Categorias
Auto e Ferramentas

Dia Mundial Sem Carro

No dia 22 de setembro é comemorado o Dia Mundial Sem Carro em diferentes partes do mundo. Saiba um pouco mais sobre a data.

O Dia Mundial Sem Carro busca mostrar, mesmo por um dia, o quão diferente uma cidade poderia ser se mais pessoas usassem meios de transporte alternativos. Não se trata de nos tornarmos inimigos do carro, simplesmente devemos estar mais conscientes do que seu uso, em excesso, pode causar.

A data nos convida a refletir sobre a nossa convivência quando saímos da bolha que é o nosso carro, quando o espaço público é aproveitado a pé, de bicicleta ou de transporte público, e então percebemos como são necessárias melhorias urbanas coletivas que oferecem maior segurança. Outro ponto importante é a nossa saúde, mudando de transporte podemos deixar para trás o estilo de vida sedentário. Quando passamos a pedalar ou até mesmo a usar o patinete, a mudança é notória em muitos aspectos: saúde, ecologia e economia (principalmente agora com o valor do combustível nas alturas).  

Apesar de cada vez mais cidades aderirem à iniciativa do Dia Mundial Sem Carro, ainda há muito trabalho a ser feito. Devemos promover uma mudança de cultura onde o carro é deixado de lado e os beneficiários são os pedestres e ciclistas. Felizmente, há cada vez mais ações, movimentos e cidadãos para aumentar a conscientização sobre esse problema e mais iniciativas para combatê-lo.

Faça parte da mudança! No dia 22 de setembro, deixe seu carro na garagem. Existem diferentes alternativas ao carro além da bicicleta e do transporte público, entre elas estão: patinete, skate e até mesmo hoverboard. Então não tem mais desculpa. É só escolher o que melhor se adapta às suas necessidades! 

Categorias
Esporte e Lazer

Dicas de pedal para ciclistas iniciantes

Começar a praticar um novo esporte sempre requer alguns cuidados especiais. E com o ciclismo não é diferente. 

Além de ser um ótimo exercício físico, a bicicleta é também um meio de transporte e um hobby muito divertido, já que dá pra juntar toda a família e explorar as melhores rotas da cidade. Veja nesse post algumas dicas que vão te ajudar na hora de sair pedalando por aí!

Escolha a bike certa

Na hora de comprar sua primeira bicicleta, é importante considerar o tamanho dela. Com a ajuda de um profissional, defina a dimensão do quadro, das rodas e até mesmo a configuração do banco para evitar qualquer erro. 

Equipamentos de segurança

Você sabia que existem roupas feitas especificamente para os ciclistas? Elas são projetadas para dar mais conforto e segurança ao pedalar. Invista em um short de ciclismo, um par de luvas e, principalmente, um bom capacete.  

Outro item importante é o espelho retrovisor. Ele oferece segurança ao atravessar vias movimentadas, e ainda pode ser usado para acompanhar os outros ciclistas quando se está em grupo.

Kit de reparo

Alguns acessórios são fundamentais para que você não fique na mão quando for pedalar. Existem fitas adesivas e colas que podem remendar pequenos furos em pneus. Além disso, uma boa ideia é ter com você lubrificantes e graxas para aplicar nas correntes caso seja necessário. 

Vale a pena carregar também uma mini bomba de ar – afinal, não sabemos se vamos encontrar um posto de gasolina ou uma bicicletaria no caminho. Outra boa ideia é ter uma câmara de ar reserva. 

Hidrate-se

É muito importante se manter hidratado antes, durante e depois do trajeto. Por isso, calcule a quantidade a ser percorrida e o esforço que você fará e leve com você um squeeze com a quantidade de água necessária.

Categorias
Esporte e Lazer

Conheça 5 benefícios do ciclismo para a terceira idade

O início da terceira idade pode variar de cultura para cultura, mas é geralmente entre 60 e 70 anos. Ao falar de terceira idade, falamos também de saúde, tanto do corpo quanto da mente. Por isso é muito importante encontrar aliados para uma melhor qualidade de vida. Um forte aliado pode ser uma bicicleta. Conheça 5 benefícios do ciclismo para essa etapa da vida!

Aumento da massa muscular é um dos benefícios do ciclismo

É natural que se perca massa muscular ao longo dos anos, além de diminuir a força física também. Se a pessoa for sedentária, esse percentual de perda aumenta ainda mais. O ciclismo ajuda a fortalecer os músculos das coxas, glúteos, abdômen e panturrilhas, além de contribuir para o aumento da massa, o que diminui a incidência da osteoporose.

Faz bem ao coração

Pedalar regularmente melhora a condição cardiovascular e diminui o cansaço, queixa frequente dos idosos, pois o exercício ajuda o coração a bombear melhor o sangue pelo corpo todo. Além disso, reduz a pressão arterial, regula a taxa de açúcar no sangue e colabora na prevenção de ataques cardíacos.

