Categorias
Esporte e Lazer

Veja qual boia de braço é a mais indicada para as crianças

Criança sempre gosta de brincar na piscina, no rio ou no mar. Porém os pais precisam ter uma atenção maior nessas horas. Um item essencial para se ter nesses momentos é a boia de braço. Com ela a criança vai ficar mais segura. Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre esse item e saber algumas dicas. Confira:

Modelos de boias existentes

Colete

Esse equipamento de segurança é mais indicado para crianças abaixo dos 4 anos. Isso porque é mais difícil de a criança tirá-lo. Porém, é importante comprar o colete adequado para não ficar subindo e incomodar a criança.

Boia de assento

Esse modelo é recomendado para bebês e pode ser usado assim que eles estiverem mais firmes. O bebê é colocado dentro da boia, encaixando as pernas no assento. Porém é necessário tomar cuidado para que os pequenos não virem a boia.

Boia de braço

Mais indicada para crianças maiores de 4 anos, a boia de braço dá mais liberdade para os pequenos se divertirem mais na água. Alguns pais usam esse equipamento em crianças menores de 4 anos, porém é preciso encontrar uma boia que não escorregue facilmente pelo braço.

Tipos de boia de braço

Além do modelo tradicional, que são 2 boias, uma em cada braço, há o modelo com peitoral, em que as boias dos braços ficam ligadas a uma boia que fica na altura do peito da criança. Assim, a criança tem uma proteção a mais e dificulta a saída da boia do braço.

Apesar de colocar as boias de segurança nas crianças, elas nunca devem ficar na piscina ou no mar sem a presença de um adulto. Acidentes podem ocorrer e, nessas horas, ter um adulto por perto vai fazer toda a diferença.

Categorias
Esporte e Lazer

Bilhar ou Sinuca: Entenda a diferença entre os 2 jogos

Uma mesa, 6 caçapas, tacos para jogar e várias bolas para derrubar. Todo mundo tem um nome para esse jogo, mas você sabe qual é o correto? Tem quem chame de bilhar ou sinuca. Porém, o que pouca gente tem o conhecimento é que existe
uma diferença entre eles.

Qual a diferença?

A primeira e principal diferença: o bilhar é o nome em português da modalidade como um todo, de todos os tipos de jogos que envolvem a mesa característica, os tacos e as bolas. Então, se você sempre chamar o seu jogo de bilhar,
sempre estará correto. Já a sinuca é um desses infinitos tipos de jogo. Para você entender a diferença, a sinuca está para o bilhar como o poker está para o baralho, é apenas uma das variações de toda a prática.

De onde vem o bilhar?

Apesar das diversas reivindicações dos ¿donos¿ do jogo, a versão mais provável da origem do bilhar é a partir de um jogo chamado croqué, disputado nos campos dos palácios franceses, ainda no século XV. Os jogadores, com uma espécie
de martelo, batiam em bolas dentro de buracos. Como no inverno não era possível disputar as partidas externas, ele foi adaptado para os salões e mesas dos palácios, originando uma primeira versão do jogo que conhecemos hoje.

De onde vem a sinuca?

A partir da versão ¿original¿ do jogo, foram realizadas uma infinidade de adaptações. Muito tempo depois, após as reformatações dos gramados para as mesas, de martelos virarem tacos e de uma considerável diminuição no tamanho das
bolas, vem a sinuca, que é uma versão brasileira do bilhar.

O jogo, já na versão que conhecemos hoje, chegou em terras brasileiras nos anos 20. Nos salões, jogadores se desafiavam apostando bebidas. Porém, a versão original era um jogo mais longo e, para conseguir jogar e faturar mais,
eles encurtaram a duração das partidas tirando várias bolas da mesa de jogo, nascendo a famosa ¿sinuca¿ brasileira.

Em nossa versão do jogo mais tradicional, são 8 bolas, contando com a branca, que é usada para impulsionar as outras, que são as coloridas e valem de 1 a 7 pontos. A meta da partida é a de derrubar as coloridas sequencialmente,
pela bola de menor valor até a de maior valor. Quem fizer mais pontos, leva a vitória.

