Categorias
Esporte e Lazer

Dicas de pedal para ciclistas iniciantes

Começar a praticar um novo esporte sempre requer alguns cuidados especiais. E com o ciclismo não é diferente. 

Além de ser um ótimo exercício físico, a bicicleta é também um meio de transporte e um hobby muito divertido, já que dá pra juntar toda a família e explorar as melhores rotas da cidade. Veja nesse post algumas dicas que vão te ajudar na hora de sair pedalando por aí!

Escolha a bike certa

Na hora de comprar sua primeira bicicleta, é importante considerar o tamanho dela. Com a ajuda de um profissional, defina a dimensão do quadro, das rodas e até mesmo a configuração do banco para evitar qualquer erro. 

Equipamentos de segurança

Você sabia que existem roupas feitas especificamente para os ciclistas? Elas são projetadas para dar mais conforto e segurança ao pedalar. Invista em um short de ciclismo, um par de luvas e, principalmente, um bom capacete.  

Outro item importante é o espelho retrovisor. Ele oferece segurança ao atravessar vias movimentadas, e ainda pode ser usado para acompanhar os outros ciclistas quando se está em grupo.

Kit de reparo

Alguns acessórios são fundamentais para que você não fique na mão quando for pedalar. Existem fitas adesivas e colas que podem remendar pequenos furos em pneus. Além disso, uma boa ideia é ter com você lubrificantes e graxas para aplicar nas correntes caso seja necessário. 

Vale a pena carregar também uma mini bomba de ar – afinal, não sabemos se vamos encontrar um posto de gasolina ou uma bicicletaria no caminho. Outra boa ideia é ter uma câmara de ar reserva. 

Hidrate-se

É muito importante se manter hidratado antes, durante e depois do trajeto. Por isso, calcule a quantidade a ser percorrida e o esforço que você fará e leve com você um squeeze com a quantidade de água necessária.

Categorias
Esporte e Lazer

Dicas para se exercitar dentro de casa

Com o fechamento das academias e parques, algumas das medidas para evitar a transmissão do coronavírus, muitas pessoas ficaram sem ter como se exercitar. Porém, é possível realizar treinos dentro da sua própria casa e manter-se ativo. 

É muito importante manter o hábito de fazer atividades físicas nesse momento que estamos vivendo – não só para o corpo, mas também para a saúde mental. Mas é preciso tomar alguns cuidados. Veja aqui algumas dicas práticas que irão te ajudar a se exercitar dentro de casa com toda a segurança.

Espaços com ventilação

A primeira regra é buscar realizar as práticas em um local arejado. O desempenho das atividades são otimizados quando conseguimos respirar de maneira efetiva, o que acontece em decorrência da renovação do oxigênio no organismo.

Escolha um horário

Estabeleça horários fixos para a realização dos exercícios. Uma sugestão é optar pelo início do dia, que é ótimo para tornar suas outras atividades mais tranquilas e relaxantes.

Alongamentos

É fundamental alongar nosso corpo antes de começar os exercícios. Assim, evitamos a sobrecarga nas articulações e, consequentemente, lesões desnecessárias. E não leva muito tempo: 15 minutos antes do treino já é o suficiente.

Ajuda online

Realizar exercícios sem nenhuma orientação é muito perigoso. Por isso, uma ótima alternativa é encontrar profissionais que estão realizando atendimento online, podendo criar uma lista de exercícios adaptadas para o treino dentro de casa. 

Aproveite e veja também nosso post sobre atividades durante a quarentena. São 11 ideias para você se inspirar, que vão desde montar um quebra-cabeças até praticar meditação. Imperdível!

Categorias
Esporte e Lazer

Qual é o melhor tênis para corrida?

Encontrar um tênis de corrida que se adapte perfeitamente aos seus pés não é uma tarefa fácil. O mercado oferece tantas opções que, às vezes, pode te deixar confuso. Porém, vale a pena investir um tempo para se informar e comparar os diferentes modelos, uma vez que o seu calçado tem um papel fundamental na absorção e redução de impacto ao correr. Se você escolher o tênis de corrida errado, pode aumentar o risco de ter lesões, o que está longe de ser o ideal. Neste post oferecemos as principais dicas para te ajudar a escolher um tênis de corrida. Confira!

