Categorias
Tecnologia e Eletrônicos

Saiba como fazer a prova de vida online

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) agora permite que os segurados realizem a prova de vida de maneira digital, ou seja, sem precisar comparecer a uma agência bancária para realizar o procedimento. Para isso, basta ter um smartphone, acesso à internet e os documentos necessários. Confira detalhes abaixo!

O que é prova de vida?

Visando evitar fraudes, todos os beneficiários do INSS que recebem o pagamento por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético, precisam comparecer a cada 12 meses em sua agência bancária para comprovar que estão vivos para continuar recebendo os valores que têm direito.

Esse procedimento tem como objetivo dar mais segurança ao cidadão e ao estado brasileiro, evitando o pagamento de benefícios indevidos.

Como realizar a prova de vida online

Em parceria com a Dataprev, o INSS iniciou um projeto de prova de vida digital por aplicativos. Para isso, você precisa possuir título de eleitor ou carteira de motorista, pois a verificação de identidade é feita a partir da biometria facial de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em relação ao smartphone, é necessário que tenha uma câmera frontal e acesso à internet para realizar o procedimento. O primeiro passo é instalar o aplicativo “Meu INSS” e selecionar a opção “prova de vida” na tela inicial. Clique em “iniciar prova de vida” e instale o aplicativo “Meu Gov.br”.

Entre com a sua conta do Gov.br no aplicativo e clique em “autorizações”. Deverá aparecer uma página mostrando a autorização de prova de vida pendente, então clique em “autorizar”. Para a validação facial, você pode informar os dados da sua carteira de motorista ou do título de eleitor.

Em seguida, abre a câmera frontal no aplicativo e encaixe seu rosto no contorno da tela para tirar uma foto. Assim que você concluir esse passo, uma mensagem de conclusão deverá aparecer na tela.

Para finalizar, retorne ao aplicativo “Meu INSS” para confirmar se a prova de vida foi reconhecida.

Com esse processo simples, você pode realizar a prova de vida sem sair de casa, o que é essencial principalmente para os grupos de risco do Coronavírus que recebem o benefício.

Categorias
Esporte e Lazer

Qual é o melhor tênis para corrida?

Encontrar um tênis de corrida que se adapte perfeitamente aos seus pés não é uma tarefa fácil. O mercado oferece tantas opções que, às vezes, pode te deixar confuso. Porém, vale a pena investir um tempo para se informar e comparar os diferentes modelos, uma vez que o seu calçado tem um papel fundamental na absorção e redução de impacto ao correr. Se você escolher o tênis de corrida errado, pode aumentar o risco de ter lesões, o que está longe de ser o ideal. Neste post oferecemos as principais dicas para te ajudar a escolher um tênis de corrida. Confira!

Descubra o seu tipo de pisada

Antes de qualquer coisa, é importante entender qual é sua pisada. Para isso, é necessário saber a altura do arco do pé, pois afeta a direção e a gravidade da rotação – ou pronação. Dependendo de cada pessoa, o giro do pé pode ser menor ou maior. A seguir mostramos os três tipos e como eles funcionam:

– Neutra: quando o pé gira de uma maneira equilibrada, seguindo em linha reta até a elevação do dedão.

– Pronada: normalmente faz com que o pé gire excessivamente para dentro.

– Supinada: o pé toca o chão no lado externo do calcanhar.

Ter uma pisada pronada ou supinada não é bom nem ruim, mas afeta a forma de corrida e pode causar lesões. Por isso, os tênis têm designs diferentes que levam em consideração distintos tipos de pisadas. Dependendo do tipo de pronação que você tem, você deve escolher um determinado calçado.

Tênis ideal para o seu tipo de pisada

Agora que você sabe qual o seu tipo de pisada, é hora de conhecer os modelos de tênis para corrida. Os tênis geralmente são classificados em três categorias. Essas categorias nem sempre são informadas no calçado ou na caixa, portanto, pergunte a um vendedor ou faça sua pesquisa online. A maioria das marcas possui essas informações em seus sites.

Tênis com estabilidade: são melhores para corredores com pés de arcos normais. A estabilidade adicional que esses calçados oferecem vem de suportes extras nas laterais do arco e espuma de alta densidade. Tênis de estabilidade são normalmente construídos com um arco suave da frente para trás que fornece firmeza do pé traseiro e flexibilidade do antepé.

Tênis com controle de movimento: são ótimos para corredores com pés chatos e pesados ​​que tendem a pronação excessiva. Esses calçados normalmente têm materiais rígidos feitos de plástico, fibra de vidro ou espuma de alta densidade. A área do arco nesse tipo de tênis é preenchida para maior estabilidade, por isso há uma cor diferente na entressola. A rigidez extra desses calçados previne que o calcanhar gire para fora. 

Tênis com amortecimento: apoiam pessoas com pés rígidos e arcos altos que tendem a pisar com a parte externa do pé. Este calçado altamente flexível é construído com uma curvatura apropriada e feito de materiais leves que fornecem rigidez mínima com amortecimento ideal.Se você seguir essas dicas básicas ao procurar um novo tênis de corrida, encontrará um calçado que se adapta às suas necessidades específicas e tornará a corrida muito mais agradável!