Não importa se você chama o jogo de snooker, bilhar ou sinuca. O essencial é garantir horas de muita diversão com uma mesa de sinuca para jogar com a família ou com os amigos.

Categorias
Esporte e Lazer

Reunimos as principais regras de como jogar xadrez

Como jogar xadrez? Essa é uma pergunta que muita gente se faz e acaba sem aprender, porque não tem ninguém para ensinar. Então, vamos explicar as regras do xadrez, para que você entenda como funciona um dos principais jogos de tabuleiro que existem.

Aprenda como jogar xadrez entendendo as suas regras

Para começar a entender as regras do xadrez, primeiro é preciso aprender a preparar o tabuleiro. Ele é quadrado e tem 64 casas: 32 pretas, 32 brancas. E as peças de cada jogador iniciam o jogo nas 2 primeiras linhas de cada extremidade. Isso todo mundo já sabe.

O que poucos sabem é que existe uma regra para posicionar os reis, que são a peça mais importante do jogo. Em ambos os casos, eles ficam em uma das 2 casas centrais da última linha (cada um do seu lado), o rei preto vai sempre na casa branca e o rei branco sempre na casa preta.

A partir daí, você posiciona a rainha na outra casa central. Ao lado deles, os bispos, depois os cavalos e depois as torres. Na linha da frente, coloque os peões.

Cada peça tem um movimento diferente. Peões só podem andar 1 casa para frente (com exceção da primeira vez que cada peão é movimentado. Nesse caso, pode andar 2 casas). Mas, para eliminar uma peça adversária, ele precisa fazer um movimento na diagonal, parando no local onde estava a peça inimiga.

Os bispos andam quantas casas quiserem na diagonal. Os cavalos só andam em “L”. Seja andando 1 casa para frente e mais 2 para o lado, seja andando 2 casas para frente e mais 1 para o lado. E as torres só andam em linha reta, na horizontal e na vertical, assim como os bispos, quantas casas quiserem.

O rei e a rainha andam em qualquer direção. A diferença é que o rei só pode andar 1 casa por jogada e a rainha pode andar quantas casas quiser.

E o objetivo, claro, é capturar o rei do adversário. Quem fizer isso primeiro ganha.

O xadrez é um jogo bem fácil de aprender, mas é complexo para dominar. O bom é que agora você já sabe começar. Então, chame os amigos, pegue o seu tabuleiro e comece a jogar agora mesmo.

Categorias
Esporte e Lazer

Saiba como jogar Uno corretamente

O Uno é um dos jogos favoritos entre crianças e adultos. Baseado em diversas cartas coloridas e em muita lógica, ele sempre proporciona muita diversão e risadas garantidas. Mas você sabe como jogar Uno? Descubra como fazer o jogo acontecer do jeito certo e também para que servem todas as cartas do jogo.

Objetivo do jogo

É um jogo que pode ser jogado em duas até dez pessoas, a partir dos sete anos de idade. O principal objetivo é ser o primeiro jogador a ficar sem cartas nas mãos. Para isso, é precisa utilizar todos os meios possíveis para que os outros jogadores da partida não consigam chegar lá.

Como jogar Uno

Cada um dos participantes recebe 7 cartas. O resto do baralho é deitado com a face virada para baixo e logo depois é virada uma carta do monte, que servirá para iniciar o jogo. O jogador da esquerda ao que distribui o baralho é quem começa e o jogo segue em sentido horário. O dono da vez de jogar deve colocar uma carta de mesmo número, cor, ou símbolo da que está na mesa. Assim, sucessivamente, os jogadores vão deixando suas cartas.

Quando chegar ao ponto de ficar com uma carta só na mão, o jogador deve falar ¿Uno!¿. Se não fizer isso, os outros participantes podem fazê-lo comprar 2 cartas extras. A rodada termina quando um jogador joga a sua última carta na mesa e torna-se o vencedor da partida.