Descubra o seu tipo de pisada

Antes de qualquer coisa, é importante entender qual é sua pisada. Para isso, é necessário saber a altura do arco do pé, pois afeta a direção e a gravidade da rotação – ou pronação. Dependendo de cada pessoa, o giro do pé pode ser menor ou maior. A seguir mostramos os três tipos e como eles funcionam:

– Neutra: quando o pé gira de uma maneira equilibrada, seguindo em linha reta até a elevação do dedão.

– Pronada: normalmente faz com que o pé gire excessivamente para dentro.

– Supinada: o pé toca o chão no lado externo do calcanhar.

Ter uma pisada pronada ou supinada não é bom nem ruim, mas afeta a forma de corrida e pode causar lesões. Por isso, os tênis têm designs diferentes que levam em consideração distintos tipos de pisadas. Dependendo do tipo de pronação que você tem, você deve escolher um determinado calçado.

Tênis ideal para o seu tipo de pisada

Agora que você sabe qual o seu tipo de pisada, é hora de conhecer os modelos de tênis para corrida. Os tênis geralmente são classificados em três categorias. Essas categorias nem sempre são informadas no calçado ou na caixa, portanto, pergunte a um vendedor ou faça sua pesquisa online. A maioria das marcas possui essas informações em seus sites.

Tênis com estabilidade: são melhores para corredores com pés de arcos normais. A estabilidade adicional que esses calçados oferecem vem de suportes extras nas laterais do arco e espuma de alta densidade. Tênis de estabilidade são normalmente construídos com um arco suave da frente para trás que fornece firmeza do pé traseiro e flexibilidade do antepé.

Tênis com controle de movimento: são ótimos para corredores com pés chatos e pesados ​​que tendem a pronação excessiva. Esses calçados normalmente têm materiais rígidos feitos de plástico, fibra de vidro ou espuma de alta densidade. A área do arco nesse tipo de tênis é preenchida para maior estabilidade, por isso há uma cor diferente na entressola. A rigidez extra desses calçados previne que o calcanhar gire para fora. 

Tênis com amortecimento: apoiam pessoas com pés rígidos e arcos altos que tendem a pisar com a parte externa do pé. Este calçado altamente flexível é construído com uma curvatura apropriada e feito de materiais leves que fornecem rigidez mínima com amortecimento ideal.Se você seguir essas dicas básicas ao procurar um novo tênis de corrida, encontrará um calçado que se adapta às suas necessidades específicas e tornará a corrida muito mais agradável!

Categorias
Esporte e Lazer

Como aproveitar o verão em casa

É verão, e muitos de nós que ficaram em quarentena por meses estão ansiosos para sair e aproveitar. Mas a ameaça constante de contrair ou espalhar COVID-19 ainda está por aí. Embora alguns lugares estejam começando a reabrir, o vírus não desapareceu e ainda existem diretrizes de segurança importantes que você deve seguir.

Para você não correr riscos e ainda assim conseguir se divertir nesse verão, separamos algumas dicas de atividades para fazer dentro de casa. Confira!

Faça um piquenique

Um piquenique pode ser muito divertido. Use sua criatividade, prepare uma tábua de frios, pegue uma toalha e algumas almofadas para sentar, e vá ao quintal ou varanda da sua casa – ou faça na sala mesmo. O importante é tentar algo novo e colecionar momentos especiais com quem está mais próximo nesse momento.

Reúna a família para jogar  

Os jogos de tabuleiro são uma ótima maneira de passar o tempo em casa. Se você tiver vários jogos, tente jogar um diferente a cada dia. Se você não tem jogos à sua disposição, experimente Uno ou algum outro baralho. Só não vale se brigar! Rsrs

Organize uma noite de karaokê

É difícil imaginar quando seremos capazes de voltar aos nossos locais favoritos, mas você pode ir praticando o seu retorno. Para ir aquecendo sua voz, planeje uma noite de karaokê com a família. Com certeza vai ser muito divertido e você vai poder escolher suas músicas preferidas sem ter que ficar na fila.

