Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Star Wars: Qual é a melhor ordem para assistir aos filmes?

Star Wars é um grande fenômeno da cultura pop. Mas qual seria a melhor ordem para ver os filmes da saga? 

A dúvida surge porque a história de Star Wars foi apresentada ao público a partir de sua metade, o episódio IV, e só nos anos 2000 conhecemos sua origem, com os episódios I, II e III. Além disso, nos últimos anos novos filmes têm sido lançados no cinema.

Pensando nisso, foram criadas formas diferentes de maratonar as produções. Hoje, vamos apresentar a ordem cronológica. Nessa sequência vemos a saga do início ao fim, conforme a progressão natural do tempo, sem flashbacks ou pulos temporais. Então, prepare a TV e a pipoca e venha embarcar nessa aventura!

– Episódio I: A Ameaça Fantasma (1999)

– Episódio II: O ataque dos clones (2002)

– Episódio III: A Vingança dos Sith (2005)

– Han Solo: Uma História Star Wars (2018)

– Rogue One: Uma História Star Wars (2016)

– Episódio IV: Uma Nova Esperança (1977)

– Episódio V: O Império Contra Ataca (1980)

– Episódio VI: O Retorno de Jedi (1983)

– Episódio VII: O Despertar da Força (2015)

– Episódio VIII: Os Últimos Jedi (2017)

– Episódio IX: A Ascensão Skywalker (2019)

Produtos Star Wars

O sucesso da franquia não se limita aos filmes e séries. A venda de produtos e brinquedos do universo Star Wars movimenta o comércio da Disney há muitos anos. 

As histórias de Star Wars sempre estiveram presentes durante nossa infância e até hoje criam conexões conosco, incentivando nossa criatividade e imaginação. O universo de produtos desses personagens icônicos é gigantesco e existe um infinito de possibilidades para presentes.

No site do Carrefour, você encontra uma página especial de Star Wars com os principais produtos da saga. Tem para todos os gostos e idades. Confira!

Categorias
Casa e Decoração Tecnologia e Eletrônicos

Transforme sua casa em um cinema de verdade

A maior premiação do cinema mundial acontece neste final de semana. Que tal aproveitar o momento e montar uma verdadeira sala de cinema em casa? Veja aqui algumas dicas para você matar a saudade da sétima arte no conforto do seu lar.

Os itens fundamentais que você vai precisar são um sofá bem confortável, um ótimo sistema de som e uma TV adequada. A escolha do ambiente também é importante, afinal a acústica, tamanho e até o nivelamento do chão podem contar muito.

TVs

Se a sua sala for bem grande, uma TV de 75 polegadas é a melhor pedida. Outra opção é optar por um projetor. Porém se sua casa (ou seu bolso) não permitir tamanha ousadia, não tem problema. Uma TV de 50 polegadas já é o suficiente, ainda mais se o cômodo utilizado for pequeno. 

Som de qualidade

No cinema, as caixas de som são posicionadas ao nosso redor e isso traz uma sensação de imersão no filme. Para ter essa mesma sensação em casa, invista num home theater e na configuração de áudio Dolby Digital 5.1.

Decoração

Posicione sofás e poltronas de frente para a TV. Se sobrar espaço, use alguns puffs para apoiar as pernas. Outra ideia é colocar uma mesinha próxima ao sofá para colocar um item indispensável para a sua sessão de cinema: o balde de pipoca! 

Aposte em itens decorativos que tenham relação com o cinema, como filmes e pôsteres. Quanto à iluminação, tente deixar o ambiente o mais escuro possível. Feche as cortinas para impedir a entrada de luz, dando aquele clima de “escurinho do cinema”.

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

5 razões para você comprar um projetor (em vez de uma TV)

Se você está pensando em fazer um upgrade na sua sala de estar, é quase automático pensar em investir em uma nova TV. Mas se você pretende economizar ou quer uma solução mais criativa para suas necessidades, considere abrir mão de uma televisão para adquirir um projetor.

Projetores vêm com uma série de benefícios incríveis e, embora você possa presumir que um projetor parece um pouco desatualizado para suas necessidades de entretenimento, o aparelho pode te surpreender positivamente. Abaixo contamos algumas das razões pelas quais um projetor é uma ótima alternativa a televisão.

1. Um projetor não ocupa espaço

No caso da televisão, você precisa de um suporte para montá-la na parede ou de um rack para apoiá-la, o que não só usa um espaço valioso, mas também torna a TV o ponto de foco de uma sala de estar inteira. Um projetor é menor e pode ser simplesmente colocado em uma prateleira, ocupando quase nenhum espaço.

Se você comprar uma tela de projeção retrátil, também não precisará sacrificar muito espaço na parede para poder assistir seus programas favoritos. Em vez de deixar uma grande parede em branco para a projeção, você pode puxar a tela sobre qualquer arte de parede que você possa ter.

2. É mais econômico

Existem modelos para todos os gostos e bolsos, mas é possível encontrar projetores por um preço baixo em comparação à TV de tela plana grande. Além disso, com um tamanho de tela incrível, você pode reproduzir seus filmes favoritos e se sentir praticamente no cinema. Você também pode obter imagens de alta qualidade por menos, já que muitos projetores reproduzem em HD.