Cartas especiais

Além das cartas numéricas normais, o baralho do Uno tem mais 5 cartas especiais, que possuem efeitos diferentes e tornam o jogo ainda mais especial. A primeira é o ¿+2¿, em que o participante seguinte deve comprar 2 cartas e passar a vez ao jogador seguinte. A segunda é a ¿Inversão¿. Quando ela é jogada, o sentido passa de horário para anti-horário, ou vice-versa. Outra carta é ¿bloqueio¿, nessa carta o jogador seguinte perde a vez. A quarta é o ¿curinga¿, que quando jogado o participante escolhe a cor que o jogo continuará. E a última, e mais polêmica, é o ¿curinga +4¿, em que o jogador que descarta escolhe a cor do baralho e obriga o jogador seguinte a comprar 4 cartas.

Saber como jogar Uno é muito fácil. Siga nossas dicas, junte os amigos e se prepare para curtir muitas horas de diversão.

Categorias
Esporte e Lazer

Cadeira de praia infantil: Saiba como escolher

É só esquentar um pouco para a praia começar a encher de pessoas querendo um banho de sol ou de mar. As crianças são as que mais adoram esse passeio em família, pois podem passar o dia brincando e se divertindo. Porém, é importante que elas tenham sua própria cadeira. Quer algumas dicas de como escolher a cadeira de praia infantil para o seu filho? Então confira as que separamos especialmente para você.

Escolhendo a cadeira de praia infantil

Os pequenos só querem saber de brincar e, na hora do descanso, eles precisam de conforto e segurança. Por isso os pais precisam ter atenção quando forem comprar as cadeiras de praia. A importância do tamanho Escolher uma cadeira de praia do tamanho das crianças é importante para o seu conforto. Isso porque elas são projetadas para a altura, peso e características dos pequenos. Além disso, elas são feitas sem cantos ou pontas, evitando que eles se machuquem.

Material que é utilizado

As cadeiras são feitas com plástico ou alumínio. Isso faz com que elas fiquem mais leves, permitindo que a criança leve suas cadeiras para onde quiserem muitas vezes sem a ajuda de um adulto. Outro ponto positivo no material utilizado é que não vai enferrujar. Então, se você gosta de ir muito à praia com seus filhos, não se preocupe com isso. No fim do dia, é só passar uma água para tirar a areia e deixar secar.

Diversos modelos

Você pode escolher desde cadeiras simples, que são dobráveis, como outras fixas. As dobráveis são ótimas para quem gosta de viajar, pois é mais fácil de transportar, enquanto que as fixas são boas para deixar na piscina.

Há também as espreguiçadeiras infantis, que são confortáveis e no tamanho ideal para as crianças. Se quiser, também é possível comprar uma cadeira dobrável temática. Para isso, vá junto com seu filho comprar ou escolha uma com o tema do desenho favorito dele.

O importante aqui é o seu filho gostar da cadeira e se sentir confortável e em segurança.

Categorias
Esporte e Lazer

Piscina Infantil: 4 tipos para garantir a diversão da criançada

Em um calor tão intenso quanto o que existe no Brasil, a piscina infantil faz sucesso com todos os tipos de pessoas. Enquanto os pequenos se refrescam e se divertem, os adultos acompanham a brincadeira e até participam junto. Para garantir a diversão da criançada, confira 4 modelos desse tipo de piscina.

Para bebês

Em momentos de calor forte, os bebês precisam e vão adorar um bom momento para se refrescar. Além de curtir um sol da melhor forma possível, eles também já vão se acostumando ao contato com a água. Existem modelos coloridos, com desenhos e até com tenda para proteção do Sol, tudo para garantir a diversão e a proteção do seu filhote.

Piscina de armação

Um dos modelos mais tradicionais de piscina infantil, a piscina de armação é ideal para quem precisa de um pouco mais de espaço na hora da natação. Nela, a criançada também já consegue arriscar suas primeiras braçadas. É uma boa opção para aqueles que necessitam de um produto espaçoso, mas que pode ser levado para qualquer lugar.