Diminuir os riscos de um AVC é um dos benefícios do ciclismo

Andar de bicicleta reduz significativamente os riscos de um AVC (acidente vascular cerebral), pois, durante a prática do ciclismo, a frequência cardíaca se eleva, auxiliando no controle da pressão arterial.

É um exercício de baixo impacto

Como recuperar a força dos músculos e do coração e não comprometer as articulações? O ciclismo é uma atividade de baixo impacto e possibilita isso.

Aumenta o bem-estar geral e a qualidade de vida

O ciclismo estimula passeios ao ar livre e o contato com outras pessoas. A prática de exercícios físicos libera hormônios que colaboram para a redução da ansiedade, depressão, melhora do sono e estabilidade emocional. O bem-estar psicológico dessa atividade incentiva também outras mudanças no estilo de vida, como nas questões da alimentação, essenciais para a qualidade de vida de pessoas na terceira idade.

É sempre bom lembrar que toda prática de exercício deve ser acompanhada por um profissional. Além disso, equipamentos de proteção como capacetes, cotoveleiras e joelheiras são itens essenciais para a segurança do praticante e só aumentam a lista dos benefícios do ciclismo. A hidratação é outro ponto que merece atenção especial, por isso é bom garantir a garrafa de água para todo o trajeto.

Categorias
Esporte e Lazer

Descubra qual é a melhor bicicleta aro 29 para você

A bicicleta tem ganhado cada vez mais espaço na vida das pessoas que querem utilizá-la para praticar um esporte, só porque gostam de pedalar ou até mesmo como uma alternativa de transporte, Por isso, mostraremos a melhor bicicleta aro 29 para você com 3 opções para diversos tipos de pessoa.

Qual a melhor bicicleta aro 29?

Você quer uma bicicleta para praticar um esporte ou apenas para se deslocar para o trabalho ou local de estudo? Existem ótimas opções para cada caso. Descubra agora:

Bicicleta Track Bikes – Black Mountain Bike

Essa mountain bike é perfeita para quem quer uma bicicleta como alternativa de transporte, já que, apesar de toda a sua qualidade, ela tem um valor muito competitivo. Além de possuir 21 marchas que permitirão subir e descer ladeiras e pedalar em diversos terrenos, ela conta com um ótimo sistema de freios e tem suspensão dianteira para diminuir o impacto. E, claro, além de ir para o trabalho, faculdade, escola ou qualquer outro lugar em seu dia a dia, ela também é ótima para quando você quiser pedalar por diversão, fazendo passeios na cidade ou em terrenos acidentados.

Bicicleta Mormaii Big Rider, full suspension, de aço, 2011981

Se o modelo anterior é de entrada, essa bicicleta da Mormaii já é um pouco diferente. Claro, além de permitir que você se desloque facilmente entre os seus compromissos, esse modelo de bicicleta já é mais esportivo e possui um quadro de alumínio que garante muito mais resistência e leveza, sendo mais resistente a pancadas, quedas e muito mais fácil de carregar.

Bicicleta Monark Monark Allum Shimano Acera Mountain Bike – 27 marchas

Esse é um modelo pensado para o esporte. Com o seu quadro de alumínio e suas 27 marchas, é a bicicleta perfeita para quem pedala esportivamente. Além de ter todas as vantagens das anteriores, ela é perfeita para quem procura as pistas mais radicais, pois além de toda a resistência, você ainda terá mais controle, com o freio a disco e maior conforto devido ao seu selim especial. Uma ótima escolha para esportistas.

Com a melhor bicicleta aro 29, você vai poder se exercitar e ainda curtir a sua cidade. Escolha a sua e boas pedaladas!

Categorias
Esporte e Lazer

Furou? Veja como trocar pneu de bicicleta

Nos últimos anos, utilizar a bicicleta como meio de transporte tem sido cada vez mais a opção de muitos brasileiros, por ser mais saudável, poluir menos e ter um custo de manutenção muito inferior à de um automóvel.

Ainda há as campanhas de incentivo e espaços para ciclistas em grandes cidades, como ciclofaixas em principais avenidas e até a permissão de levar a bike nos trens aos fins de semana, ou até alugar uma em determinados bairros ou nas estações de metrô – caso você viva em São Paulo existe essa possibilidade. Porém, se você tem sua própria bicicleta e quer saber mais sobre a manutenção dela, já se perguntou como trocar pneu de bicicleta? Há alguns cuidados a se tomar e sinais para prestar atenção para saber quando o pneu está gasto, por exemplo.

Quando trocar o pneu da bicicleta?