Arrisque-se na cozinha

Uma das melhores coisas do verão são as bebidas de frutas. Smoothies são saudáveis e você pode pesquisar vídeos de “como fazer” e encontrar milhares de receitas. Para os adultos, preparar um drink para relaxar também é uma ótima ideia.

Refresque-se

Nada de passar o verão inteiro na frente do ar-condicionado. Dê um mergulho na piscina ou tome um banho de mangueira, o que importa mesmo é se refrescar. Não tenha nenhuma dessas opções? Aproveite as frutas da estação e prepare um picolé bem geladinho.  

Assista ao pôr do sol

Certamente você tem um lugarzinho em sua casa para assistir ao pôr do sol. Separe um dia para apreciar as cores do céu se transformando. Aproveite esse tempo de isolamento para dar valor às coisas simples.

Categorias
Casa e Decoração Esporte e Lazer

11 ideias de atividades durante a quarentena

Ficar dentro de casa pode ser uma boa maneira de proteger você e os outros do coronavírus. Além disso, é uma medida importante para ajudar a “achatar a curva” dos casos diários que colocam pressão sobre nosso sistema de saúde. Mas ficar isolado pode levar a outro mal: o tédio.

Você já deve ter se perguntando mil vezes o que é possível fazer enquanto estiver preso em casa, né? Por isso, preparamos 11 dicas de atividades para ajudar a tornar o seu tempo de quarentena o mais interessante – e talvez até o mais produtivo – possível. Vamos lá!

1. Monte um quebra-cabeça e mantenha sua mente ativa e ágil. Quanto mais peças, melhor!

2. Tire o pó daqueles instrumentos antigos e pratique sua música favorita. 

3. Baixe o Duolingo ou um aplicativo semelhante. Agora é um ótimo momento para aprender ou praticar um novo idioma.

4. Faça exercícios em casa. Considere baixar um aplicativo fitness com treinos selecionados, ou quem sabe até comprar aquele aparelho de ginástica que sempre quis.

5. Vá até o rolo da câmera do seu celular, escolha suas fotos favoritas, imprima e monte um álbum como nos velhos tempos.

6. Finalmente você tem um tempo para arrumar sua casa. Além de organizar suas roupas, você pode separar o que não usa mais e doar aos que precisam.

7. Medite. Mais importante do que arrumar a sua casa, é organizar a sua mente. Aproveite esse momento para cuidar de você.

8. Ficar dentro de casa não significa que você não pode começar a fazer jardinagem. Você pode plantar algumas ervas e usá-las frescas em pratos ​​que está aprendendo a cozinhar.

9. Customize uma camisa velha aplicando a técnica tie-dye. Você pode se divertir mais do que imagina.

10. Use sua criatividade. Pintar é uma ótima maneira de se expressar e ver as coisas comuns (como tudo em sua casa que você está olhando há meses) de uma maneira totalmente nova.

11. Por último, faça uma lista com produtos que deseja comprar no final do ano. Prepare-se para aproveitar todos os descontos incríveis do Carrefour.

Gostou da nossa lista? Temos que superar essa fase com saúde, então é importante tentar encontrar maneiras de manter o sorriso no rosto. Fique bem! 

Categorias
Esporte e Lazer

Qual a melhor raquete de ping pong para jogar

Se você joga de vez em quando ou tem mais habilidades no esporte, saiba que a raquete pode fazer grande diferença na sua performance. Na hora de escolher o modelo ideal, é preciso levar em conta a durabilidade do material, o peso, estilo do cabo e diversas outras características. A seguir, vamos te ajudar a descobrir qual é a melhor raquete de ping-pong para você.

Tipos de borracha

Há modelos de raquete que vêm com a borracha presa no cabo. Outros podem ser personalizados, de acordo sua preferência. Essa parte do acessório também é vendida separadamente. Ao optar por uma espessura fina, o jogador tem mais controle dos movimentos. Ao mesmo tempo, uma esponja com camada maior garante mais velocidade.

O mesmo comparativo vale para a quantidade de camadas na madeira do acessório – quanto menor, menos velocidade e mais controle da bola.

Como escolher a melhor raquete de ping-pong

Antes de comprar uma raquete, verifique o tipo de cabo. Isso porque há diferentes modos de empunhadura, conforme a posição que o jogador segura o objeto durante a partida. Geralmente, os acessórios de ping-pong são padronizados porque a atividade é mais voltada ao lazer. Porém, as raquetes de tênis de mesa são mais profissionais.

Os cabos do tipo FL são curvados no final, ideais para empunhadura firme. Já os cabos ST são retos, garantindo mais liberdade no momento do saque. É comum que raquetes de ping pong sejam desenvolvidas no formato FL.

Além de escolher a raquete perfeita para você, vale a pena pesquisar mais sobre as características da mesa de ping-pong.

Há raquetes que possuem apenas um dos lados adaptados. Outros modelos trazem os dois lados com revestimentos diferentes, com variações de espessura, permitindo uma estratégia de jogo.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os aspectos da melhor raquete de ping-pong, pode optar pelo modelo ideal para sua tática durante a prática do esporte.

Categorias
Esporte e Lazer

Sinto muito sono depois dos exercícios. É normal?

É muito comum ouvir de quem faz exercícios físicos regulares a frase “Sinto muito sono depois de malhar”. E saiba que o sono pode influenciar na qualidade do exercício físico. Muito mais do que você pensa. Um sono ruim pode impedir que você atinja os resultados que espera de uma atividade, mesmo que você esteja fazendo todo o resto corretamente.

Malhar em uma boa academia, ter uma boa orientação de um profissional de Educação Física, tomar um bom suplemento, alimentar-se bem, estar com boa saúde, pode não adiantar nada se você não tiver uma boa noite de sono.

A explicação disso é mais técnica e envolve glândulas e hormônios, mas vamos tentar simplificar aqui: grande parte da síntese muscular ocorre à noite. A melatonina (hormônio do sono) e o GH (hormônio do crescimento) trabalham enquanto você dorme. O GH ajuda o corpo a agrupar os aminoácidos recebidos pela sua alimentação para formar proteínas, que são os componentes dos músculos.

Ou seja, se você não dorme direito, o desempenho das atividades do dia seguinte fica cada vez mais prejudicado.

Dicas para melhorar o sono

Seguem algumas dicas para melhorar a qualidade do seu sono:

– Evite ficar no celular ou com outros aparelhos luminosos pouco antes de dormir, pois a luminosidade inibe a produção de melatonina;
– Tome bebidas relaxantes como chás de camomila, erva doce e hortelã. Isso sem falar no tradicional suco de maracujá;
– Durma no escuro ou com o mínimo de luminosidade – isso favorece a liberação de melatonina, aquele hormônio do sono;
– Evite fazer atividades que causam mais agitação em você – isso pode elevar o cortisol (hormônio do stress), reduzindo a liberação de GH e melatonina que, como já aprendemos, são importantes para a síntese muscular que ocorre à noite;
– Tenha travesseiro e colchão adequados para você – conforto é essencial para uma boa noite de sono;
– Não durma em jejum ou com sede, mas também não exagere na comida antes de dormir – qualquer falta ou excesso pode causar desconfortos durante à noite;
– Procure dormir no silêncio ou com o mínimo de ruídos – o cérebro continua acordado quando há sons em volta.

Sono e exercício se complementam

O exercício físico e o sono são muito importantes para a saúde e são complementares. O que isso quer dizer? Dormir bem melhora os efeitos do exercício, já que o metabolismo funciona melhor. E fazer atividade física (do jeito e no horário certos) pode melhorar a qualidade do seu sono, já que quem pratica exercícios costuma dormir mais rápido e de forma mais profunda, sem fragmentar o sono.

Categorias
Esporte e Lazer

Qual é o melhor horário para caminhar?

Tem gente que já acorda com disposição e pratica exercícios logo pela manhã. Já outros só conseguem caminhar na parte da tarde, quando estão mais despertos. E tem aqueles que preferem a parte da noite, depois que a temperatura está mais amena e que o horário de trabalho já acabou. Mas você sabe qual o melhor horário para caminhar? Confira as dicas.

Segundo um estudo, caminhar na parte da tarde pode ser melhor

Isso mesmo que você leu. Cardiologistas recomendam caminhadas na parte da tarde, principalmente para quem tem problemas cardíacos, pois as fibras do coração já estão aquecidas o suficiente para iniciar a atividade. Também é na parte da tarde que normalmente as pessoas estão mais dispostas. Porém isso não é uma regra, veja o porquê abaixo.

Fatores que interferem no melhor horário para caminhar

A caminhada em ambiente externo vai depender não só da sua disposição, mas também do clima. Se estiver mais frio pela manhã, é possível que na parte da tarde o clima esteja bem melhor para fazer caminhadas. Ou se estiver em pleno inverno, o corpo vai pedir para se aquecer, então deixe a preguiça de lado. Caminhar é a melhor forma de regular sua temperatura corporal. Independentemente do clima, o importante também é se hidratar, utilizar tênis confortáveis e com amortecimento, além de roupas leves.

Pela manhã, uma caminhada aumenta a disposição ao longo do dia, melhorando até as noites de sono. Porém, é preciso tomar um café da manhã equilibrado, com frutas, cereais e fibras. Já na parte da tarde, a temperatura corporal está mais alta e melhora bastante o rendimento muscular. O bom é que depois do almoço, caminhar também tira a necessidade de tirar um cochilo. Mas lembre-se de caminhar apenas uma hora depois do almoço para não ter uma indigestão.

Não gosta de caminhar na rua? Caminhe em casa

Se você quer começar a praticar um exercício para sair do sedentarismo, fortalecer as articulações, o sistema respiratório e circulatório, aliviar o estresse e ainda emagrecer com mais facilidade, a caminhada vai auxiliar bastante. É claro que uma alimentação balanceada, com alimentos mais saudáveis, irá acelerar bastante o processo. Se quiser, procure realizar os exercícios de forma cômoda, em casa.

Com esteira ou simulador de caminhada, é possível recuperar a saúde e disposição. Coloque uma música agradável e comece sua rotina de treinos sempre em um ritmo gradual para que o corpo comece a se acostumar.  Ah, e não se esqueça do aquecimento antes para evitar lesões nas articulações.

Trinta minutos todo dia

Já é mais do que comprovado: uma caminhada de 30 minutos todos os dias evita doenças como pressão arterial alta, embolia, alguns tipos de câncer, obesidade e problemas cardiovasculares, além de diminuir o estresse diário. Portanto, recomenda-se realizar, no mínimo, 150 minutos por semana para melhorar a qualidade de vida e bem-estar.  

Categorias
Esporte e Lazer

Conheça 5 benefícios do ciclismo para a terceira idade

O início da terceira idade pode variar de cultura para cultura, mas é geralmente entre 60 e 70 anos. Ao falar de terceira idade, falamos também de saúde, tanto do corpo quanto da mente. Por isso é muito importante encontrar aliados para uma melhor qualidade de vida. Um forte aliado pode ser uma bicicleta. Conheça 5 benefícios do ciclismo para essa etapa da vida!

Aumento da massa muscular é um dos benefícios do ciclismo

É natural que se perca massa muscular ao longo dos anos, além de diminuir a força física também. Se a pessoa for sedentária, esse percentual de perda aumenta ainda mais. O ciclismo ajuda a fortalecer os músculos das coxas, glúteos, abdômen e panturrilhas, além de contribuir para o aumento da massa, o que diminui a incidência da osteoporose.

Faz bem ao coração

Pedalar regularmente melhora a condição cardiovascular e diminui o cansaço, queixa frequente dos idosos, pois o exercício ajuda o coração a bombear melhor o sangue pelo corpo todo. Além disso, reduz a pressão arterial, regula a taxa de açúcar no sangue e colabora na prevenção de ataques cardíacos.

Diminuir os riscos de um AVC é um dos benefícios do ciclismo

Andar de bicicleta reduz significativamente os riscos de um AVC (acidente vascular cerebral), pois, durante a prática do ciclismo, a frequência cardíaca se eleva, auxiliando no controle da pressão arterial.

É um exercício de baixo impacto

Como recuperar a força dos músculos e do coração e não comprometer as articulações? O ciclismo é uma atividade de baixo impacto e possibilita isso.

Aumenta o bem-estar geral e a qualidade de vida

O ciclismo estimula passeios ao ar livre e o contato com outras pessoas. A prática de exercícios físicos libera hormônios que colaboram para a redução da ansiedade, depressão, melhora do sono e estabilidade emocional. O bem-estar psicológico dessa atividade incentiva também outras mudanças no estilo de vida, como nas questões da alimentação, essenciais para a qualidade de vida de pessoas na terceira idade.

É sempre bom lembrar que toda prática de exercício deve ser acompanhada por um profissional. Além disso, equipamentos de proteção como capacetes, cotoveleiras e joelheiras são itens essenciais para a segurança do praticante e só aumentam a lista dos benefícios do ciclismo. A hidratação é outro ponto que merece atenção especial, por isso é bom garantir a garrafa de água para todo o trajeto.

Categorias
Esporte e Lazer

Slackline para iniciantes: Dicas para começar a praticar

Há poucos anos no Brasil, o slackline vem conquistando fãs em todos os cantos por sua praticidade e funcionalidade. Ele pode ser feito por pessoas de todas as idades e em diversos lugares, já que é necessário apenas 2 pontos para fixar a fita de treinamento e assim estará pronto para começar a prática. Para iniciar fazendo mais, veja 4 dicas de slackline para iniciantes.

1. Encurte as distâncias

No começo, estabelecer 2 pontos muito distantes para ancorar a fita pode atrapalhar a sua estabilidade e equilíbrio. Encurtando a distância, você dá mais firmeza para o slackline e consegue iniciar a prática com mais tranquilidade.

2. Prepare-se para cair

Para os iniciantes da modalidade, as quedas são absolutamente normais. Então, na hora de fazer atividade, lembre se de começar sempre do meio, que é o ponto mais distante dos obstáculos e dos pontos de ancoragem. Isso já deve ajudar a evitar lesões depois das quedas. Outra dica é colocar colchões nos lados da fita, para oferecer menores riscos, principalmente em alturas maiores.

3. Use roupas adequadas

Fazer slackline de calça jeans é algo para nem ser cogitado. Lembre-se de estar sempre com roupas muito confortáveis, para auxiliar na sua flexibilidade e também na concentração. Regatas, bermudas ou calças de malhação são muito indicadas para o uso durante a prática.

4. Evite manobras arriscadas

Ao começar a adquirir o equilíbrio necessário, tenha paciência e não arrisque muitas manobras. Fazer coisas que você não tem o hábito, ainda mais logo depois de aprender a se equilibrar, pode ocasionar em machucados e lesões mais graves.

O indicado é iniciar com a caminhada na fita. Depois de conseguir caminhar por toda a extensão dela, pequenos giros de 180 graus podem levar para níveis mais altos da prática, e assim por diante.

Também é importante se lembrar de manter a coluna e o pescoço retos e flexionar os joelhos durante a prática. Isso ajudará na sua postura para ficar por mais tempo de pé e ganhar em equilíbrio. O slackline, para iniciantes, pode parecer difícil, mas com prática e paciência, pode se tornar um grande aliado para a sua mente e para a sua saúde.