Piscina inflável

Os modelos infláveis são ideais para a mobilidade e para curtir um bom dia de sol. Além de ser o mais prático modelo na hora de encher e montar, também já permite que os adultos fiquem sentados com as crianças dentro da piscina, proporcionando momentos de muita diversão e também de refresco para todos os presentes.

Inflável com playground

Um dos modelos que, literalmente, agradam a todos. É a hora de juntar a praticidade e a mobilidade de uma piscina inflável com a diversão e a versatilidade de um playground. Sempre com cores alegres, eles podem ser modelados com escorregadores, argolas e até bola ao alvo, ajudando no desenvolvimento da coordenação motora da criança ao mesmo tempo que oferece muitos momentos de diversão.

Desde os primeiros meses de vida, uma piscina infantil ajuda a desenvolver a criança desde o começo de seu crescimento e proporciona horas de diversão. Escolha o modelo ideal para a criançada utilizar e garanta horas de diversão deles e também a sua.

Categorias
Esporte e Lazer

Abandone o sedentarismo. Conheça aparelhos de treino funcional

Os aparelhos de treino funcional são uma ótima pedida para intensificar os seus exercícios. Mas você deve estar se perguntando: afinal, o que é esse tal treino que todos têm falado? Basicamente, ele se baseia em nossos movimentos naturais de pular, correr, agachar, girar, puxar e empurrar, e tem como metas os ganhos de força, resistência, equilíbrio, condicionamento, flexibilidade e agilidade.

Poucos dias depois que você começar a praticar essa atividade física, pode ter certeza de que conseguirá finalmente subir aquele enorme lance de escadas ou pular muito no show da sua banda preferida, sem que para isso tenha que quase morrer de falta de ar. Além de definir a musculatura, o treino ajuda a emagrecer, a perder gordura localizada, a prevenir lesões e a garantir melhorias cardiovasculares.

Você não precisa necessariamente de aparelhos de ginástica funcional para começar a se exercitar, mas pode ter certeza de que eles vão garantir muito mais intensidade às atividades que fizer, e, consequentemente, os resultados também serão melhores. Além de tudo, o treino ficará mais diversificado e divertido. Quer conhecer esses aparelhos? Então confira a nossa lista a seguir:

Corda

Você se lembra de brincar de pular corda quando era criança? Pois agora você vai pular mais do que nunca quando fizer o treino funcional. O exercício ajuda na coordenação motora, na tonificação da musculatura, trabalhando especialmente as pernas e a panturrilha, a desenvolver a capacidade cardiorrespiratória e a ter uma boa queima de gordura corporal.

Elástico

Uma das formas de usar o elástico no treino funcional é passá-lo em volta da cintura e amarrá-lo a alguma estrutura bem firme, de forma que você possa correr sem sair do lugar. Como vai usar toda a força do seu corpo nessa “corrida”, você vai trabalhar muito a sua força, claro, e também a sua flexibilidade muscular. Além dessa atividade, o elástico pode ser usado em muitos outros exercícios dentro do treino funcional.

Kettlebell

É um peso de ferro fundido em formato de bola com alça de manuseio. Ela serve para você intensificar os seus agachamentos e qualquer outro exercício que permita o acréscimo dessa carga. Assim os resultados também serão melhores. Compre uma kettlebell que tenha o peso ideal para você, ou seja, ela não pode ser muito leve nem tão pesada, a ponto de não conseguir se exercitar ou de correr o risco de se machucar. Mas ela deve desafiar você na hora de fazer o treino. É possível usar anilhas e halteres também, mas o legal da kettlebell é que ela é muito mais confortável de segurar por conta da alça de manuseio.

Step

O step é uma plataforma que serve para você fazer exercícios de subida e descida, pulos e abdominais. Ele pode ser usado também como um apoio para braços e pernas durante algumas atividades, e assim o trabalho muscular e cardiorrespiratório é muito mais intensificado.