Há alguns tipos de pneu de bike, mas aqueles com os gomos são os mais comuns por fazerem parte dos modelos mais tradicionais de passeio. É preciso verificar a quantidade de vezes em que se usa a bicicleta, porque isso ajuda os pneus a gastarem mais e exige também uma manutenção maior.

Os gomos de um pneu mais novo são sempre salientes, quanto menores eles forem ficando e mais próximos do nível do pneu, mais gasto eles estarão e a troca deverá ser feita logo. É muito importante que se acompanhe esse desnível, porque eles são os responsáveis pela aderência ao solo e à segurança em manobras.

O pneu traseiro costuma gastar mais rápido que o dianteiro, porque é ele que suporta o corpo do ciclista durante os percursos, então muitas vezes é necessário trocar o pneu traseiro antes do dianteiro ou fazer o rodízio entre eles.

E a outra possibilidade de trocar o pneu da bicicleta é quando o pneu rasga ou fura por conta de algum parafuso ou objeto cortante pelo caminho.

E agora, como trocar o pneu da bicicleta?

Após constatar que é realmente necessário fazer a troca do pneu, siga estes passos:

1 – Desenrosque a porca do eixo que está acoplada no quadro. Se o modelo for mais novo, solte a trava que prende o eixo. Na roda traseira, é necessário retirar a corrente também e afrouxar os freios. Retire a roda.

2 – Com a roda retirada, aperte a válvula de ar e retire completamente todo o ar da câmara. Com o auxílio de uma espátula própria, retire a câmara já murcha do aro do pneu, cuidadosamente.

3 – Faça a troca do pneu ou da câmara de ar, procure a seta que indica o sentido correto, que deve estar marcada no aro. Coloque um lado do pneu primeiramente, dê uma folga na câmara de ar e encaixe a válvula no buraco do aro.

4 – Encaixe o pneu e a câmara e com os polegares verifique se está tudo no lugar, sem possíveis saídas de ar. Se necessário, use a espátula novamente para encaixar de forma correta.

5 – Encha com cuidado o pneu, utilizando uma bomba de ar. Posicione a roda com o pneu cheio na bicicleta, feche o eixo com a porca ou encaixe a roda e a trave no sistema da bike.

Esses são alguns passos simples para saber como trocar o pneu da bicicleta. Caso seja sua primeira vez e ainda tenha dúvidas, peça a ajuda de alguém mais experiente ou leve a um especialista para observar. Bom passeio!

Categorias
Infantil

Qual o tamanho ideal do aro de bicicleta infantil?

Escolher a bicicleta para uma criança não é uma tarefa das mais simples, não é mesmo? Com vários recursos e características, além de tamanhos diferentes, sempre vem aquela dúvida: qual será o tamanho ideal do aro de bicicleta infantil? A pergunta parece difícil de responder, mas saiba que não é tão complicado como você pensa.

O tamanho do aro ideal varia conforme a idade da criança. Mas a principal coisa que você deve se atentar é ao peso, pois, se ela for um pouquinho mais pesada, o tamanho do aro também pode mudar. Veja abaixo os tamanhos dos aros de bicicleta infantil.

Aro 12

Esse é o menor aro. Ele é indicado para crianças com idade a partir de 3 anos e que pesem até 21 kg. A altura, outro fator que deve ser levado em conta, deve ser de, no máximo, 1 m. Essas bikes geralmente acompanham cestas, buzininhas, faróis e as famosas rodinhas, que ajudam a criança a se equilibrar e auxiliam no aprendizado.

Aro 14

Esse modelo de aro é para crianças um pouco maiores, na faixa dos 4 anos. O peso máximo suportado para esse tamanho de aro é de até 25 kg. A altura ideal é para crianças de até 1,10 m. Essas bicicletas também contam com rodinhas, assim como as de aro 12 e também podem ser encontradas com estrutura em aço, o que garante uma maior durabilidade.

Aro 16

Indicado para crianças em torno dos 7 aninhos, esses modelos começam a ganhar características de bicicletas maiores, como estrutura de alumínio e pneu com câmara de ar. Como nem todas as crianças deixam as rodinhas rapidamente, também é possível encontrar esses modelos com esse acessório de ajuda. O peso máximo indicado dessas bikes é de 30 kg e a altura ideal dos pequenos deve ser de até 1,20 m.

Aro 20

Ideal para crianças que já têm uma noção melhor para pedalar, essas bikes podem ser usadas por pequenos com mais de 7 anos e altura máxima de 1,45 m. Elas são mais parecidas com as bicicletas de adultos e algumas possuem, inclusive, marchas de até 18 velocidades. O peso indicado é de até 45 kg.

Entender melhor sobre o tamanho ideal do aro de bicicleta infantil é essencial para você não errar na escolha da bike para a criançada. Agora que você já está sabendo um pouquinho mais, que tal dar uma olhada em nossos modelos?