deve ser compatível com o corte/ soldagem do material a ser trabalhado.

Deixe a chama aquecer o material até um ponto em que ele comece a aparentar líquido e daí empurre a alavanca de corte. Faça o corte devagar, depois de cortar repare as arestas e deixe esfriar. Esses passos de como usar um maçarico são para cortes simples e para conhecimento breve de manuseio, na prática peça ajuda de alguém experiente, principalmente na primeira vez que for usar a essa ferramenta.

Categorias
Auto e Ferramentas

Veja como fazer uma casinha de cachorro

Ter um animal de estimação traz muitos benefícios para a vida, incluindo diminuir o estresse após um longo dia de trabalho. Para ajudar a manter a vida do pet mais saudável e protegida, principalmente se ele ficar do lado de fora da casa, veja dicas de como fazer uma casinha de cachorro para montar um abrigo confortável. Há dois tipos principais de materiais que podem ajudar a montar uma casinha: madeira ou plástico.

Antes de começar a pensar em executar uma delas, veja o porte do cachorro; se ele for filhote verifique as medidas de um cão adulto semelhante, e se não tiver raça definida, pergunte ao veterinário para se ter uma estimativa de quanto o filhote pode crescer.

Escolha materiais que resistam às intempéries, separe as ferramentas e leia as dicas a seguir.

Casinha clássica de madeira

Após ter as medidas do seu cão, vá até uma marcenaria ou loja de construção e compre tábuas para comprimento e largura corretos, já peça o corte para não ter erros na montagem. Aproveite e separe pregos, parafusos, martelo, chaves de fenda e um esquadro (para medir os ângulos).

A madeira é um material que é mais confortável para o cão e não varia tanto de temperatura em estações muito quentes ou frias. Em um papel desenhe seu projeto, procure como fazer uma casinha de cachorro em imagens de sites para guiar-se nas medidas.

Numa casa clássica pode-se pensar na estrutura do piso, três paredes e o telhadinho, sendo que a quarta parede de entrada ficaria toda aberta. A base deve ser a primeira a ser construída, ela determinará o tamanho das paredes também. Caso queira fazer uma porta, meça uma entrada em uma das tábuas e faça o recorte utilizando uma makita ou serrote, use o esquadro para guiar-se nos ângulos ao finalizar a casinha com o teto, una tudo com os pregos e parafusos.

Finalize passando verniz e demão de tinta para proteger a madeira.

Como fazer uma casinha de cachorro pré-fabricada

Há casinhas de cachorro feitas de plástico e que vêm fechadas em caixa para que os donos as montem.

O passo a passo é explicado em um manual de instruções, sendo fácil a montagem, nesse caso é indicado que a casinha fique em um lugar protegido do sol, porque o plástico, diferente da madeira, pode aquecer diretamente no calor, trazendo desconforto para seu pet.

A parte boa é que uma casinha de plástico é mais fácil de lavar e limpar, e na maioria dos modelos basta retirar o telhado para a manutenção. 

Categorias
Auto e Ferramentas

Dez ferramentas essenciais para você ter em casa

Sabe aquela hora que o chuveiro queima, a torneira está com vazamento ou o parafuso da cama está bambo? Para piorar as coisas, você tem que recorrer ao vizinho porque não tem nenhuma ferramenta.

Conheça algumas ferramentas essenciais que você não pode deixar de ter um casa e dê adeus, de uma vez por todas, para aquele aperto na hora que você mais precisa. Lembrando que elas podem ser guardadas no armário, na caixa ou na maleta para ferramentas para que durem por muito mais tempo.

Ferramentas essenciais

Alicate – A mais versátil de todas as ferramentas, pois você consegue fazer várias coisas com ele. Desde cortar ou desencapar fios até bater pregos, se não tiver outra ferramenta.

Chave de fenda 1/8 – Você pode apertar ou afrouxar pequenos parafusos, além de diversas coisas. É a famosa chave da gambiarra, tamanha sua versatilidade.

Chave Phillips – Precisa apertar parafusos de computadores ou de outro aparelho eletrônico? Essa chave é uma das ferramentas essenciais mais eficazes nessa hora e sem improvisações.

Chave de fenda 3/16 –  Muito útil para apertar ou afrouxar parafusos maiores, essa ferramenta é outra mão na roda quando se tem em casa.

Chave Philips média – Muito usada para afrouxar parafusos maiores e que estão mais apertados. É a chave ideal para usar no dia a dia.

Martelo – Quer bater pregos com precisão ou precisa arrancá-los? O martelo não pode faltar.

Alicate de pressão –  Precisa fazer um serviço mais delicado, apertar ou afrouxar porcas ou parafusos sem danificá-los? Esse alicate é perfeito para você fazer isso, principalmente quando a porca está enferrujada e difícil de sair.

Arco e serra – Mais uma das ferramentas essenciais que você deve ter em casa, pois permite que você serre metal ou canos de pvc, por exemplo.

Estilete –  Bem mais afiado que uma faca, você pode cortar papel ou papelão com total precisão e muita segurança.

Trena – Precisa tirar alguma medida para pendurar um quadro ou instalar algum aparelho em um local pequeno? Essa ferramenta é perfeita para você. Tenha medidas com precisão na hora do serviço. Essas são as 10 ferramentas essenciais que você não pode deixar de ter em casa.

Com elas, o seu dia a dia será muito mais fácil e prático, principalmente na hora daquele aperto básico.