Esses foram alguns aparelhos de treino funcional, mas existem muito outros, excelentes para você diversificar e intensificar os seus exercícios. Aproveite essas ótimas opções.

Categorias
Esporte e Lazer

5 maneiras diferentes de como usar um compressor de ar

Não existem dúvidas de que um compressor de ar é um equipamento altamente versátil e que faz muita falta na hora daquele imprevisto. Se você ainda não tem um compressor de ar em sua casa, não perca mais tempo e compre logo o seu. Mostraremos 5 maneiras diferentes de como usar um compressor de ar, para que você nunca mais fique na mão na hora do trabalho ou do lazer.

Como usar um compressor de ar

Encher o pneu do carro ou da bike – quando você se atrasou para alguma ocasião e percebe que o pneu do carro está murcho, é muito irritante. Com o compressor de ar, esse problema estará resolvido, pois ele serve para encher os pneus do carro, deixando-os na calibragem ideal. Andar de bike com os pneus vazios não dá, não é? Nem sempre se tem uma borracharia por perto e o compressor de ar é a solução para essa hora.

Encher bolas – o jogo de futebol com os amigos no fim de semana não vai ser o mesmo se a bola estiver murcha. Com o compressor de ar em mãos, seu problema estará resolvido em pouco tempo e a diversão com a galera será o máximo.

Pintura automotiva – todos sabem que pintura automotiva requer uma certa habilidade do profissional. O compressor de ar também pode ajudar você com essa missão e, se você é pintor de automóveis, essa tarefa será muito mais fácil com o uso do compressor de ar. Vale sempre lembrar que você deve verificar a voltagem do seu compressor antes de comprar para que ele funcione corretamente.

Encher colchões – além de exigir um pulmão e tanto, raramente conseguimos inflar colchões em sua capacidade máxima, em função da resistência do ar. Usando um compressor de ar nessa situação, tudo estará resolvido. Você vai dormir tranquilamente e seus filhos poderão descansar tranquilamente em segurança.

Limpeza de equipamentos – agora que você já sabe como usar um compressor de ar, ele também pode ser útil para limpar equipamentos, superfícies empoeiradas ou pequenos locais com muita rapidez e precisão. Que tal se presentear com um desse?

Categorias
Esporte e Lazer

Descubra qual é a melhor bicicleta aro 29 para você

A bicicleta tem ganhado cada vez mais espaço na vida das pessoas que querem utilizá-la para praticar um esporte, só porque gostam de pedalar ou até mesmo como uma alternativa de transporte, Por isso, mostraremos a melhor bicicleta aro 29 para você com 3 opções para diversos tipos de pessoa.

Qual a melhor bicicleta aro 29?

Você quer uma bicicleta para praticar um esporte ou apenas para se deslocar para o trabalho ou local de estudo? Existem ótimas opções para cada caso. Descubra agora:

Bicicleta Track Bikes – Black Mountain Bike

Essa mountain bike é perfeita para quem quer uma bicicleta como alternativa de transporte, já que, apesar de toda a sua qualidade, ela tem um valor muito competitivo. Além de possuir 21 marchas que permitirão subir e descer ladeiras e pedalar em diversos terrenos, ela conta com um ótimo sistema de freios e tem suspensão dianteira para diminuir o impacto. E, claro, além de ir para o trabalho, faculdade, escola ou qualquer outro lugar em seu dia a dia, ela também é ótima para quando você quiser pedalar por diversão, fazendo passeios na cidade ou em terrenos acidentados.

Bicicleta Mormaii Big Rider, full suspension, de aço, 2011981

Se o modelo anterior é de entrada, essa bicicleta da Mormaii já é um pouco diferente. Claro, além de permitir que você se desloque facilmente entre os seus compromissos, esse modelo de bicicleta já é mais esportivo e possui um quadro de alumínio que garante muito mais resistência e leveza, sendo mais resistente a pancadas, quedas e muito mais fácil de carregar.

Bicicleta Monark Monark Allum Shimano Acera Mountain Bike – 27 marchas

Esse é um modelo pensado para o esporte. Com o seu quadro de alumínio e suas 27 marchas, é a bicicleta perfeita para quem pedala esportivamente. Além de ter todas as vantagens das anteriores, ela é perfeita para quem procura as pistas mais radicais, pois além de toda a resistência, você ainda terá mais controle, com o freio a disco e maior conforto devido ao seu selim especial. Uma ótima escolha para esportistas.

Com a melhor bicicleta aro 29, você vai poder se exercitar e ainda curtir a sua cidade. Escolha a sua e boas pedaladas!

Categorias
Esporte e Lazer

Furou? Veja como trocar pneu de bicicleta

Nos últimos anos, utilizar a bicicleta como meio de transporte tem sido cada vez mais a opção de muitos brasileiros, por ser mais saudável, poluir menos e ter um custo de manutenção muito inferior à de um automóvel.

Ainda há as campanhas de incentivo e espaços para ciclistas em grandes cidades, como ciclofaixas em principais avenidas e até a permissão de levar a bike nos trens aos fins de semana, ou até alugar uma em determinados bairros ou nas estações de metrô – caso você viva em São Paulo existe essa possibilidade. Porém, se você tem sua própria bicicleta e quer saber mais sobre a manutenção dela, já se perguntou como trocar pneu de bicicleta? Há alguns cuidados a se tomar e sinais para prestar atenção para saber quando o pneu está gasto, por exemplo.

Quando trocar o pneu da bicicleta?

Há alguns tipos de pneu de bike, mas aqueles com os gomos são os mais comuns por fazerem parte dos modelos mais tradicionais de passeio. É preciso verificar a quantidade de vezes em que se usa a bicicleta, porque isso ajuda os pneus a gastarem mais e exige também uma manutenção maior.

Os gomos de um pneu mais novo são sempre salientes, quanto menores eles forem ficando e mais próximos do nível do pneu, mais gasto eles estarão e a troca deverá ser feita logo. É muito importante que se acompanhe esse desnível, porque eles são os responsáveis pela aderência ao solo e à segurança em manobras.

O pneu traseiro costuma gastar mais rápido que o dianteiro, porque é ele que suporta o corpo do ciclista durante os percursos, então muitas vezes é necessário trocar o pneu traseiro antes do dianteiro ou fazer o rodízio entre eles.

E a outra possibilidade de trocar o pneu da bicicleta é quando o pneu rasga ou fura por conta de algum parafuso ou objeto cortante pelo caminho.

E agora, como trocar o pneu da bicicleta?

Após constatar que é realmente necessário fazer a troca do pneu, siga estes passos:

1 – Desenrosque a porca do eixo que está acoplada no quadro. Se o modelo for mais novo, solte a trava que prende o eixo. Na roda traseira, é necessário retirar a corrente também e afrouxar os freios. Retire a roda.

2 – Com a roda retirada, aperte a válvula de ar e retire completamente todo o ar da câmara. Com o auxílio de uma espátula própria, retire a câmara já murcha do aro do pneu, cuidadosamente.

3 – Faça a troca do pneu ou da câmara de ar, procure a seta que indica o sentido correto, que deve estar marcada no aro. Coloque um lado do pneu primeiramente, dê uma folga na câmara de ar e encaixe a válvula no buraco do aro.

4 – Encaixe o pneu e a câmara e com os polegares verifique se está tudo no lugar, sem possíveis saídas de ar. Se necessário, use a espátula novamente para encaixar de forma correta.

5 – Encha com cuidado o pneu, utilizando uma bomba de ar. Posicione a roda com o pneu cheio na bicicleta, feche o eixo com a porca ou encaixe a roda e a trave no sistema da bike.

Esses são alguns passos simples para saber como trocar o pneu da bicicleta. Caso seja sua primeira vez e ainda tenha dúvidas, peça a ajuda de alguém mais experiente ou leve a um especialista para observar. Bom passeio!