3. É mais prático e portátil

Uma grande diferença entre uma TV e um projetor é que a maioria dos projetores cabe em uma mochila. Se você não quiser fazer uma noite de cinema em sua casa, pode levar o projetor para a casa de um amigo e conectá-lo lá. Ou leve-o para fora e projete em uma parede em branco para uma noite diferente no quintal.

4. Você não precisa se preocupar se crianças ou animais de estimação vão danificá-lo

Se você tem crianças inquietas em casa, ou um cachorro um pouco desastrado, um projetor o deixará mais tranquilo. Por ser pequeno, é muito mais fácil posicioná-lo num lugar menos arriscado e de menor alcance. 

5. Torna a noite de cinema mais especial

Assistir a um filme em um projetor parece mais especial e pode ser mais romântico também. Além disso, devido ao tamanho da imagem que um bom projetor cria, mesmo quando você está assistindo com um grande grupo, raramente há um lugar ruim na casa.

Agora e só passar no site do Carrefour, preparar a pipoca e maratonar aquela série que você tanto ama!

Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Transforme sua sala de TV em um cinema

Comprar uma TV parece uma decisão simples de se tomar, mas pode não ser uma escolha fácil de ser feita. São tantas possibilidades, funcionalidades e variações de preços que podem acabar trazendo mais confusão do que solução. Por isso, separamos alguns pontos de atenção para começar a jornada em busca da sala de TV ideal.

Por onde começar?

1.Qual o seu orçamento?

Pode parecer simples, mas estabelecer um teto no orçamento ajuda até nos filtros de busca na hora de escolher a TV ideal. Essa decisão passa inclusive pelo uso da TV em sua rotina. Quanto mais complexo e constante o uso, mais vale a pena investir em uma TV que satisfaça suas necessidades.

2.Qual o tamanho da sua sala?

Transformar a sua sala em um cinema pode ser um sonho, mas saber se ela comporta esse sonho é muito importante. Você precisa medir a distância entre o local onde a TV vai ficar instalada até onde as pessoas vão sentar para assisti-la. A dica aqui é contar 50 cm de distância ideal para cada 10 polegadas. Por exemplo: para visualizar confortavelmente uma TV de 32 polegadas, você precisa estar a uma distância de cerca de 1,5 m, ou seja, temos aproximadamente 30 polegadas vezes 50 cm. Então, pegue uma trena e faça as contas!

Confira algumas distâncias:

42 polegadas – em média 2,4 m

50 polegadas – em média 2,8 m

60 polegadas – em média 3,4 m

71 polegadas – em média 3,8 m

3. Qual a diferença entre LED, plasma e OLED?

Basicamente, cada tecnologia de processo de iluminação tem abordagens diferentes quanto a forma como vai gerar luz e cores em sua tela. As TVs de LED são mais finas e econômicas do que as de plasma, além de se adaptarem a qualquer ambiente, claros ou mais escurinhos. Já as de plasma apresentam ótimo contraste e costumam ter altas taxas de frequência, que deixam as cenas em movimento mais nítidas, muito bom para quem curte games, esportes ou filmes de ação. Atenção, se você não tem um ambiente de luz controlada, uma sala própria para seu cinema em casa, por exemplo, a TV de plasma deixa de ser a melhor escolha. Isso porque a tela dela precisa desse tipo de cuidado, ou então não terá o mesmo rendimento que os demais padrões.

As OLED unem o melhor dessas duas, além de serem ultrafinas e consumir menos energia. Então, uma TV de OLED é realmente um investimento para o seu cinema em casa. Além disso, pelo fato dos pontinhos que formam as imagens serem independentes, ou seja, tem sua luminosidade e cores próprias, resultam em imagem com maior qualidade.

4. Quais funcionalidades valem a pena?

Aqui vale pensar para o que você usa sua TV. Para jogar videogames? Assiste a muitos filmes e séries? Usa muitos serviços de streaming on-line? Gosta de ver filmes em 3D? Muitas vezes aquela funcionalidade parecer ser incrível, mas tem pouco uso para você, consequentemente, pouco impacto em sua rotina. A melhor TV é aquela que atende às suas necessidades. Por isso, saiba que não basta ter a TV com 3D para conseguir visualizar o conteúdo dessa forma, uma vez que todo o conjunto, ou seja, o player ou o canal que está transmitindo o conteúdo, precisa estar nesse formato. Até existem modelos que fazem a transformação de conteúdo 2D em 3D, mas, na prática, não é a mesma qualidade.

As Smart TVs acessam a internet a partir de aplicativos e não como em um computador, que é mais versátil. Elas usam a conexão com a web para transmitir conteúdo. Embora exista acesso à apps de banco pela TV, seu uso é um pouquinho mais limitado, pois, para tornar o acesso mais fácil, é preciso um mouse e um teclado. Por isso, o uso mais corriqueiro é com serviços de streaming, como o Netflix.

Outro detalhe importante: se você curte jogar videogame, dê uma olhada na quantidade de entradas HDMI de sua TV. Isso porque além de um ou mais consoles, você também precisará de entradas para o home theater e o conversor da TV. Já pensou ter que ficar trocando os cabos a cada vez que for jogar ou ver um filme?