Categorias
Beleza e Saúde

Como funciona a aromaterapia?

Os óleos essenciais têm recebido muita atenção recentemente por ajudar em tudo, desde dores de cabeça e insônia, a dores de garganta. Mas eles realmente funcionam? Desde que você use de forma segura, os óleos essenciais podem ter um impacto positivo na sua saúde e bem-estar.

Afinal, o que é aromaterapia?

A aromaterapia é um tratamento holístico que utiliza extratos naturais para promover saúde física e mental. É um método alternativo que usa óleos essenciais aromáticos – extraídos das plantas – para melhorar a saúde do corpo, da mente e do espírito.

Como são usados ​​os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são absorvidos de duas maneiras: pela pele ou pela inalação.

Pela pele

Os óleos essenciais são combinações complexas de moléculas aromáticas com propriedades curativas. Algumas dessas moléculas são tão pequenas que têm a capacidade de passar da pele para a corrente sanguínea, o que permitirá que circulem pelo corpo. Porém, como esses componentes são muito concentrados para serem usados diretamente no corpo, são diluídos em um óleo de base vegetal, antes de serem aplicados no corpo. Os óleos essenciais podem ser aplicados na pele usando os seguintes métodos:

– Massagens: uma loção é usada como base com algumas gotas de um único óleo essencial ou uma combinação sinérgica de óleos essenciais;

– Compressas: algumas gotas dos óleos selecionados são adicionadas a uma pequena quantidade de água (fria ou morna). Um pano é embebido na água aromática e aplicado na área afetada para ser usado como compressa.

– Banhos: usados em duchas, banhos de banheiras, escalda pés, entre outros. Os óleos essenciais também podem ser adicionados a sabonetes líquidos e shampoos sem perfume.

Inalação

As moléculas aromáticas dos óleos essenciais são inaladas pelo nariz e transmitidas, através do bulbo olfatório, ao sistema límbico do cérebro. Esta é a parte do cérebro que inclui os sistemas nervoso e hormonal e que se conecta a outras funções, como memória e comportamento emocional. Além disso, como os aromas dos óleos essenciais são inalados, algumas dessas moléculas aromáticas são absorvidas nos pulmões e passadas para a corrente sanguínea. Essas moléculas se combinam para criar fragrâncias distintas que contêm as propriedades curativas específicas de cada óleo. Os óleos essenciais são inalados através dos seguintes métodos:

– Inalação direta: o óleo essencial diluído é colocado 10 cm abaixo das narinas e várias inalações profundas são feitas para permitir que as moléculas entrem pelo nariz no sistema límbico no cérebro.

– Dispersão: podem ser usados como fragrância para ambientes. Nesse caso, óleos essenciais são borrifados em roupas de cama, móveis ou outros lugares que você desejar, dessa forma, as moléculas aromáticas são inaladas. Outra opção é o difusor, no qual você pode utilizar algumas gotas de óleos essenciais combinadas com água.

– Evaporação: o calor faz com que as moléculas aromáticas, sendo voláteis, se difundam no ambiente para alcançar uma inalação sutil. Você pode utilizar o aromatizador elétrico para aplicar esse método. Dica: queimar óleos essenciais também é uma forma eficaz de desinfetar o ar e repelir insetos.

Preparado para ativar seu lado zen? Em tempos de quarentena, essa é uma excelente técnica para ajudar a relaxar. Só não esqueça de consultar seu médico antes de substituir seus medicamentos por qualquer tratamento alternativo, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *