Categorias
Casa e Decoração

Para que servem os exaustores de banheiro

Devido à constante umidade, o banheiro é um dos ambientes mais suscetíveis ao crescimento de germes e bactérias. Mesmo com uma limpeza frequente, ao longo do tempo, é possível notar acumulação de resíduos que podem comprometer a qualidade do ar. Mas nem todos os banheiros possuem janelas e ventilação adequada, por isso, o exaustor pode auxiliar na hora de manter seu banheiro muito mais limpo e cheiroso. Veja algumas das vantagens do aparelho:

Elimina Odores

Uma das principais razões para ter um exaustor é o controle de odores. Se um cheiro desagradável surgir no banheiro, ele pode ser facilmente eliminado com a ajuda de um exaustor. Esse sistema de ventilação permitirá que você mantenha seu banheiro bem cuidado, enquanto oferece um ambiente limpo para a próxima pessoa que usá-lo.

Reduz a Umidade

A umidade excessiva pode causar danos às paredes do banheiro, fazendo com que a tinta descasque. Em casos extremos, pode até fazer com que as portas entortem!

Mais importante ainda, a umidade pode causar o acúmulo de mofo, que pode crescer rapidamente e ser difícil de eliminar. Portanto, é fundamental ter circulação de ar nos banheiros para evitar que isso aconteça, e os exaustores são uma boa solução.

Reduz substâncias nocivas

Os banheiros são normalmente limpos com produtos químicos que podem fazer mal quando inalados. Esta é uma grande preocupação, especialmente para crianças pequenas, idosos ou pessoas com doenças pulmonares atuais.

Além disso, se o banheiro já estiver com problemas de mofo, o ventilador ajudará a remover seu acúmulo no ar. Isso, por sua vez, também ajudará a desacelerar seu crescimento.

Evita que o espelho fique embaçado

Os exaustores do banheiro ajudam a controlar a umidade e a remover o vapor de água dos espelhos e das paredes.

Categorias
Casa e Decoração

Como comprar o sofá perfeito

Veja algumas dicas que vão te ajudar a não errar na compra desse móvel tão importante.

Escolher o sofá perfeito não é uma tarefa das mais fáceis. Afinal, ele precisa ser bonito, confortável e de boa qualidade. Além disso, é um móvel que não trocamos com frequência e, por isso, deve ser escolhido com muita atenção. 

Para te ajudar, vamos te dar algumas dicas simples que farão toda a diferença na hora da compra. Vem com a gente!

Tamanho

Errar no tamanho do sofá é um dos piores problemas. Parece simples, mas muitas pessoas se esquecem dessa parte. Por isso, é fundamental medir o cômodo, definir espaço disponível e verificar as medidas do sofá na hora da compra. Importante: modelos retráteis costumam ocupar mais espaço, mesmo com o sofá “fechado”.

Cores

Se você gosta de mudar a decoração de vez em quando, é preciso levar em conta a cor do sofá. A aposta mais segura é optar por cores neutras que combinam com tudo. Invista em tons terrosos, preto, bege ou cinza. Não tem erro!

Espuma

Sofá bom precisa ter estrutura firme e espuma de qualidade. Procure saber a densidade da espuma do assento, dos braços e do encosto antes de finalizar a sua compra. Afinal, você não vai querer sentar num sofá desconfortável, não é mesmo?

Garantia

Quando compramos um sofá, queremos que ele dure alguns bons anos. Por isso, dê preferência àqueles com garantia e, se possível, com assistência técnica. Assim, você evita dores de cabeça no futuro.

Pets

Se você tem um bichinho de estimação em casa, é recomendável escolher sofás com capas laváveis. E para os tutores de gatos, o ideal é optar pelos tecidos suede ou gorgurrão impermeável. Pesquisas apontam que esses materiais são os mais resistentes às unhas dos felinos.

Faça seu tempero em casa!

Adicione um sabor especial às suas receitas favoritas.

A escolha dos ingredientes influencia diretamente no resultado final de um prato. Para que ele fique delicioso, é preciso escolher o tempero ideal. Com a correria do dia a dia, muitas vezes optamos por utilizar produtos prontos, como o caldo em tablete. Mas para uma comidinha com sabor do jeito exato que você gosta nem sempre o tempero pronto chega lá. Por isso, vale a pena apostar no tempero caseiro. Além de você poder fazer suas próprias misturas, é uma ótima maneira de economizar. Veja algumas ideias:

Alho triturado

Não é muito prático descascar e amassar alho todas as vezes que for cozinhar. Para facilitar o seu dia a dia, por que não fazer uma quantidade maior e guardar para usar depois? Descasque quantos dentes preferir e triture no processador ou liquidificador. Em seguida, coloque a mistura em um pote de vidro e adicione um pouco de azeite. Isso ajuda a não oxidar o alho.

Tempero básico

Se você quer uma opção que serve para praticamente qualquer receita, pode usar temperos diversos, bater tudo no liquidificador e adicionar em um pote de vidro. O preparado deve ser conservado na geladeira ou freezer. Sugestões de ingredientes:

salsinha

cebolinha

cebola

pimento-do-reino  

– e alho, claro

Se quiser deixar o tempero ainda mais completo e com um sabor mais intenso, você pode adicionar manjericão, coentro, orégano, endro…Opção é o que não falta! Só não esqueça de acrescentar um pouquinho de azeite para conservar melhor a mistura.

Muito simples, né?